Sábado, 25 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

ENTRE ASPAS > FIM DE SEMANA, 24 E 25/02

O Estado de S. Paulo

26/02/2007 na edição 421


INTERNET
Jair Aceituno


Advogado é acusado de racismo


‘Um bate-papo na internet terminou na Justiça em Bauru, no interior de São Paulo. A recepcionista Sandra Santana Cabral, de 27 anos, está processando o advogado Ricardo Luiz Oliveira Costa, de 38 anos, por ameaça, difamação e injúria racista.


A história teve início em junho do ano passado, quando ambos conversavam via internet. Ela usava o apelido Pérola Negra e ele, Homem Fogoso. Segundo Sandra, os dois marcaram um encontro, mas, logo que a viu, Costa foi embora, dizendo que ela era ‘mais negra e gorda’ do que ele havia pensado.


Além do constrangimento do encontro, Sandra revela que, ao abrir seu e-mail, encontrou mensagens do advogado que a chamavam de ‘negra, fedida, porca, gorda e burra’. Ele ainda teria ameaçado usar de suas influências na cidade para prejudicá-la. Sandra acusa Costa de tê-la feito perder o emprego, ao enviar um e-mail com difamações ao Sindicato do Comércio de Refeições, onde ela trabalhava. Ele teria dito que ela mantinha um caso amoroso com um fornecedor da organização, que é casado. O presidente do Sindicato, Waldir Avanzo, no entanto, nega ser esse o motivo para sua demissão.


Sandra registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Defesa da Mulher, em que acusa Costa da prática dos crimes de ameaça e injúria (artigos 140 e 147 do Código Penal). Sandra procurou também o Conselho da Comunidade Negra, com os boletins e cópias dos e-mails ofensivos. O advogado João Bráulio Salles da Cruz, que atua pelo órgão, propôs duas ações, nas quais pede a condenação do agressor por crimes de ameaça, difamação e injúria pelo conteúdo racista das mensagens.


Os processos tramitam na 1ª e 2ª Varas Criminais de Bauru. Numa audiência em dezembro, Costa negou tudo. ‘Não sei de nada e acho que, como não sei de nada, vocês ligaram para lugar errado’, disse Costa, quando procurado pelo Estado. Em seguida, desligou o celular.’


RC vs. PLANETA
O Estado de S. Paulo


Proibida a venda de livro sobre Roberto Carlos


‘A venda e distribuição do livro Roberto Carlos em Detalhes, biografia não autorizada do cantor escrita por Paulo César de Araújo, foi proibida por determinação do juiz titular da 20ª Vara Cívil do Rio, Maurício Lima. A decisão vale para todo o País. O livro, lançado no fim de 2006, é um best seller, embora tenha sido alvo de protestos de Roberto Carlos. Na decisão, o juiz alega que, apesar de a Constituição garantir a liberdade de expressão, é preciso ter autorização da pessoa sobre quem se divulgam fatos íntimos, especialmente se essa divulgação tem fins comerciais. Até o início da tarde de ontem, a editora Planeta, que lançou o livro, não havia se manifestado.’


TELEVISÃO
Etienne Jacintho


Séries inflam ibope


‘Em vez de anunciar que a ‘ concorrência vai tremer’, Silvio Santos deveria cuidar melhor dos enlatados que o SBT faturou no pacote da Warner. Séries como Smallville, Carnivàle e Without a Trace (Desaparecidos) são jogadas às traças em uma grade que sofre reformas diárias, eliminando qualquer chance de o telespectador se habituar a acompanhar as atrações. Isso quando os programas não saem do ar subitamente.


Já a Record, alvo, aliás, que Silvio quer fazer tremer, exibe em seqüência as séries que comprou. E colhe frutos por respeitar a lógica. CSI, campeã de audiência entre as séries da rede – e uma das mais vistas no mundo -, fechou janeiro com 10 pontos de média, ou seja, 4 a mais que o saldo de janeiro de 2006. O programa vai ao ar às sextas, às 23h10.


Tony Shalhoub, o Monk, também infla o ibope. Exibida às sextas, à meia-noite, a série fechou janeiro deste ano com 9 pontos de média. No mesmo mês de 2006, Monk teve 4 pontos. Mesmo Las Vegas, o título mais fraco da Record, cresceu 1 ponto: foi de 5 (em janeiro de 2006) para 6 este ano. E a tendência é de crescimento de ibope com a estréia de House, dia 6, à meia-noite.


Discovery Kids: 3.º lugar em 2006


O Discovery Kids informa que é seu o terceiro lugar no ranking de audiência dos canais pagos infantis no Brasil – atrás de Cartoon Network e Nickelodeon – durante o ano de 2006, entre o público de 4 a 17 anos.


O balanço anual vai contra matéria publicada neste espaço, que apontava o Disney Channel no terceiro lugar – os dados eram apenas de outubro. O Discovery Kids informa ainda que, a se considerar a faixa etária de 4 a 11 anos, sua colocação sobe para o segundo lugar, atrás do Cartoon e à frente de Nick, Jetix e Disney.


Entre-linhas


Barraco no BBB7 faz essa temporada bater recorde de audiência às quintas-feiras. A briga entre os participantes rendeu 46 pontos no ibope e 55% de participação.


O Universal Channel informa que passará a exibir episódios inéditos da 1.ª temporada da série Psych a partir de quarta-feira, dia 28 de fevereiro, às 23 horas.


O Jornal Hoje exibe a partir de segunda-feira uma série de quatro reportagens sobre os problemas da educação no País, como evasão escolar e mau treinamento de professores.’

>

******************


Clique nos links abaixo para acessar os textos do final de semana  selecionados para a seção Entre Aspas.


Folha de S. Paulo


O Estado de S. Paulo


Veja


Comunique-se


Terra Magazine


Último Segundo

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem