Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

ENTRE ASPAS > CASSETA VS. PÂNICO

Keila Jimenez

06/07/2005 na edição 336

‘Levar pizza aos deputados envolvidos na CPI, em Brasília, atormentar personalidades – a última foi criar um desenho parecido com o das Meninas Superpoderosas com a cara de políticos. Estão cada dia maiores as semelhanças entre o humor do Pânico na TV! e o dos rapazes do Casseta & Planeta.


Em entrevista ao Estado, o casseta Marcelo Madureira – que se diz fã do Pânico – admite que observa certa ‘inspiração’ dos humoristas da Rede TV! na sua trupe, que há mais de dez anos encara um semanal na Globo.


Você acha que o Pânico imita vocês?


É claro que existe uma inspiração, uma influência, a gente percebe, sim, mas gosto do Pânico, sou telespectador deles. Acho que eles têm coisas bacanas, mas muita coisa repetida que a molecada de agora olha e acha demais! Coisas que fazíamos há 12 anos… Prefiro a parte em que eles são originais.


Essa coisa de entregar pizza na CPI você já fizeram, não é?


Estamos em nossa 4ª CPI, somos velhos nisso (risos). Até já cansamos dessa repetição.


O Pânico reclama que não tem recursos como vocês e que os políticos não os atendem…


Bem, eles gostam de tirar onda com essa história de limitação orçamentária… Realmente, temos um esquema bom quando vamos para Brasília. Além do apoio do pessoal da Globo de lá, que sabe onde os políticos almoçam, por onde saem, já temos nossa bancada cassetista lá. Posso dizer que nossa base aliada é melhor que a do Lula (risos). Tem o (Fernando) Gabeira e o Arthur Virgílio que sempre nos ajudam. Não dá para chegar lá de soldadinho e tentar entrar na Câmara. Tem senador que deixa a gente ficar escondido no gabinete dele. Sabe que no gabinete a segurança não entra, né? Temos o nosso esquema. Só o pessoal do PL e PTB não gosta da gente. Não sei por quê?! (risos)


É difícil o humor se renovar?


Difícil é, mas tem gente que faz coisa nova, mesmo bebendo em fontes do passado. Eu, como telespectador, presto atenção na repetição, percebo quando um quadro não dá mais. Esse lance do Vesgo e do Silvio de ficarem atrás das celebridades já está cansando, acho que eles deveriam apostar nas outras coisas bacanas do programa… Acho engraçadas as matérias da Sabrina. O cara que imita o Glu Glu é bom e o Merchan Neves também. Eles podem imitar artistas de outra emissora, a gente não. A Globo acha que quando fazemos isso estamos colocando azeitona na empada dos outros. Uma pena! Mas gosto mesmo é da Sabrina, espero um dia conhecê-la mais a fundo (risos).


Mas o fato de eles ‘se inspirarem’ em vocês não incomoda?


Não, acho que só se imita alguma coisa que é boa. O que não gostei foi de um lance que rolou no campo de shows. Temos um quadro nos nossos shows fechados em que brincamos com o celular, ligamos para Brasília, tal… Fiquei sabendo que os caras do Pânico estavam fazendo igual nos seus shows. Isso já é sacanagem. Eles podiam ter ligado e pedido para usar o quadro, tudo bem. No Brasil, humorista não pode reclamar, assunto para virar piada é o que não falta. O que desejo ao Pânico é longevidade, isso é o mais difícil…’


ESTRELA GLOBAL


Laura Mattos


‘Globo proíbe boi-astro de ser montado’, copyright Folha de S. Paulo, 5/7/05


‘A fama de mau do Boi Bandido, ‘astro’ de ‘América’, é garantida por contrato firmado com a Globo. O documento é válido até novembro, quando acaba a novela das oito, e proíbe o animal de ser montado em rodeios da vida real.


Na trama, o boi é temido por todos os peões, que se recusam a montá-lo. O objetivo da Globo é garantir que ele não seja ‘domado’ em competições, o que prejudicaria a imagem de ‘invencibilidade’, e evitar que se machuque.


Desde a estréia como ‘ator’, ele só desfila nas arenas sob chuva de prata, e um telão mostra sua performance. Mistura de nelore e simental, pesa uma tonelada. Segundo o tourobandido.com.br, mais de 200 peões já tentaram a ‘façanha’ de permanecer oito segundos no touro, mas o recorde até agora foi de quatro segundos.


Em ‘América’, o protagonista Tião (Murilo Benício) não terá sucesso na primeira tentativa. Cairá e será levado a um hospital.


O papel em ‘América’ já rendeu a Bandido mais de 300 reportagens em TV, jornais e revistas. Já tirou foto até para a ‘Caras’ e viveu um ‘dia de celebridade’ na ‘Contigo’. No dia 20, ganha uma carreta nova com amortecedores melhores para tornar mais confortáveis suas viagens pelo país, inclusive as idas para gravar no Projac. Seu proprietário, Paulo Emílio Marques, firmou acordo também com a Globo Marcas para o lançamento de uma linha de Bandido, de roupas a brinquedos.’


NAZISMO E PORNOGRAFIA


Alexandre Hisayasu


‘Acusado de ação pró-nazismo é preso em SP’, copyright Folha de S. Paulo, 5/7/05


‘O vendedor Reginaldo de Lima, 37, foi preso na manhã de ontem, na residência onde vivia com os pais e a irmã, na Vila Carioca, região do Ipiranga, na zona sul de São Paulo, sob acusação de fazer apologia ao nazismo.


Na casa de Lima, a polícia encontrou e apreendeu livros, filmes, medalhas, selos, carteiras de trabalho alemãs, suásticas e CDs sobre nazismo.


‘Não esperávamos encontrar tanto material. Ele também vendia e comprava alguns itens pela internet’, disse a delegada Margarette Barreto, do departamento de proteção à pessoa do Gradi (Grupo de Repressão e Análise dos Delitos de Intolerância) e responsável pelo caso.


Segundo a polícia, Lima, que é investigado desde 2003, é dono de um site de conteúdo nazista. A página era hospedada na Argentina e, segundo o acusado, estava no ar desde 2001.


A polícia também informou que o endereço na internet só será desativado com autorização judicial -este foi um detalhe que chamou a atenção dos policiais, pois o site só está hospedado em outro país porque nenhum provedor do Brasil quis hospedá-lo.


‘Ele [Lima] procurou por lugares onde a divulgação de material nazista não é considerada crime’, explicou a delegada.


Lima nega as acusações. Segundo ele, o material contido no site é para ser usado como fonte de pesquisa. ‘O que está ali é uma visão pura, sem distorção ou juízo de valor sobre o assunto. Nunca imaginei que teria problema com isso’, afirmou o comerciante. Lima foi autuado em flagrante por crime de racismo, sob acusação de fazer apologia ao nazismo.


Segundo a delegada, a prisão está baseada na lei 7.716, que prevê pena de dois a cinco anos de prisão por fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propagandas que utilizem a cruz suástica, ou gamada, para fim de divulgação no nazismo.


Site


O ditador Adolf Hitler é considerado ‘grande personalidade’ no site produzido por Lima, mas não há declarações explícitas de anti-semitismo. ‘Eu não quis pender para nenhum lado, fiz um trabalho neutro’, disse Lima.


O site tem uma seção que expõe condecorações a soldados alemães e um espaço destinado às últimas palavras dos líderes nazistas condenados por crimes de guerra pelo tribunal de Nuremberg, na Alemanha, depois do final da guerra, em 1946.


Na página inicial, uma nota de Lima diz que o site pretende ser apenas uma fonte alternativa de pesquisa e que ‘repudia qualquer forma de nazismo’.’


Folha de S. Paulo


‘Site é usado como fonte de pesquisa’‘, copyright Folha de S. Paulo, 5/7/05


‘O vendedor Reginaldo de Lima fez questão de falar com os jornalistas para se defender das acusações de apologia ao nazismo. ‘Nunca tive nenhum contato com grupos nazistas. O site serve apenas para ser usado como fonte de pesquisa’, disse ele.


Sobre o material encontrado em sua casa que, segundo a polícia, tem conteúdo nazista, o vendedor afirma que comprou em bancas de jornal que vendem livros usados. ‘Tudo é comercializado livremente. Não há nada ilegal nisso’, disse o vendedor.


Lima contou que montou o site em 2001 porque se considera um ‘admirador’ da história. No entanto, todos os provedores brasileiros procurados por ele se recusaram a hospedar o site.


‘O que eu mostro é apenas o conteúdo do material, sem fazer juízo de valor. O que me incomoda é que os provedores que não quiseram hospedar o site exibem tranqüilamente material pornográfico’, afirmou.


Durante a entrevista, o vendedor afirmou ser um admirador de Adolf Hitler. ‘Um pouco antes da 2ª Guerra Mundial, a Alemanha vivia uma crise econômica muito grande. Hitler procurou ajudar o povo criando mais emprego. Essa atitude me causou admiração.’’


***


‘Jovens são detidos por divulgar vídeo erótico com imagens de garota de 15 anos’, copyright Folha de S. Paulo, 6/7/05


‘O juiz da 2ª Vara da Infância e Juventude do Rio, Marcelo Alberto Chaves Villas, determinou no início da noite de ontem a internação, por 45 dias, dos dois adolescentes de 17 anos acusados de divulgarem, na internet, um filme em que um deles aparecia tendo relações sexuais com uma ex-namorada, na época com 15 anos.


A menina, que denunciou os dois rapazes, afirma que não sabia que estava sendo filmada.


Na semana passada, o Ministério Público apreendeu na casa dos adolescentes computadores em que as imagens estavam gravadas, junto com outras cenas de sexo, incluindo pedofilia. O filme em que aparecia a garota circulava pela internet e foi encontrado em sites de vários países, como Noruega e China.


A internação foi pedida pelos promotores Renato Teixeira Pinto e Felipe Pires Cuesta. Mas as famílias dos rapazes podem tentar reverter a decisão com pedido de habeas corpus.


A Folha não conseguiu encontrar ontem nem os responsáveis pelos garotos nem seus advogados. Eles foram detidos ontem em suas casas, na zona sul do Rio, e levados à 2ª Vara da Infância e da Juventude, que determinará onde serão internados.


Ao justificar sua decisão, o juiz Chaves Villas disse que os adolescentes ‘talvez estejam vinculados a uma rede internacional de exploração de pedofilia, o que torna a conduta ainda mais reprovável’. Afirmou ainda que a filmagem e a divulgação do filme trazem ‘conseqüências irremediáveis para a vítima’.


Colegas de escola da adolescente viram o filme. Ela disse que passou a ser reconhecida na rua e teve que mudar de colégio.’


GOOGLE


O Estado de S. Paulo


‘Presidente da Microsoft diz que Google é uma bolha’, copyright O Estado de S. Paulo, 5/7/05


‘O diretor-presidente da Microsoft, Steve Ballmer, disse, em entrevista à emissora de televisão australiana Channel Nine, que ‘o Google é uma nova bolha, prestes a estourar’. ‘Não estou caluniando, nem afirmando que o Google não é uma boa coisa, mas suas ações, sob o ponto de vista de uma economia normal, estão altas demais’, disse. O preço dessas ações mais que triplicou desde agosto de 2004, e o Google acabou de entrar na lista feita pelo Financial Times das 100 maiores empresas do mundo.’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem