Terça-feira, 16 de Outubro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1008
Menu

ENTRE ASPAS >

Luis Peazê

03/08/2004 na edição 288

‘Estamos às vésperas do aniversário do Direto da Redação e a mensagem desta crônica, com a licença dos nossos assíduos leitores, é para os futuros jornalistas, estudantes de jornalismo em fase de graduação ou debutantes nas redações de veículos.

Impus um desafio a mim mesmo, o de escrever as setecentas palavras deste meu espaço, sem utilizar uma determinada palavra, quase impossível de ser evitada em qualquer texto, e em apenas quinze minutos, pois é o tempo disponível antes do editor encerrar a edição de domingo. O Brasil sagrou-se campeão da Copa América, empatando o jogo contra a Argentina duas vezes, uma aos 45 minutos do primeiro tempo, e outra aos 45 minutos da etapa final do jogo e depois vencendo nos pênaltis e, além de me dar o gancho para esta crônica, me impôs esta limitação. Então eu transformei a limitação num desafio, e transfiro o mesmo aos jornalistas do futuro lançando aqui, antes do nosso editor, à revelia, correndo o risco de ser vetado, arriscando o meu espaço, e vivenciando uma situação corriqueira na carreira de todo o jornalista – a de desafiar o chefe, o editor, o dono do jornal, as regras de um modo geral em função de escrever algo inédito, de se superar, de sair da mesmice, de subverter a pauta, isso às vezes acontece. A propósito, isto só é possível aqui no Direto da Redação.

E qual é a palavra impossível de ser evitada em qualquer texto? Deixe isso de lado por enquanto, e aceite o desafio proposto a seguir: o Direto da Redação faz um convite aos jornalistas em fase de graduação ou ora trabalhando nas redações por aí afora, ganhando experiência, vivenciando na prática a aprendizagem acadêmica, sentindo na pele como é difícil escrever com as tantas limitações impostas pela profissão, evitando a opinião particular, sem envolver-se com a notícia, tomando o cuidado para não usar adjetivos desnecessários, de preferência nenhum absolutamente, não ser parcial, não omitir dados, não repetir-se, enfim, a lista é interminável, e fundamentalmente não errar – quase por si só uma impossibilidade.

Então, se você tiver uma pauta na cabeça, uma reportagem latejando no coração, a vontade de entrevistar alguém e publicar, talvez com receio de o seu editor não se interessar, ou quem sabe tenha uma matéria rejeitada, e queira mesmo assim vê-la publicada, com a sua autoria, a sua assinatura, este espaço é seu, jornalista do futuro. Basta enviá-la para o editor do Direto da Redação, a partir do mês de agosto, quando o DR completa três anos online sem interrupção, sem patrocínio, sem imposições de políticas internas complicadas típicas de grandes veículos, sem limitações a não ser como esta, de tempo, e, no meu caso, de não poder usar uma determinada palavra.

Mas agora eu devo pedir licença aos jornalistas do futuro, para me dirigir aos nossos leitores, e agradecê-los com carinho (aqui no DR pode), os verdadeiros responsáveis pela nossa permanência online por todos esses trinta e seis meses, com um time de colunistas experimentados escrevendo duas vezes por semana, sem nenhuma limitação a não ser a do tempo implacável. Aliás está se esgotando o meu tempo e o espaço aqui também.

Espero ter dado o recado, espero também dos futuros jornalistas textos inéditos, de reportagens de preferência, pois estamos cheios de opiniões, é, nós aqui de tão habituados à liberdade de expressão só damos opinião, embora todas sejam embasadas por informações acumuladas e transbordantes, mas enfim, sentimos falta às vezes daquelas limitações das redações por onde trabalhamos. É uma contradição, concordo, mas o importante é não perder o foco da essência da matéria, e a essência aqui era o tempo, esgotado neste momento, e a impossibilidade de escrever uma determinada palavra.

Faça uma tentativa, ponha o alarme de um relógio para quinze minutos e conte uma história por escrito, tente dar um recado, opine informando ao mesmo tempo, escreva uma crônica, faça uma denúncia, é, isso a gente gosta aqui no Direto da Redação, em aproximadamente setecentas palavras, ou uma pauta e meia, sem usar a palavra ‘que’. Impossvel, acabei de escrevê-la. Tudo bem, esqueça esta brincadeira boba e passe a escrever suas matérias inéditas para o Direto da Redação, o espaço é seu e de nossos leitores. (*) Bibliomaníaco, inteiramente dedicado ao mundo das letras. é escritor e jornalista, autor de livros de aventura, ficção e humor, e cronista em vários periódicos. Dirige a Clínica Literária www.luispeaze.com’



Comunique-se

‘Direto da Redação comemora três anos e anuncia novidades’, copyright Comunique-se (www.comuniquese.com.br) , 20/07/04

O Direto da Redação, editado por Eliakim Araujo e Leila Cordeiro, completa três anos em agosto. Para comemorar o aniversário, o site de opinião anuncia algumas novidades.

A primeira é o espaço que a página vai oferecer aos estudantes de comunicação para divulgarem seus trabalhos. A seção O Jornalista do Futuro já está aberta para recebimento de material produzido por universitários de todo Brasil. A preferência será por reportagens, mas textos e opiniões também serão examinados pelos editores. Basta mandar um e-mail para contato@diretodaredacao.com para enviar a colaboração. Os editores recomendam que os textos não ultrapassem uma página e meia de word, em letra arial, tamanho 12, e os escolhidos serão divulgados semanalmente pelo Comunique-se.

Um novo colunista será incorporado à equipe do DR. É o Marcello D’Angelo, ex-Eldorado e ex-Bandeirantes e atual Diretor de Assuntos Corporativos do Wal-Mart Brasil. Como os demais colunistas, Marcello terá o direito de expressar livremente suas opiniões, pois o Direto da Redação não tem nenhum compromisso comercial, político ou ideológico.

Por último, o Direto da Redação está sendo totalmente redesenhado pela Arstechnica, uma empresa especializada de São Paulo, responsável pela produção de portais de empresas brasileiras.’



ISTOÉ VENDE CAPA
Mônica Bergamo

INFORME 1‘, copyright Folha de S. Paulo, 2/08/04

‘A reportagem de capa da ‘Isto É’ de 28 de julho, que tem o Rio de Janeiro como tema, foi bancada pelo Sesi fluminense. Eduardo Gouveia Vieira, presidente da Firjan (e do Sesi), disputará a quarta eleição seguida e teria financiado a publicação.

Nessa edição, saíram duas páginas de anúncio do sistema Sesi/Firjan. Outros viriam por aí.

INFORME 2

Domingo Alzugaray, diretor da Três Editorial, que publica a ‘Isto É’, comprou a TV Sul Fluminense, afiliada do sistema Bandeirantes, em Barra Mansa, no miolo industrial do Rio.

Alzugaray teria fechado o negócio no final de 2003, por um valor entre R$ 6 milhões e R$ 8 milhões. A TV ainda não mudou formalmente de sócio; continua em nome de Feres Nader.’



DISCOVERY MAGAZINE
Eduardo Ribeiro

‘Discovery Magazine chega às bancas nesta 5ª’, copyright Comunique-se (www.comuniquese.com.br) , 30/07/04

‘Uma grande festa marcada para esta quarta-feira à noite, na Lucky Disco (Rua Clodomiro Amazonas, 907, em São Paulo), a partir das 20 horas, marcará o lançamento oficial da Discovery Magazine, primeira experiência mundial do canal Discovery com uma revista que leva seu nome. E o Brasil foi o país escolhido para testar o produto, que, se der certo, será exportado para várias outras regiões do planeta.

O projeto, que sai pela Synapse (Grupo Domo), vinha sendo preparado em absoluto sigilo há mais de um ano, e o seu vazamento para o mercado, meses atrás, levou os idealizadores a adiá-lo. Nesta próxima quinta-feira (29/7) finalmente a revista chega às bancas, tendo no comando editorial Fernando Valeika de Barros, profissional com muitos anos de estrada e que foi da Playboy e de outras publicações da Abril. Na equipe estão ainda o editor Afonso Capelas Júnior, o diretor de Arte Marco Cançado, os repórteres Rodrigo Rudiger, Fabiana Oliveira e Sérgio Pereira Couto, a chefe de Revisão Fabiana Pino e as revisoras Elisabete Pereira, Sílvia Almeida e Sirlene Farias. A edição de estréia sai com 90 páginas, 10 mil exemplares e preço de capa de R$ 8,90.’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem