Quarta-feira, 17 de Julho de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1046
Menu

E-NOTíCIAS >

Um novo nível de realidade

Por Fabricio Oliveira em 31/03/2009 na edição 531

A rede mundial de computadores (world wide web, www) completou 20 anos de existência neste mês de março. A data marca o dia em que Tim Berners-Lee inventou a fórmula que transformou uma rede de trocas de informações militares na plataforma de comunicação que atinge, hoje, cerca de 25% da população mundial e 24,5 milhões de residências brasileiras, segundo dados do Ibope.

Os números são expressivos e merecem comemoração. Em uma sociedade globalizada, não há como deixar de aprender esta nova linguagem, de viver neste novo mundo construído a partir da combinação de zeros e uns. Silvio Mieli, especialista em análise de conteúdos audiosvisuais e professor da Faculdade de Comunicação da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, vê a internet como um ‘novo nível de realidade’ e ressalta a importância da ‘interação’ entre os meios real e virtual. ‘A internet criou uma nova cultura, que precisa ser analisada e refletida profundamente. A cultura molda o imaginário, por isso é importante ter as experiências do real e do virtual para estabelecer uma relação’, diz o professor da PUC. ‘A internet é uma obra inacabada. Seus arquitetos permitiram que ela fosse reconfigurada pela prática do uso, o que permite a criação de novos formatos e tecnologias. Isso é fantástico.’

Segundo Mieli, a internet deve ser discutida e ensinada desde cedo: ‘Temos que começar a ensinar nas escolas a relação entre o homem e a máquina, entre o homem e a tecnologia. Desta forma, vamos construir redes mais interessantes e mais democráticas.’ Diante das considerações apresentadas pelo professor, podemos encontrar uma explicação para a preocupação dos governos em promover projetos de inclusão digital.

Os crimes e o Orkut

Mas não só de coisas boas vive o ambiente web. Constantemente temos a sensação de que entramos em uma terra despida de leis.

Fraudes, espionagem industrial, pedofilia, roubo de identidade e discriminação são alguns dos 600 tipos de infrações virtuais definidas pela Legislação brasileira. Segundo a empresa britânica de segurança Sophos, os hackers brasileiros foram responsáveis por 14,2% de todos os vírus produzidos no mundo no ano de 2006. ‘Dentro de uma estimativa de mil inquéritos que temos em andamento, 60% são de crimes contra a honra; 15% são casos de furto mediante fraude (que são casos de roubos em contas bancárias); 8% são de estelionato (como financiamentos e operações de compra e venda frios), e 3% correspondem a casos de pedofilia e pornografia infantil’, explica o delegado de uma delegacia de crimes virtuais de São Paulo, Araújo Filho.

O site de relacionamentos Orkut tem se destacado quando o assunto se refere a crimes virtuais. Cerca de 90% das denúncias de pedofilia registradas no Brasil no ano passado tinham relação com o conteúdo do Orkut, segundo um relatório divulgado pela ONG Safernet. De acordo com o professor Marco Bonito, mestre em Comunicação, Cultura Midiática e Grupos Sociais, a rede de relacionamento não pode ser responsabilizada pelos problemas.

Futuro é incerto

‘O Orkut é apenas uma ferramenta e o que as pessoas fazem com ela é um problema relacionado à psicologia humana. Senão teremos que proibir a fabricação e compra de facas, já que elas podem ser usadas tanto para passar margarina no pão como para enfiar no pescoço de alguém. O que falta mesmo é educação para que as pessoas saibam usar todo o tipo de ferramenta de forma positiva. Infelizmente, hoje reina a ignorância e as conseqüências são estas que temos por aí… Ah! Lembre-se que os crimes não surgiram com o Orkut, eles já existiam e agora apenas estão disponíveis (documentados) para as pessoas.’

Todos os dias, quando ligamos o computador, visualizamos um novo e-mail com novidades. O professor Marco Bonito nos passou algumas dicas para protegermos o computador de casa. ‘Procure sempre baixar os programas de sites confiáveis, aqueles que são reconhecidamente sérios. Para saber quais são, faça uma busca no Google – aparecerão na pesquisa diversos fóruns de discussão sobre o assunto. Leia e identifique.’

A internet é algo indispensável nos dias atuais, mas a mesma responsabilidade praticada no mundo real deve, conscientemente, ser praticada no mundo virtual. O futuro é incerto, mas é importante entender que será construído a partir de nós.

******

Jornalista, Pindamonhangaba, SP

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem