Domingo, 13 de Outubro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1058
Menu

ENTRE ASPAS >

Comunique-se

22/09/2009 na edição 556

EUA
Comunique-se

Filha de George W. Bush estreia como repórter

‘Jenna Bush Hager, filha do ex-presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, estreou como correspondente da NBC na última sexta-feira (18/09). A entrevista, veiculada no programa ‘Today’, foi realizada com Dalton Sherman, um garoto de 11 anos que ficou conhecido por um vídeo motivacional postado no Youtube.

Ela foi apresentada aos telespectadores na quinta-feira (17/09), mas sua primeira matéria foi ao ar apenas no dia seguinte. Jenna entrou ao vivo, direto do estádio do Dallas Cowboys.

Do estúdio em Nova York, o âncora do programa, Matt Lauer, conversou com Jenna. No fim, deu nota dez para a estreia da nova repórter.’

 

OUVIDOR
Izabela Vasconcelos

Ombudsman da Folha diz que jornal não atende maior parte de suas sugestões

‘O ombudsman da Folha de S.Paulo, Carlos Eduardo Lins da Silva, na ‘Sabatina na Folha’, evento realizado nesta segunda-feira (21/09), afirmou que na maioria das vezes a redação não atende suas sugestões. Lins também disse que não sabe como medir quando algo foi feito por sua sugestão ou por outros motivos, já que não tem uma relação estreita com a redação.

Uma de seus mais recentes apontamentos, que ainda aguarda uma posição dos jornalistas, foi do caso da regulação da imprensa argentina. ‘Sugeri que a redação faça uma avaliação entre a proposta de Lei de mídia argentina e o que é feito em outros países, como Estados Unidos, porque acho que não seja algo tão diferente’.

Principais erros do jornal

Questionado sobre os principais erros cometidos pelo jornal desde que assumiu o cargo, em 2008, Lins destacou o episódio da ficha falsa da ministra Dilma Rousseff e a matéria que alertava, com dados desatualizados e fora de contexto, a possibilidade de a Gripe A infectar 35 milhões de brasileiros em dois meses.

Outro fato que não deveria ocupar manchete da Folha, em sua opinião, foi a morte de Michael Jackson. ‘A morte dele não é manchete para a Folha. É manchete para a Contigo. Deve ser primeira página, mas não manchete’.

Além de criticar o jornal, como é sua função, Lins destacou a cobertura dos conflitos entre Palestina e Israel como um trabalho bem feito pela equipe de reportagem, que mantém um correspondente na região dos conflitos.

O que irrita o ombudsman

O jornalista declarou que uma das coisas que mais o ‘irritam’ no jornal é quando a redação publica um assunto e depois ‘some’ com o tema, perde os desdobramentos. Lins também criticou a postura da redação quando, em certas ocasiões, o veículo só reage aos fatos. Além disso, o jornalista também disse que o jornal tem disposição para cobrir apenas corrupções na política, mas não acompanha como deveria a tramitação e aprovação de leis importantes para os cidadãos, entre outros fatos do Congresso.

Além de responder perguntas da platéia, Lins foi entrevistado pelo colunista da Folha Marcelo Coelho, Eleonora Gosman, correspondente do jornal argentino Clarín, Verónica Goyzueta, correspondente do espanhol ABC, e Eugênio Bucci, professor da ECA-USP e colaborador de O Estado de S. Paulo.’

 

AMEAÇA
Comunique-se

Homens armados ameaçam equipe de reportagem do jornal A Tarde

‘Uma equipe do jornal baiano A Tarde foi ameaçada por homens armados enquanto tentava cobrir um incêndio na comunidade Areal, no bairro da Santa Cruz, em Salvador. Seis jovens, aparentando idades entre 16 e 20 anos, portavam pistolas e obrigaram os jornalistas a deixarem o local.

‘Vaza! Vaza!’, disse um dos rapazes à equipe de reportagem. Dois deles chegaram a bater com as armas nas janelas do carro. Um portava uma pistola niquelada, aparentemente nova. Outros faziam menção de atirar’, informa matéria publicada no A Tarde desta segunda-feira (21/09).

A ameaça aconteceu por volta das 16h. O repórter Flávio Costa e o repórter-fotográfico Fernando Amorim, junto com um motorista do jornal, estavam num carro identificado quando foram abordados. A equipe deixou o local imediatamente e registrou o caso na 28ª DP, do bairro Amaralina.

‘Há jovens armados por toda a cidade, isso ninguém nunca escondeu. O tráfico de armas tem que ser controlado. Infelizmente, aconteceu com a equipe de A TARDE, mas, se resolvesse voltar lá com os policiais, os bandidos recuariam, não ficariam para enfrentamento’, disse a delegada titular da 28ª DP, Jussara Souza, ao jornal A Tarde.’

 

TELEVISÃO
Comunique-se

Record ataca Globo por matéria publicada na revista Época

‘A Rede Record rebateu matéria publicada na revista Época desta semana que traz denúncias contra a Igreja Universal do Reino de Deus. O programa Domingo Espetacular deste domingo (20/09) dedicou mais de cinco minutos para relembrar as acusações que faz contra as Organizações Globo, além de acusar a emissora de tratar evangélicos com desrespeito em sua programação.

A reportagem da revista Época, intitulada ‘Aprendi a extorquir o povo’, apresenta declarações de Gustavo Alves da Rocha, ex-bispo da Igreja Universal que revela como é arrecado e utilizado o dinheiro dos fiéis. O entrevistado também acusa a Universal de pagar artistas e jornalistas, além de comprar estúdios com o dinheiro do dízimo de seus membros. A Record alegou que a publicação da reportagem acontece justamente na semana do lançamento de seu portal de notícias, o R7, que irá concorrer com o G1.

Como resposta à matéria da Época, o Domingo Espetacular voltou às denúncias contra a emissora de Roberto Marinho, com acusações de uso de terreno público como parte de suas instalações em São Paulo, compra irregular da TV Paulista, empréstimo da Caixa Federal para a construção do Projac. A Record também apresentou cenas de novelas e minisséries em que afirma que a Globo trata os evangélicos com ‘intolerância, preconceito e desrespeito’.

A reportagem também anuncia que a edição especial da Folha Universal deste final de semana, com tiragem de 3,5 milhões de exemplares, traz a manchete ‘Como a família Marinho destrói o Brasil? A edição desta semana é dedicada a fazer denúncias contra a Globo e a família Marinho e levantar questionamentos. No final do jornal, a pergunta ‘Quem pode salvar o Brasil da Globo?’

Em nota oficial, a Record desmentiu as acusações veiculadas pela revista, afirmando que todos os investimentos e salários são pagos pela própria emissora.

A Globo informou que todas as reportagens do caso Universal sempre estiveram baseadas em denúncias formuladas pelo Ministério Público do Estado de São Paulo.’

 

******************

Clique nos links abaixo para acessar os textos do final de semana selecionados para a seção Entre Aspas.

Folha de S. Paulo

Folha de S. Paulo

O Estado de S. Paulo

O Estado de S. Paulo

Comunique-se

Carta Capital

Terra Magazine

Agência Carta Maior

Veja

Tiago Dória Weblog

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem