Segunda-feira, 18 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº991
Menu

E-NOTíCIAS > VIOLÊNCIA CONTRA JORNALISTAS

WiPC terá conferência no Fórum Barcelona 2004

27/04/2004 na edição 274

O Comitê Internacional de Escritores na Prisão PEN (WiPC, sigla em inglês) destacará em maio a luta de escritores contra a censura em todo o mundo, no Fórum Barcelona 2004, tido como um ‘espaço novo e criativo para reflexão’ sobre cruzamento cultural, paz e desenvolvimento sustentável. O fórum está sendo parcialmente patrocinado pela Unesco.

A conferência da WiPC, chamada de ‘O Valor da Palavra’, durará de 17 a 21 de maio. Em comunicado à imprensa em 19/4/04, a WiPC disse que o fórum contará com presenças ilustres como Noam Chomsky, Bono Vox, o ex-presidente russo Mikhail Gorbachev e o ex-presidente americano Bill Clinton ao longo dos meses que durarão o Fórum Barcelona 2004, de maio a setembro.

A apresentação da WiPC promete reunir escritores de diferentes países e culturas que poderão dividir suas experiências na luta contra a censura. Entre eles estarão escritores exilados, perseguidos e libertados da prisão. Representantes de 120 centros da PEN também avaliarão suas campanhas de apoio a escritores presos e discutirão novas iniciativas.

Mais informações podem ser obtidas no sítio do fórum, em (www.barcelona2004.org).

Livros sobre jornalistas presos

O comitê de liberdade de imprensa do Overseas Press Club of America, organização dos EUA, lançou uma campanha em prol de 193 jornalistas presos pelo mundo afora. Usando listas de diferentes instituições, como Repórteres Sem Fronteiras e Anistia Internacional, foi escrito um livro contando a história e explicando como ajudar cada um dos profissionais escrevendo cartas para as autoridades dos países onde estão encarcerados.

‘Jornalistas que foram libertados dizem que cartas como essas mantiveram seus casos vivos e que proporcionaram tratamento melhor na prisão’, explica Larry Martz, co-presidente do comitê. Na lista há jornalistas que estão reclusos há até 27 anos.

O país com maior número de profissionais de imprensa presos é a China, com 41. Em seguida vêm Cuba (33), Eritréia (29), Mianmar (15), Irã (11) e Vietnã (10). O livro pode ser lido na íntegra em (www.opcofamerica.com).

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem