Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

ENTRE ASPAS > SEGUNDA-FEIRA, 29/3

Alberto Dines e Octavio Frias são homenageados em Brasília

Por Leticia Nunes (seleção de textos) em 30/03/2010 na edição 583


Leia abaixo a seleção de segunda-feira para a seção Entre Aspas.


 


************


Folha de S. Paulo


Segunda-feira, 29 de março de 2010


 


CONDECORAÇÃO


Octavio Frias de Oliveira será homenageado em Brasília


‘O empresário Octavio Frias de Oliveira será homenageado postumamente com a outorga da Ordem do Mérito das Comunicações Jornalista Roberto Marinho, comenda destinada a personalidades que se destacaram por terem prestado relevantes serviços ao setor de comunicação no país.


Publisher do Grupo Folha, Frias morreu em 29 de abril de 2007, aos 94 anos.


A cerimônia acontecerá hoje, às 16h30, em Brasília, no Centro Cultural Banco do Brasil -sede provisória do governo-, com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e do ministro das Comunicações, Hélio Costa.


Também será homenageado com a Ordem do Mérito das Comunicações o jornalista Alberto Dines, que dirigiu o ‘Jornal do Brasil’ e a sucursal carioca da Folha e introduziu a crítica regular de jornalismo no país.


Octavio Frias de Oliveira será homenageado com o grau de Grã-Cruz da Ordem do Mérito das Comunicações, a mais elevada das cinco classes da comenda, criada em 1982.’


 


 


TODA MÍDIA


Nelson de Sá


Desconcentração


‘O portal iG adianta que a pesquisa anual Ipsos, a ser divulgada em uma semana, ‘confirma a mobilidade social’. Nos últimos cinco anos ‘a classe D/E perdeu 27 milhões’ para a C. O jornal ‘O Estado de S. Paulo’ acrescenta que ‘mais da metade dos negros e pouco menos da metade dos mestiços (pardos) pertencem hoje à classe média’, segundo novo levantamento do economista Marcelo Neri, da FGV.


Em sua coluna no ‘Valor’, dias atrás, ‘Ano 1 depois da crise: desigualdade ainda em queda’, Neri escreveu que a retomada na economia do país não se deve mais ao aumento da renda per capita, como antes da crise, mas à ‘desconcentração de renda’.


OTIMISTA & PESSIMISTA


Lado a lado no ‘Financial Times’, os economistas Jim O’Neill e Nouriel Roubini discordaram ‘severamente’ sobre a China. O’Neill saudou o maior consumo interno, que ‘acelera importações e ajuda muitos, muitos países’. Para Roubini, o crescimento chinês não é sustentável.


Por outro lado, agências e jornais de China, Índia e Rússia deram no fim de semana que os Brics, Brasil inclusive, como maior fornecedor, chegaram a acordo para uma ‘estratégia de segurança alimentar’ e ‘combate à fome’, com comércio ‘livre de discriminação’.


PORTO SEGURO


O ‘FT’ deu no sábado a análise ‘Dívida emergente é porto seguro’, recomendando títulos de Brasil e outros. O site financeiro Seeking Alpha, na mesma direção, postou ‘Olhando para o exterior atrás de lucros? Pense nos títulos do Brasil’.


NÃO, BOLHA


Ontem no topo das buscas de Brasil pelo Yahoo News, com Bloomberg, ‘Economia brasileira corre risco de superaquecimento, diz JPMorgan’. Logo abaixo, também da Bloomberg, ‘Ações do Brasil estão se transformando em bolha, diz UBS’.


CAOS? QUE CAOS?


Na home do UOL, ‘Avião brasileiro é melhor do mundo hoje, diz dono da Azul’. Em longa entrevista, o americano nascido no Brasil David Neeleman defendeu passagens mais baratas do que de ônibus, no país. Já os donos de Gol e Tam falaram ao ‘FT’ para a reportagem especial ‘Voos baratos tiram Brasil do ônibus’.


No mesmo ‘FT’, o colunista do setor, sob o enunciado ‘Aviação no seu momento de maior civilidade’, diz como foi bem tratado no aeroporto de Guarulhos.


MISSÃO


Na manchete do colombiano ‘El Tiempo’, com vídeo da venezuelana Telesur, ‘Reencontro emotivo do soldado com sua família’. Na BBC Brasil, reproduzida por outros sites daqui, ‘Missão com helicóptero brasileiro resgata soldado libertado pelas Farc’


A PRESSÃO CONTINUA


O chanceler britânico, David Miliband, defendeu no ‘New York Times’ as sanções ao Irã escrevendo que as alternativas, ‘Irã ter bomba ou Irã ser bombardeado’, são ‘horríveis’. O Conselho de Segurança deve ‘levar a sério sua responsabilidade, não só países como Grã-Bretanha e China, mas não permanentes como Brasil’. Na manchete do mesmo ‘NYT’, ‘Agências de inteligência ocidentais suspeitam que Irã planeja outras áreas secretas’.


ANSIEDADE


No destaque da semana no mundo, para a ‘Economist’, no próximo sábado o iPad chega aos consumidores. ‘O destino do aparelho não importa só para a Apple: editores de livros, revistas e jornais assistem ansiosamente.’ Na capa da ‘Newsweek’, ‘Por que o iPad vai mudar tudo’’


 


 


CAMPANHA


Catia Seabra


Nova regra eleitoral amplia exposição de Lula


‘Instituído no fim de 2009, um único parágrafo promete revolucionar a propaganda eleitoral deste ano e se transformar no novo cabo de guerra entre PT e PSDB na corrida presidencial.


A nova regra permite, por exemplo, a aparição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de sua candidata, Dilma Rousseff, nos programas estaduais de todos os partidos que integram sua aliança nacional, ainda que o PT não participe da coligação no Estado.


Até hoje, a presença de um político no horário eleitoral estava restrita ao tempo destinado a seu partido ou coligação.


Aprovada pelo Congresso, dentro da minirreforma eleitoral, a norma amplia o potencial de exposição dos candidatos à Presidência para além do tempo reservado para suas campanhas em rádio e TV. A regra se aplica a todos os pré-candidatos. Mas, como o arco de alianças da oposição tende a ser restrito, Lula e Dilma teriam maior margem de manobra.


Os tempos de TV de cada pré-candidato ainda não estão fechados, pois dependem da oficialização das coligações.


Com índice recorde de popularidade -de 76%, segundo o Datafolha-, Lula será importante cabo eleitoral. E a possibilidade de contar com sua presença nos programas estaduais poderá funcionar como estímulo para a costura de alianças.


‘É permitido ao partido político utilizar na propaganda eleitoral de seus candidatos em âmbito regional, inclusive no horário eleitoral gratuito, a imagem e a voz de candidato ou militante de partido político que integre a sua coligação em âmbito nacional’, diz o recém-criado parágrafo 6 do artigo 45 da Lei Eleitoral.


Advogado das campanhas do PT, Márcio Luiz Silva usa um caso para traduzir a nova regra: ‘Antes, Lula só poderia aparecer no horário do PT. Agora, Aldo Rebelo (PC do B) vai poder usar a imagem de Lula’.


Outro exemplo: no Rio, Lula e Dilma poderão participar da campanha de Sérgio Cabral Filho e da de Anthony Garotinho, desde que seus partidos, PMDB e PR, respectivamente, estejam nacionalmente ligados ao PT.


Tratado sem estardalhaço pelos principais partidos, o parágrafo contraria outro artigo da mesma lei, segundo o qual qualquer cidadão pode participar da propaganda de um partido se não for filiado a outro.


Para o advogado do PSDB, Ricardo Penteado, a nova regra contraria a Constituição, segundo a qual o partido tem direito a um tempo proporcional à representação no Congresso -ou seja, à quantidade de congressistas que elegeu.


O conceito seria ferido se o candidato de uma sigla pudesse ocupar o horário de outro. Além disso, diz ele, a regra afronta o princípio de independência de alianças nos Estados.


A controvérsia será submetida ao Tribunal Superior Eleitoral. Procurado pela Folha, o TSE reconheceu que a regra dá margem à presença de um candidato à Presidência no programa de outro partido nos Estados. Mas terá que ser analisado em plenário, já que, em tese, afronta outro artigo em vigor.’


 


 


TELEVISÃO


Andréa Michael


Íris Abravanel adapta novela mexicana já exibida pelo SBT


‘Uma mistura de paixão e vingança tempera a futura trama das oito do SBT, ‘Corações Feridos’. A autora, Íris Abravanel, concluiu e apresentou a sinopse da história ao diretor Del Rangel na última semana.


‘O protagonista se envolve em um amor proibido porque a amada é suspeita de ter matado a ex-mulher dele’, adianta.


Trata-se de uma adaptação da obra original de Caridad Bravo, levada ao ar no México em 1998, pela Televisa. Comprada pelo SBT, foi exibida no Brasil, dublada, em 2000.


‘Acabei de ler os originais, e os diálogos são muito bons.’


Pelo cronograma da emissora, a novela começará a ser gravada em agosto e estreará em setembro, na sequência de ‘Uma Rosa com Amor’, também dirigida por Rangel.


A continuidade é uma estratégia do SBT para estabilizar a faixa das ‘20h’ como seu horário nobre e fidelizar o público.


Mulher de Silvio Santos, dono do SBT, Íris Abravanel é a coordenadora do Núcleo de Teledramaturgia da emissora, uma engrenagem que roda com 300 empregos diretos.


Estreou no mundo das novelas com ‘Revelação’ (2009). Depois, ‘Vende-se um Véu de Noiva’ (2009), adaptação de obra de Janete Clair.


Animada com a estruturação do núcleo de novelas do SBT e a sequência de trabalhos colocados no ar, Íris pretende entregar, até 20/4, os vinte primeiros capítulos da nova trama.


CORRIDA


O plenário da Câmara dos Deputados deve decidir amanhã se o projeto de lei 29, que define novas regras para a televisão por assinatura, tramitará em regime de urgência. Se esse for o caso, deverá ser apreciado dentro de um prazo de 60 dias.


LIÇÃO DE CASA


Na próxima semana, ‘Malhação ID’ (Globo) ganhará novo personagem. O ator Carlos André Faria, viverá João, um adolescente viciado em crack que será flagrado pelos amigos comprando drogas. Servirá de mote para trazer para a ficção a discussão sobre o problema.


RETORNO


Na quinta, a MTV Brasil exibirá, com as MTVs de todo o mundo, a estreia mundial de ‘Last of The American Girls’, novo clipe da banda Green Day.


PROCURA-SE


Em ‘Legendários’ (Record), Super Tição terá como ‘escudeiro’ o anão Nestor. O ator, porém, está sumido: não foi à coletiva de imprensa da atração, na sexta, nem aparece nas fotos de divulgação do grupo. Também não deve estar no palco no programa ao vivo.


‘HOSTESS’


Deborah Secco será a apresentadora do show ‘Emoções Sertanejas’, gravado em São Paulo. Vai ao ar na quarta, após ‘Viver a Vida’ (Globo).


PIPOCA


Hoje, o ‘Metrópolis’ (Cultura) mostrará bastidores do longa ‘O Palhaço’, de Selton Mello e terá Sérgio Reis comentando ‘Coração Louco’, filme sobre cantor de música country.


com Clarice Cardoso’


 


 


Lúcia Valentim Rodrigues


Cães povoam escola em desenho nacional que estreia na Cultura


‘Cinco cachorros vão à escola.


O bagunceiro Lucas, a vaidosa Lili, o criativo Koda, a veterana Suki e o gorducho e preguiçoso Pedro imitam o cotidiano das crianças de três a sete anos, público alvo da animação ‘Escola pra Cachorro’, de Tiago Mello.


A estreia, hoje na TV Cultura, marca uma segunda fase para o desenho, que já foi vendido para Noruega, Oriente Médio e Suécia, estreou na Nickelodeon brasileira e em emissoras canadenses e agora chega à TV aberta daqui diariamente.


O programa foi coproduzido pelo Canadá, que pagou metade dos US$ 3,1 milhões (R$ 5,6 milhões) do orçamento. A outra parte veio de leis de incentivo.


‘Lidamos com o que a criança vive na primeira escola. É a realidade deles vista de outra maneira, mas com os mesmos dilemas: a obediência, o medo do diferente e até a crise na hora do banho’, diz o criador.


Segundo ele, mais de 2 milhões de pessoas já viram pelo menos um episódio. ‘Agora na TV aberta, acho que o burburinho vai ser ainda maior.’


O desenho aumentou em 98% a audiência da Nickelodeon no horário de outubro até dezembro de 2009, principalmente na faixa entre 4 e 11 anos.


Com 26 episódios, a primeira temporada teve produção musical a cargo de Sandra Peres e Paulo Tatit, do grupo Palavra Cantada. Agora a produtora Mixer busca recursos para fazer a segunda leva de desenhos.’


 


 


‘24 horas’ chega ao fim em oitava temporada


‘A série símbolo do mundo pós-11 de setembro, protagonizada pelo agente federal Jack Bauer (Kiefer Sutherland), levará ao ar seu último episódio no próximo dia 24 de maio, nos EUA, em um capítulo especial de duas horas. O seriado é um dos maiores sucessos da TV norte-americana e, desde 2001, quando teve início, foi premiado com 68 Emmys. ‘24 Horas’ deve ganhar agora uma versão para os cinemas.’


 


 


ATÉ QUANDO?


Álvaro Pereira Júnior


A morte lenta de revistas e rádios


‘Recebi a edição mais recente da revista ‘Word’. Diminuiu o tamanho, o papel está mais barato, as letras dos títulos ficaram menores (para ganhar espaço, compensando a redução do formato).


Recebi a ‘Uncut’ também. Diminuiu o tamanho, o papel está mais barato etc. Recebi a ‘New Scientist’. Quase não tem anúncios, o papel está mais barato também.


Comprei a excelente ‘The Atlantic’, uma instituição americana (fundada em 1857!). Está fininha, o papel ficou mais barato. E, claramente, está desesperada tentando se mostrar ‘mais jovem’.


Traz chamada de capa para duas reportagens pequenas: uma sobre o game ‘Pac-Man’ e outra sobre a banda Grateful Dead (fico imaginando o cara que acha que Grateful Dead e Pac-Man são assuntos jovens). E não anuncia, na mesma capa, a principal reportagem, sobre a indústria do suicídio legalizado na Suíça. Claro, suicídio é baixo-astral e não vende revista.


Vejo na internet que, pela zilionésima vez, a rádio on-line Woxy interrompeu as atividades. Era uma rádio ‘normal’, virou só web, mudou de cidade (de Cleveland para Austin). Tudo para tentar sobreviver. Mas está sem grana de novo.


Revistas de papel e rádios musicais -até quando?’


 


 


PUBLICIDADE


Mônica Bergamo


Geladeira


‘O Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) julga amanhã se suspende -ou não- a liminar que proibiu anúncios da cerveja Devassa alegando que eles abusavam do apelo sensual. Nas peças publicitárias, a americana Paris Hilton aparecia com um tubinho preto curtíssimo dançando e sendo fotografada por um voyeur. O caso foi analisado até agora apenas por um membro do Conar. Amanhã, outros 12 conselheiros, da câmara de recursos, decidem se mantêm ou não a censura.


É BOA E DEVASSA


A defesa da cerveja Devassa vai dizer que as peças foram centradas no fotógrafo, e não em Paris. E que a analogia feita entre o conceito de ‘devassa’, cerveja e a socialite é tão legítima quanto a que a Antarctica fez entre ‘boa’, a bebida e a atriz Juliana Paes.’


 


 


Tarso Araujo


Propaganda de cigarro conquista as adolescentes


‘Os cigarros vendidos nesta embalagem são finos, delicados. Alguns trazem como brinde batons com sabor de morango e joias para celular.


Com essa apresentação, o Camel nº 9 foi lançado e divulgado, em 2007, em revistas femininas dos Estados Unidos -onde se permite a propaganda de tabaco.


Cigarro para meninas? Segundo o fabricante, R. J. Reynolds, não. O alvo eram mulheres adultas, declarou a companhia em comunicado.


A campanha, no entanto, atingiu as adolescentes americanas, como mostra uma pesquisa publicada neste mês na revista ‘Pediatrics’.


O estudo acompanhou 1.036 crianças que tinham de dez a 13 anos em 2003. Uma vez por ano, até 2008, elas responderam questões como ‘qual seu anúncio de cigarro favorito?’.


A proporção de meninos que citavam alguma marca não mudou no período. A de meninas, porém, pulou de 34% para 44% no último ano da pesquisa -em 2008, exatamente após o lançamento do Camel nº 9.


‘É uma evidência definitiva de que [os fabricantes do cigarro] violaram o acordo’, diz John Pierce, autor do estudo, citando acordo de 1998 em que a indústria do tabaco se comprometia a não direcionar suas propagandas a adolescentes.


Na época do lançamento do produto, houve protestos de associações anticigarro e a campanha da marca foi interrompida. Mas a polêmica deu ainda mais evidência ao produto.


O estudo vem à tona na semana em que a FDA (agência americana que regula remédios e alimentos) aprovou uma regra que proíbe a venda de cigarros para menores de 18 anos e aumenta as restrições de anúncios de produtos de tabaco.’


 


 


 


************


O Estado de S. Paulo


Segunda-feira, 29 de março de 2010


 


TELEVISÃO


Keila Jimenez


Record engaveta A Lei e o Crime


‘A Record não deve mais subir o morro, pelo menos este ano. Com lançamentos programados para 2010, tanto o longa de A Lei e o Crime como a segunda temporada da série homônima foram adiados por tempo indeterminado na emissora. O filme, que chegou a ter parte do elenco escalado, orçamento nas alturas e até a promessa de um astro hollywoodiano, segue estagnado no papel. Já a nova temporada da série realmente foi empurrada para 2011. O principal motivo é a estreia de Ribeirão do Tempo, nova novela da Record. Além de parte do elenco, a série e o folhetim são do mesmo autor, Marcílio Moraes, que teria de dobrar a jornada – já puxada – de trabalho.


ÁLBUM Tarcísio e Glória, como eles mesmos, serão apresentados a Tarcísio (Land Vieira) e Glória (Raquel Fuina), filhos de Rose (Camila Pitanga) com nome em homenagem aos atores, na reta final de Cama de Gato, da Globo. O encontro rendeu foto na ficção e na vida real.


221 mil assinaturas de pay-pe-view tem o Big Brother Brasil 10, da Globo, até agora


‘O orçamento da MTV limitava as ideias. Na Record, a gente pede um elefante e eles dão’ Integrante do Hermes e Renato, agora no Legendários, da Record


A realização da F-Indy em São Paulo, com transmissão e esforço da Band, continua rendendo. A organização do evento estuda promover em outros anos duas corridas no Brasil e comemora os índice de audiência alcançados lá fora.


Segundo a Versus, empresa de TV a cabo que exibe a F-Indy no Canadá, EUA e México, a audiência da etapa em São Paulo foi 76% superior à da prova de abertura da temporada em 2009 – no tradicional traçado de São Petersburgo, na Flórida.


Novo canal pago para o público feminino, o Viva, da Globosat, terá em sua programação o Vale a Pena Ver de Novo e mais duas reprises de novelas da Globo. O Mais Você, de Ana Maria Braga e o seriado Mulher também estarão na grade do Viva, que estreia ainda neste semestre.


Tiago Leifert assumirá mais funções durante a Copa da África. Caberá ao apresentador do Globo Esporte ancorar uma espécie de noticiário diário sobre o evento.


‘Levante a mão quem comprou ou conhece alguém que comprou um CD do Mamonas Assassina? Os caras venderam 2 milhões de CDs e todo mundo conhece quem teve um disco deles. E quem conhece alguém que votou nesse Big Brother, que teve 92 milhões de votos? Vamos, levantem a mão!’. Dúvida levantada por um pastor em um culto evangélico em São Paulo.


Zezé Di Camargo e Luciano terão especial na Hebe no dia 19 de abril.


O GNT quer ser um canal ‘reality’, mais próximo da vida real do telespectador em 2010. Daí a ideia do novo programa de Claude Troisgros, que levará o chef para cozinhar na casa de simples mortais.


As Cariocas, série que marcará a volta de Daniel Filho à TV Globo, começa a ser gravada em maio.’


 


 


Fox anuncia último 24 Horas


‘A Fox confirmou na sexta-feira que a série 24 Horas chega à sua oitava e última temporada. Uma adaptação para o cinema, que resumirá o que seria o 9º dia de combate ao terrorismo na vida do insone agente secreto Jack Bauer (foto), foi prometida pelo ator Keifer Sutherland.’


 


 


DIGITALIZAÇÃO


Vaticano entra na era da internet


‘A Biblioteca Apostólica do Vaticano, fundada em 1475, começou a digitalizar seus 80 mil manuscritos religiosos em um projeto que deverá levar dez anos para ser concluído, informou ontem o responsável pela Biblioteca, Cesare Pasini. Esta será a primeira vez que todos os manuscritos serão fotografados para serem disponibilizados na internet. Ao todo serão 40 milhões de páginas, todas em alta definição.’


 


 


 


************

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem