Sábado, 25 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

ENTRE ASPAS > FIM DE SEMANA, 30 E 31/1

O Estado de S. Paulo

02/02/2010 na edição 575

POLÍTICA
Clifford J. Levy, The New York Times

Mídia influencia eleição na Ucrânia

‘Nas semanas finais da campanha presidencial na Ucrânia, todos os candidatos queriam um espaço no programa político de Savik Shuster. Um deles até ameaçou invadir o estúdio de TV de Shuster em Kiev para forçar um debate improvisado ao vivo com um rival. Como nos velhos tempos – em Moscou.

Shuster é um refugiado da Rússia de Vladimir Putin. Como as notícias pela TV começaram a ser censuradas, alguns jornalistas mais provocadores, como ele, foram para a vizinha Ucrânia, onde o clima político da imprensa é mais vivo e diversificado e muito mais interessante.

Savik Shuster deixou Moscou após seu programa Liberdade de Expressão ser tirado do ar. As alegações foram que suas perguntas deixavam o telespectador com dúvidas sobre as autoridades entrevistadas.

Para outro jornalista russo que veio para Kiev, Yevgeny Kiselyov, um pioneiro no jornalismo televisivo em Moscou na década de 90, a autocensura é predominante na Rússia. ‘Existem todos os tipos de ‘não pode’, disse.

Com programas de entrevistas de sucesso que competem entre si, esses dois imigrantes tornaram-se inesperadamente os mestres do jogo político na imprensa televisiva, podendo influenciar no resultado do segundo turno da eleição ucraniana, dia 7, que será decidido entre Viktor Yanukovich, o perdedor na Revolução Laranja, e a premiê Yulia Timoshenko, heroína daquela revolução.

O fato de que ninguém sabe quem vai vencer mostra como a Ucrânia não é como muitos países da era pós-soviética. Os dois candidatos participaram dos programas de Shuster e de Kiselyov. Quando entrevistou Yanukovich este mês, Shuster procurou atingir seu ponto mais vulnerável: a percepção de que ele pode ser um títere de Putin. ‘Dizem que o senhor concordaria em passar o governo para o Kremlin, é verdade?’, perguntou.

Foi Yulia que ameaçou invadir o estúdio de Shuster. Em dezembro, ela pediu um debate ao vivo com Yanukovich, mas Shuster recusou e ela o ameaçou, mas acabou recuando.

Shuster está em Kiev desde 2005, e Kiselyov desde 2008. Dado o panorama que se esboçou após o colapso da União Soviética, é fácil glamourizar a mídia na Ucrânia. Mas a verdade – hoje em Kiev, como em Moscou no passado – é mais nebulosa. As emissoras da Ucrânia são controladas por oligarcas que com frequência as usam para marcar pontos e apoiar flagrantemente seus candidatos. Como na Rússia.

Mas o governo não exerce controle sobre o conteúdo das notícias como em Moscou. Shuster e Kiselyov dizem que, por causa da sua posição destacada, conseguiram evitar a pressão dos proprietários dos canais de TV.

Os dois não estão muito seguros de que a experiência democrática ucraniana acabará bem. A república está cansada das disputas e reviravoltas políticas, e a corrupção tomou conta, da mesma maneira que na Rússia. A Revolução Laranja perdeu seu brilho e talvez o próximo presidente reforce o controle sobre a imprensa. Mesmo assim, Kiselyov diz que os ucranianos se acostumaram com a liberdade e não pretendem retroceder.’

 

MERCADO
‘Estado’ lança caderno e portal

‘Começa a circular amanhã o novo caderno semanal ‘Negócios’, parte da estratégia do Grupo Estado de reforçar ainda mais sua cobertura de economia. O projeto também inclui um novo portal (veja as principais seções detalhadas ao lado), em parceria com a Agência Estado, e um programa diário na Rádio Eldorado, que também estreiam amanhã.

O projeto está em linha com o momento atual da economia e das empresas brasileiras. Com a rápida recuperação do País ante a crise mundial, os interesse dos investidores globais pelo Brasil é crescente, e as empresas brasileiras buscam cada vez mais a internacionalização.

‘Economia e negócios são parte da vocação do grupo. O novo projeto amplia a atuação jornalística em frentes multimídia, integrando ainda mais as equipes do jornal, da internet, dos serviços em tempo real e da rádio’, afirmou o diretor de conteúdo do Grupo Estado, Ricardo Gandour.

‘O Brasil está se tornando cada vez mais um centro financeiro e de negócios internacionais’, destacou o diretor-presidente do grupo, Silvio Genesini. ‘Saber o que está acontecendo com as empresas é muito importante, e temos capacidade de cobrir essa evolução muito melhor do que qualquer grupo de mídia nacional ou estrangeiro. São informações de grande valor para quem faz negócio no Brasil, para profissionais que estão entrando no mercado e para estudantes.’

O novo caderno semanal trará reportagens exclusivas, perfis de empresários e tendências do mundo dos negócios. Além das reportagens sobre setores tradicionais da economia, a publicação abordará temas como inovação, empreendedorismo, gestão e carreiras.

A seção Negócios por quem faz Negócios terá artigos escritos por personalidades do meio empresarial, gestores de finanças e advogados especializados em fusões e aquisições e mercado de capitais. A seção de Mídia & Marketing será ampliada, com um espaço para análises curtas sobre peças publicitárias.

O jornalista Clayton Netz editará a coluna de notas Fato Relevante, que também circulará de terça a sexta-feira no caderno diário. O caderno de Economia também terá novidades. Na segunda-feira terá nova seção, de finanças pessoais. O time de articulistas será reforçado por economistas como José Roberto Mendonça de Barros, Affonso Celso Pastore, Amir Khair, Jim O’Neill e Barry Eichengreen, além do correspondente na França, Gilles Lapouge.

O novo site Economia & Negócios será uma forte ampliação da atual seção de Economia do estadao.com.br. O objetivo é levar para a mídia digital a experiência das redações do Grupo Estado nessas coberturas. Entre as novidades, o site E&N trará o andamento em tempo real do mercado financeiro, com cotações e ferramentas para o investidor, além de vídeos diretos da BM&F Bovespa.

‘O conteúdo do site será gratuito, mas no futuro pretendemos testar modelos de cobrança’, disse Genesini. ‘Não temos a intenção de fechar o site, mas de oferecer informação diferenciada para grupos específicos, testando modelos de assinatura e micro-pagamentos.’’

 

Site traz conteúdo da Eldorado e da Agência Estado

‘O objetivo do novo portal de Economia & Negócios é oferecer o melhor conteúdo noticioso da internet brasileira. As novidades continuarão nas semanas e meses seguintes à estreia, que acontece amanhã. A seção AE Mercados trará informações em tempo real e notícias sobre ações, câmbio, renda fixa e fundos, fornecidas pela Agência Estado.

O colunista Josué Leonel, da AE, analisará os fatores que norteiam os mercados financeiros. O mercado internacional será o foco da coluna da correspondente da AE em Londres, Daniela Milanese. ‘A Agência Estado vai refletir na internet a qualidade do noticiário que entrega para os profissionais do mercado financeiro’, afirmou Renata de Freitas, diretora de Informações da Agência Estado.

O economista Ricardo Amorim fará avaliações diárias sobre a economia na Rádio Eldorado, que estarão disponíveis em forma de podcasts no portal.

O portal terá uma programação diversificada de vídeos exclusivos, produzidos diariamente pela equipe de jornalistas do Grupo Estado. A partir de amanhã, estará disponível uma entrevista em vídeo com Abílio Diniz, presidente do conselho do Grupo Pão de Açúcar. ‘Sou fã de carteirinha do Lula’, diz Abílio, na entrevista, acrescentando que conhece e é amigo de todos os candidatos declarados à presidência. O empresário fala sobre a economia brasileira, sobre o futuro do Grupo Pão de Açúcar e sobre questões pessoais.

O site publicará, com exclusividade no Brasil, o blog do Nobel de Economia Paul Krugman, em português. Nos Estados Unidos, ele é publicado pelo site do New York Times. O economista e jornalista José Paulo Kupfer também ampliará o debate econômico em seu blog.

O repórter especial de O Estado de S. Paulo Fernando Dantas analisará do Rio em seu blog o debate sobre as melhores soluções para os grandes problemas econômicos e sociais do País. O jornalista Celso Ming vai marcar presença não só com sua coluna diária de O Estado de S. Paulo, e também com análises em áudio pela Rádio Eldorado.

Para monitorar o noticiário econômico nacional e internacional, o portal contará com o blog Radar Econômico. Já o blog Descomplicador traduzirá o universo de números, análises e jargões econômicos. No blog Força de Expressão, o leitor acompanha o clima do noticiário por meio de frases. O novo site representa uma forte ampliação da atual seção de Economia do estadao.com.br, levando para a mídia digital a experiência das redações do Grupo Estado na cobertura de economia e negócios.’

 

******************

Clique nos links abaixo para acessar os textos do final de semana selecionados para a seção

Folha de S. Paulo

Folha de S. Paulo

O Estado de S. Paulo

O Estado de S. Paulo

Comunique-se

Carta Capital

Terra Magazine

Agência Carta Maior

Veja

Tiago Dória Weblog

Primeira Página

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem