Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

ENTRE ASPAS > TV SEM CONTEÚDO

Bia Abramo

01/02/2005 na edição 314

‘Às vezes, talvez fosse o caso de parar de besteira e esquecer esse negócio de dramaturgia, jornalismo, pedagogia, cultura, arte, qualidade, inteligência e partir para a ignorância. Aliás, partir não; permanecer seria um verbo mais exato. Ou ainda mergulhar, imergir, aprofundar, num segundo estágio. Onde? Na burrice, na estupidez, na cretinice, na irrelevância.

Deixar para trás qualquer idéia de que a TV, desligada, sirva para algo mais do que para esquecer a conta de luz, e, ligada, para algum propósito diferente do que vender produtos. Enfiar a cara na evidência de que a TV é mesmo emburrecedora, alienante, máquina de fazer doidos, ópio do povo -e, como móvel, estorvo.

Um mundo em que a TV fosse desinvestida de qualquer expectativa, menos da publicitária, seria um mundo mais apaziguado num certo sentido. Seria mais simples descartar a TV se ela fosse totalmente descarnada, reduzida a seu esqueleto de ferramenta de convencimento, de lavagem cerebral para o consumo mais porco. Mas não, a gente fica achando que a TV pode ser divertida, emocionante, didática, informativa, que ela pode ser um meio em que o melhor das realizações humanas seja mostrado, que ela deve ser xis ou ípsilon.

E dá, quase que sempre, com os burros n’água. Até que, zapeando, pára diante do E! – Entertainment Television. E lá estaciona por alguns minutos. Dez. Depois 20, 60. Ultrapassada a barreira da uma hora, as outras escoam como manteiga derretida. E lá se vai uma noite inteira diante do canal mais sem-vergonha da TV mundial (com algum exagero retórico), embalado pelo nada absoluto (sem muito exagero).

Porque, se não realiza totalmente essa distopia da TV sem máscaras, o E! chega muito, mas muito mesmo, perto disso.

O E! entende, como poucos, que ver TV é pura voragem de tempo, voracidade de consumo de imagens -e quanto mais anódinas, melhor. Para quem não conhece, é um canal dedicado às celebridades -do cinema, TV, mundo do ‘entertainment’ e limbo produtor de celebridades; dos EUA, claro, mas também da América Latina- e, com um acerto de gênio, as exibe em várias circunstâncias, empacota suas aparições em programas diferentes, extrai de suas vidas o máximo de fofocas e é isso.

Os que fazem o E! entendem como poucos o desejo de abandono, de obnubilação que acomete o espectador. Medem com precisão o mínimo de informação e emoção que uma imagem deve ter para poder atrair e manter o olhar -e, se isso é o que eles querem, é isso que terão. Particularmente habilidosos eles são em dar para esse supra-sumo da vacuidade um ar de credibilidade: seus programas vivem lotados de jornalistas, especialistas, subcelebridades que dão, muito compenetrados, depoimentos sobre o cabelo de não-sei-quem ou o divórcio de não-sei-que outro.

E, por fim, reinam, absolutos, num mundo feito de nadas cuidadosamente embalados.’



TV GLOBO CONDENADA
Daniel Castro

‘TJ condena Globo a indenizar cinegrafista’, copyright Folha de S. Paulo, 29/01/05

‘Em julgamento anteontem, a 6ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) manteve condenação imposta à TV Globo que a obriga a indenizar o cinegrafista Francisco Romeu Vanni, o Picapau, pela exibição de imagens em que policiais militares eram flagrados agredindo moradores e matando o conferente Mário José Josino na favela Naval, em Diadema, em 97.

As imagens foram feitas por Vanni, que acusa a Globo de ter se apropriado delas indevidamente. Vanni entrou com processo contra a Globo em 1997, por apropriação de direito autoral, e exigiu indenização de R$ 70 milhões.

Em 1999, segundo Jair Alves Barbosa, advogado de Vanni, o juiz da 3ª Vara Cível de São Paulo condenou a Globo a indenizar o cinegrafista em R$ 200 mil. Vanni recorreu, pedindo uma indenização maior. A Globo também entrou com recurso, argumentado que o valor a ser pago era alto.

No julgamento de anteontem, o TJ-SP, embora reconheça Vanni como autor das imagens na favela, negou provimento ao recurso do cinegrafista e acatou parcialmente o da Globo, reduzindo a indenização a R$ 100 mil.

Tanto o advogado de Vanni como a Globo afirmam que irão recorrer da decisão. ‘A Globo vendeu as imagens para o mundo todo, e o Picapau até hoje vive sob ameaças e não consegue emprego’, diz o advogado Barbosa.

O caso, chamado de ‘Favela Naval’, teve grande repercussão na época. As imagens foram exibidas pela primeira vez no ‘Jornal Nacional’ de 31 de março de 97 e ajudaram a alavancar a carreira do repórter Marcelo Rezende, que depois virou apresentador do ‘Linha Direta’ (hoje comanda o ‘Cidade Alerta’, da Record).

No processo contra a Globo, Vanni acusa a emissora de ter se apropriado de suas imagens à sua revelia. Segundo o advogado Barbosa, Vanni na época prestava serviços terceirizados à Globo, como operador de câmera do programa ‘Sai de Baixo’.

‘Ele relatou ao Daniel Filho [então diretor do ‘Sai de Baixo’] que tinha as imagens. Dias depois, apareceram um carro e um funcionário da Globo na casa dele. O funcionário disse a um sobrinho dele que o Picapau o tinha mandado buscar a fita com as imagens, e o rapaz a entregou’, afirma Barbosa.

Segundo o advogado, a Globo apresentou no processo um recibo em que diz ter pago R$ 10 mil pela fita a um terceiro (não Vanni). ‘Arrumaram um recibo frio’, acusa Barbosa.

A Globo não comentou as declarações do advogado.’



TV GLOBO
Daniel Castro

‘Pan-07 vira ‘mina de ouro’ para Globo’, copyright Folha de S. Paulo, 28/01/05

‘A Globo vai faturar pelo menos R$ 304 milhões com os Jogos Pan-Americanos de 2007, que serão disputados no Rio. É mais do que toda a receita que a emissora teve com a Copa de 2002 (R$ 300 milhões, incluindo promoções), que lhe deu um prejuízo (incluindo Globosat) de R$ 309 milhões.

A Globo pagou R$ 7,5 milhões pelos direitos de transmissão (não exclusivos) do Pan-07 _pela Copa-02, junto com a Globosat, desembolsou R$ 395 milhões.

A emissora lançou no mercado um plano comercial com seis cotas nacionais de patrocínio do Pan-07. Cada cota na Globo custa R$ 50,648 milhões. Quatro já foram vendidas (Caixa Econômica Federal, Olympikus, Telemar e Kaiser). Após a venda das cotas nacionais, a emissora irá oferecer duas cotas locais para cada uma das 118 estações que compõem a rede, o que irá aumentar em cerca de 20% as receitas com o evento.

Para conseguir transformar o Pan-07 nessa ‘mina de ouro’, a Globo agregou ao evento 34 competições que o antecedem, como maratonas e torneios de atletismo, vôlei, basquete e natação. Incluiu também eventos de ‘inclusão social’, como o ‘Dia Olímpico’ e torneios universitários.

Assim, para os patrocinadores, o Pan já começa em março. Do total de 3.045 inserções a que terão direito, 25% serão em 2005. A venda é ‘casada’ com outros veículos do grupo Globo e com direitos do COB (comitê olímpico).

OUTRO CANAL

Sem Roberto Buzzoni, diretor de programação da Globo, está voltando de feira de televisão em Las Vegas (EUA) sem um contrato com a Disney pelo direito de transmissão do Oscar-2005. O acordo que assinou com a multinacional só tem filmes e desenhos _mas nem o ‘blockbuster’ ‘Procurando Nemo’ está incluído.

Desdém A Globo gostaria de ter o Oscar, que foi do SBT até 2004, por ‘estratégia de programação’. Mas avalia que o produto é ruim de audiência e de faturamento. Se as negociações não avançarem, o Oscar ficará restrito ao canal pago TNT.

Mais faísca 1 Maria do Carmo (Suzana Vieira) e Nazaré (Renata Sorrah) vão se reencontrar em ‘Senhora do Destino’ logo após o Carnaval. Ambas estarão presas. A heroína, por ter desacatado um fiscal. A vilã, por ter invadido a casa de Maria do Carmo para transar com Josivaldo (José de Abreu) na cama da rival.

Mais faísca 2 Tanto Maria do Carmo como Nazaré ficarão pouco tempo atrás das grades. ‘As duas conseguem sair de forma irregular’, adianta o autor, Aguinaldo Silva.

Ladeira O segundo capítulo de ‘Mad Maria’ deu só 19 pontos no Ibope na Grande SP. É bem menos do que ‘Hoje É Dia de Maria’ (34 no segundo dia). Mas a Globo tem um vilão: devido ao futebol, a minissérie entrou no ar muito tarde (23h45).’



TV CULTURA
Daniel Castro

‘Cultura monta fábrica de desenho animado’, copyright Folha de S. Paulo, 27/01/05

‘A TV Cultura está montando em São Paulo um núcleo de produção de desenhos animados. É a segunda emissora brasileira a investir em produção própria e em série de animação, que, graças aos avanços tecnológicos, deixou de ser exclusividade de multinacionais. A primeira foi a MTV, que no ano passado rodou a série ‘Mega-Liga dos VJs Paladinos’.

O núcleo deverá produzir pelo menos uma hora por semana de desenhos _mais que o dobro da MTV. A primeira produção será a versão em animação da série ‘Castelo Rá-Tim-Bum’, que já está sendo roteirizada.

A Fundação Padre Anchieta (mantenedora da TV Cultura) está investindo R$ 800 mil na compra de equipamentos para a produção de desenhos. Uma equipe de profissionais da emissora já está sendo treinada em Londres.

A emissora prevê começar a produzir seus desenhos em março e estreá-los em maio.

A produção do núcleo de animação alimentará, primeiro, a programação do canal pago TV Rá-Tim-Bum, lançando em dezembro. Pouco depois, será exibida pela própria Cultura.

A TV Rá-Tim-Bum já atinge cerca de 500 mil dos 3,6 milhões de domicílios com TV paga no país. Deve chegar a 800 mil nos próximos meses. O canal, no entanto, encontra dificuldades para entrar nas duas maiores operadoras: a Net e a Sky, que têm participações acionárias da Globo.

OUTRO CANAL

Novos tempos O galã Marcos Palmeira resolveu dar um tempo de TV Globo e está fechando contrato com a HBO. Será Mandrake, o protagonista da série homônima que a multinacional roda no Brasil a partir de março, com recursos (R$ 6 milhões) depositados na Ancine (Agência Nacional do Cinema).

Identidade É Juliana Silveira, ex-protagonista de ‘Malhação’, novela em que fez par com Henri Casteli, a principal atriz do elenco de ‘Floribella’, trama que a Band estréia em março.

Cenas 1 Depois de se ‘vingar’ de Cláudia (Leandra Leal) na ‘escada assassina’, Nazaré (Renata Sorrah) concentrará sua vilania agora em Isabel (Carolina Dieckmann), a filha que roubou, vestida de enfermeira, de Maria do Carmo (Suzana Vieira).

Cenas 2 Depois do Carnaval, Nazaré tentará roubar o ‘neto’. ‘Ela chega a estar presente na hora do parto de Isabel, vestida de enfermeira. Quase escapa com a criança, mas é impedida por Edgard [Dan Stulbach]’, conta Aguinaldo Silva, autor de ‘Senhora do Destino’, que anteontem deu 60 pontos (novo recorde).

Crítica Foi decepcionante o primeiro capítulo de ‘Mad Maria’. Esperava-se ao menos muita ação, mas só houve uma burocrática apresentação de personagens e do contexto histórico.’



BBB
Daniel Castro

‘Globo prevê ‘BBB’ pelo menos até 2007’, copyright Folha de S. Paulo, 26/01/05

‘O ‘reality show’ ‘Big Brother Brasil’ deverá ter pelo menos mais dois anos de vida, surpreendendo os críticos do gênero e muita gente da própria Globo.

Com a boa audiência da quinta edição, Octavio Florisbal, diretor-geral da Globo, já fala até em ‘BBB 7’, a ser exibido em 2007.

‘Enquanto ‘Big Brother’ tiver bom nível de aceitação, vamos produzi-lo. O quinto está indo bem, então devemos ter o sexto e o sétimo’, disse o executivo.

‘BBB 5’ é, até agora, com folga, a maior audiência de todos os ‘BBBs’. Sua média até segunda-feira (duas primeiras semanas) era de 49 pontos na Grande São Paulo, com a sintonia de 67% dos televisores ligados (‘share’). É a segunda maior audiência da Globo, atrás de ‘Senhora do Destino’ (55 pontos na semana passada).

Em suas duas primeiras semanas de exibição, o primeiro ‘Big Brother Brasil’ marcou 45 pontos (63% de share). O último (‘BBB 4’) cravou 44 (64%) no período.

Subproduto de ‘Big Brother Brasil’, já está fazendo relativo sucesso um jogo para celular, o ‘Meu Big Brother’, que é inspirado no brinquedo Tamagotchi. O usuário adota virtualmente um dos participantes e tem que cuidar dele (dar comida, limpar). Só na primeira semana, uma operadora de celular registrou mais de 10 mil ‘downloads’. A miss Paraná, Grazielli, é a mais ‘adotada’.

OUTRO CANAL

Enigma A protagonista da novela ‘Floribella’, cujo elenco a Band vem mantendo em segredo, será uma ex-protagonista de ‘Malhação’. Tem olhos verdes e está com os cabelos castanhos.

Lançamento A Globo começou a gravar anteontem o concurso ‘América’, do ‘Caldeirão do Huck’, que irá escolher uma atriz para a próxima novela das oito. Vinte candidatas fizeram testes em estúdio (interpretaram um texto). Dez foram selecionadas e aparecerão no ‘Caldeirão’ a partir do dia 19.

Ao normal O programa de Luciano Huck, que não era gravado desde o início de dezembro, voltou a ser produzido, agora na praia do Pepê. A atração, depois de sofrer uma derrota apertada para o SBT no dia 15, voltou a ser líder, com muita folga, no sábado passado. Marcou 16 pontos na Grande São Paulo, contra 8 do SBT.

Reforço Tarcísio Filho começou ontem a gravar ‘Começar de Novo’ (novela das sete da Globo). Será Estevão, um delegado interventor, boa pinta, com um lado misterioso. Se envolverá com a personagem de Paloma Duarte e fica até o final.

Novo Mariana Ximenes vai aparecer em ‘América’ com um visual muito diferente. A loira, com cabelos curtinhos, virou morena. Na novela de Glória Perez, será filha de Edson Celulari e Christiane Torloni e divide seu tempo entre o Rio e Miami.’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem