Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

E-NOTíCIAS > CONCORRÊNCIA ATENTA

Yahoo! anuncia sua biblioteca digital

11/10/2005 na edição 350

O Yahoo! anunciou na semana passada seus planos de digitalizar milhares de livros e arquivos multimídia nos próximos sete anos e disponibilizá-los na internet, noticia Katie Hafner [The New York Times, 3/10/05]. O projeto concorrerá diretamente com o Google Print, biblioteca digital do rival Google desenvolvida há nove meses e que já causou bastante polêmica com os detentores de direitos autorais de algumas das obras digitalizadas.

A biblioteca digital do Yahoo! terá o nome de Open Content Alliance – Aliança de Conteúdo Aberto, tradução livre – e é uma parceria com o Internet Archive, grupo sem fins lucrativos, sediado em São Francisco, dedicado a registrar a evolução da internet, com as universidades da Califórnia e de Toronto e com o Arquivo Nacional do Reino Unido, entre outras organizações. A Universidade da Califórnia anunciou que pretende contribuir com US$ 500 mil para o projeto no primeiro ano e planeja escanear cinco mil volumes no primeiro ano e de cinco mil a 15 mil no segundo. Os livros fazem parte do arquivo de 33 milhões de volumes distribuídos em 10 bibliotecas da universidade. A fabricante de equipamentos de informática Hewlett-Packard e a empresa de software Adobe Systems estão contribuindo com o equipamento. O Internet Archive será responsável pela digitalização e o arquivamento dos livros.

Expansão num só lugar

A digitalização de materiais impressos tem sido um esforço contínuo da parte de várias bibliotecas nos últimos anos. Mas o diferencial deste novo acordo é a possibilidade de reunir uma grande quantidade de referências em um único lugar, afirma Daniel Greenstein, bibliotecário da Biblioteca Digital da Universidade da Califórnia. ‘Este é o tipo de plataforma que estávamos procurando há muito tempo. A Biblioteca do Congresso dos EUA, por exemplo, é uma das maiores bibliotecas do mundo, mas até ela é incompleta’, afirma Greenstein. Embora o novo projeto não seja uma fonte direta de lucro para o Yahoo!, ele daria maior visibilidade ao sistema de buscas do portal. ‘O objetivo é realmente estimular a expansão de livros, áudio e vídeo sendo disponibilizados na internet por meio deste acordo’, afirmou David Mandelbrot, vice-presidente de conteúdo de buscas do Yahoo!

O projeto difere da biblioteca virtual do Google em alguns pontos. A biblioteca do Yahoo! disponibilizará os livros para qualquer sistema de busca, até mesmo o Google ou outro sítio pessoal – já o Google Print só é acessível através do sítio do Google. O Yahoo! tem se mostrado mais cauteloso do que o Google em relação à violação de copyright, ao pedir permissão a detentores de direitos autorais e ao disponibilizar obras sob a licença da Creative Commons, através da qual o detentor de direitos autorais estipula como seu trabalho pode ser usado. Os primeiros livros digitalizados serão os de domínio público – aqueles que não estão mais submetidos à lei dos direitos autorais – ou aqueles licenciados oficialmente por seus autores.

Processo e convite

No mês passado, um grupo de entidades – incluindo a Authors Guild, associação que representa milhares de escritores nos EUA – abriu um processo contra o Google, acusando-o de infringir direitos autorais com o Google Print, pois obras protegidas estariam disponíveis por completo na rede. Em agosto, o Google suspendeu seu projeto até novembro para dar a autores e detentores de direitos autorais a oportunidade de optar por não incluir suas obras no programa. O Google vem se defendendo dizendo que apenas fragmentos de cópias protegidas seriam disponibilizados, atitude que não infringiria as leis de direitos autorais.

O Yahoo! não revelou o orçamento total da biblioteca. Brewster Kahle, fundador do Internet Archive, convidou outras organizações (editoras, bibliotecas e até o Google) a se juntar ao projeto, que deverá ser disponibilizado ao público até o final de 2005. O mesmo convite foi feito pelo vice-presidente do conteúdo de buscas do Yahoo!. ‘Ficaríamos muito entusiasmados em ter o Google como participante da Open Alliance’, afirmou Mandelbrot.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem