Segunda-feira, 18 de Novembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1063
Menu

E-NOTíCIAS >

Versões digitais conquistam pagantes

Por O Globo em 09/11/2010 na edição 615

A News Corp., do magnata Rupert Murdoch, revelou ontem que atraiu 105 mil clientes pagantes às versões digitais dos jornais The Times e The Sunday Times of London desde que começou a cobrar pelo acesso a seus sites, em junho de 2009. A empresa declarou que cerca de metade desses clientes era de assinantes regulares e ativos dos sites dos jornais, do aplicativo para iPad ou da edição para o Kindle, da Amazon. O restante era de compradores ocasionais de conteúdo. Outros cem mil leitores ativaram contas digitais gratuitas que estavam incluídas na assinatura impressa dos jornais.

Quando mudou para o sistema de acesso pago, a News Corp. estimou uma queda de 90% no número de visitantes. De fato, o tráfego caiu, mas em percentual menor. Segundo dados da Nielsen, a média mensal de visitantes únicos britânicos aos sites caíram 42%, para 1,78 milhão, no terceiro trimestre. A News Corp. afirma que, apesar do recuo, os jornais se beneficiarão porque os anúncios poderão ser melhor direcionados aos novos assinantes.

NYT e Herald Tribune iniciam cobrança em 2011

A iniciativa da News Corp. vem sendo acompanhada de perto por anunciantes e analistas da mídia, pois o Times e o Sunday Times estão entre os primeiros jornais de interesse geral a demandarem pagamento por seu conteúdo digital.

– Esses números mostram claramente que muita gente está disposta a pagar por jornalismo de qualidade em formato digital – disse Rebekah Brooks, executiva-chefe da News International, braço londrino da News Corp. que publica o The Times.

A News Corp., que já cobra pelo acesso ao Wall Street Journal, recentemente estendeu seus planos com relação a conteúdo pago. O passo mais recente foi converter para a modalidade paga o site de outro jornal britânico, o tabloide News of the World.

O Financial Times, por exemplo, diz ter atraído 189 mil pagantes para seu site, que utiliza um modelo de pagamento por uso, oferecendo um número limitado mensal de matérias grátis, antes de iniciar a cobrança.

O New York Times, que publica o International Herald Tribune, planeja adotar abordagem semelhante quando iniciar a cobrança de seu site em 2011.

Nos jornais britânicos da News Corp., a cobrança por conteúdo é mais severa do que no FT e no NYT: exige pagamento para que o leitor visite qualquer página que não a principal. The Times e Sunday Times cobram uma libra (US$ 1,62) por dia de acesso e duas pela semana. O aplicativo para iPad sai a 9,99 libras ao mês (US$ 16).

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem