Terça-feira, 21 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

ENTRE ASPAS > FIM DE SEMANA, 20 E 21/2

O Estado de S. Paulo

23/02/2010 na edição 578

INTERNET
Reuters

Microsoft reforça ataque contra o Google em buscas

‘O ataque da Microsoft ao Google, líder em buscas online, poderá avançar consideravelmente agora que as autoridades regulatórias europeias e norte-americanas liberaram a parceria de buscas entre a companhia e o Yahoo. O acordo de 10 anos, assinado em julho, representa o maior esforço da Microsoft para estabelecer uma operação online capaz de enfrentar o Google, em uma área na qual a Microsoft sofreu prejuízos de US$ 5 bilhões nos últimos quatro anos. ‘A Microsoft realmente tem condição de jogar dinheiro nisso’, disse Kim Caughey, analista sênior do Fort Pitt Capital Group. ‘Acredito que a manobra possa funcionar. Se eles conseguirem avanços em áreas específicas, podem ter algo de positivo a reportar.’

A Microsoft já realizou algum progresso com seu serviço de buscas Bing, que conquistou 3,3 pontos porcentuais de participação de mercado adicional desde seu lançamento, em junho. Mas o Bing ‘não tem muita chance de derrubar o Google de seu grande pedestal, pelo menos não em curto prazo’, disse Caughey. A batalha pelos anúncios vinculados a buscas é apenas uma das frentes em uma guerra mais ampla por receita entre a Microsoft e o Google, que também abarca sistemas operacionais e celulares. Mas nenhuma das duas empresas conseguiu concorrer em igualdade de condições no mercado central do rival, até o momento.

‘Nossos modelos não indicam qualquer impacto da parceria Microsoft-Yahoo sobre os números do Google’, disse Clayton Moran, analista da Benchmark.’

 

Stefan Simons

Lei ameaça liberdade na internet francesa

‘A Câmara baixa do Parlamento francês aprovou projeto de lei que dotará o Estado de controle sem precedentes sobre a internet. Embora o governo afirme que aumentará a segurança dos cidadãos, os defensores dos direitos civis alertam contra o risco de um ‘novo grau’ de censura e vigilância. Para o governo francês, é uma lei contra o crime digital. Mas para os ativistas e políticos de oposição, trata-se de plano de censura que provoca medo e repúdio – e evoca até mesmo o fantasma do Estado policialesco.

A Câmara baixa do Parlamento francês, a Assembleia Nacional, aprovou o primeiro anteprojeto da lei, conhecido como ‘Loppsi 2’, na terça-feira. Agora, será submetido a uma segunda leitura no Senado, onde aparentemente será aprovado, graças à maioria do governo. Se o Senado o aprovar, poderá entrar em vigor já em meados deste ano. A legislação terá enormes consequências: o Loppsi 2 tornaria a França o país europeu onde a internet está sujeita à maior censura, regulação, controle e vigilância.

No futuro, a nova legislação poderá obrigar os provedores de serviços de internet a vedar o acesso a sites criminosos, se forem instruídas oficialmente a fazê-lo. Segundo o anteprojeto, a lei ‘torna responsabilidade de cada provedor de serviços de internet garantir que os usuários não tenham acesso a conteúdo inadequado’. A lista de sites proibidos será fornecida pelo Ministério do Interior.

A medida é muito semelhante a uma lei sobre a internet proposta na Alemanha, que visa combater a pornografia infantil e prevê também a limitação do acesso a certos sites. Essa legislação foi sancionada pelo presidente alemão Horst Köhler, embora o governo alemão tivesse decidido que não queria mais aplicar a lei em sua forma atual, depois de numerosos protestos de usuários de internet.

Segundo a nova legislação francesa, a polícia e as forças de segurança usariam clandestinamente um software instalado, conhecido no jargão como ‘cavalo de Troia’, para espionar computadores privados. O acesso remoto a esses computadores seria possibilitado pela autorização de um juiz.

O anteprojeto de lei indica que o presidente Nicolas Sarkozy se atém à sua posição de intransigência em matéria de internet. No ano passado, seu governo se empenhou na aprovação da lei Hadopi, que dá aos provedores o poder de bloquear ou restringir o acesso à internet a usuários de sites ilegais de compartilhamento de arquivos que se recusam a desistir depois de três avisos. A nova legislação é o próximo passo na regulamentação do uso da internet na França.

A intransigência do governo francês não deveria surpreender. Dentro de algumas semanas, acontecem as eleições regionais. Nas de 2004, o partido UMP de Sarkozy obteve resultados bem ruins. Ao procurar mostrar-se um governante rigoroso, ele espera evitar que a história se repita e obter apoio para a sua estratégia. As pesquisas de opinião indicam que o eleitorado está decepcionado com a liderança, e o seu governo tem um baixo índice de aprovação.’

 

Facebook fecha acordo com PayPal

‘O Facebook anunciou acordo com o PayPal para oferecer um sistema de pagamento para os produtos virtuais vendidos na rede social, na esperança de lucrarem com o crescimento do mercado. Os anunciantes também poderão usar o PayPal para adquirir espaço publicitário no Facebook, que tira grande parte de sua receita desse tipo de anúncio.’

 

IMAGEM
Tiger Woods se desculpa em rede mundial, ao vivo: ‘Fiz algo inaceitável’

‘O maior jogador de todos os tempos do golfe utilizou 13 minutos para se desculpar de um dos maiores escândalos da história do esporte. Com um blazer azul, camisa lilás, sem gravata, voz firme e olhar fixo nas câmeras de TV, o norte-americano Tiger Woods, em comunicado transmitido ao vivo para dezenas de países – incluindo o Brasil, pela SporTV -, assumiu, pela primeira vez em público, toda a culpa pelo caso de infidelidade que veio à tona em 27 de novembro do ano passado, quando o atleta sofreu um acidente automobilístico perto de sua casa na Flórida. Woods, cuja fortuna atingiu em 2009 a marca de US$ 1 bilhão (R$ 1,8 bilhão), confessou que se rendeu às tentações. ‘Fui infiel, tive relações extraconjugais, enganei minha mulher. O que fiz foi inaceitável. Sou a única pessoa responsável e assumo toda a culpa’, disse o atleta na sede da Associação Profissional de Golfe (PGA).

Sua declaração dominou as manchetes nos Estados Unidos, ganhou a audiência, reuniu pessoas na frente de televisões de bares, restaurantes, telões nas principais avenidas de grandes e pequenas cidades do país.

Diante de plateia de apenas 40 pessoas, que contou com a presença de mãe, amigos e jornalistas, Woods revelou que está se submetendo a tratamento psicológico há 45 dias e vai seguir com a terapia. ‘Sei que decepcionei a todos. Sabia que minhas ações eram erradas, mas achei que as regras normais não eram para mim. Errei. Não existem regras distintas. Lamento profundamente minha conduta irresponsável e egoísta.’ Afirmou, também, que nunca houve violência doméstica no casamento. ‘Elin (mulher) só merece elogios.’ Sem entrar em detalhes, afirmou que o prosseguimento de seu relacionamento é um caso que será resolvido por ele e pela mulher.

Veronica Siwik-Daniels, uma das supostas amantes de Tiger Woods, acompanhou tudo pela televisão em Los Angeles e chorou bastante.

Ao falar sobre a carreira, mostrou desejo de voltar à ativa. ‘Só não sei quando. Não descarto que possa voltar ainda este ano. Desejo rever meus adversários de novo em campo.’

O golfista pediu aos meios de comunicação que deixem a mulher e os filhos ‘em paz’. ‘Minha verdadeira desculpa à minha família não será em forma de palavras, mas com o meu comportamento futuro. Teremos de conversar muito e o que ficar decidido só será de interesse de nós mesmos.’ Woods está casado com a ex-modelo sueca Elin Nordegren desde 2004 e tem dois filhos: Sam Alexis Woods, de 2 anos, e Charlie Axel Woods, nascido ano passado. Elin, que não esteve presente ao anúncio do marido, tem 30 anos e já foi considerada a mulher mais bonita da Suécia.

Ao final, Tiger Woods, lentamente, foi ao encontro da mãe, Kultida Woods, que estava na primeira fileira. Ela revelou o que disse ao filho durante o emocionado e demorado abraço. ‘Eu lhe disse: ‘Estou orgulhosa de você. Nunca pense que está sozinho. Mamãe sempre estará para lhe dar apoio. Eu te amo.’

As palavras de Woods tiveram boa repercussão. ‘Nunca o tinha visto tão vulnerável, o que ele disse me impressionou’, afirmou David Feherty, da CBS.’’

 

TELEVISÃO
Keila Jimenez

Band escala seu time

‘A Band fechou o time que levará a Copa da África, em junho. Ricardo Boechat e Ticiana Villas Boas vão ancorar o Jornal da Band direto de lá. O narrador Luciano do Valle, Téo José, os comentaristas Neto e Edmundo, Renata Fan e Milton Neves já estão escalados para o mundial. Parte da turma do CQC também estará por lá. São cerca de 120 profissionais trabalhando na cobertura.

A emissora pretende dedicar até 11 horas diárias ao mundial, desde o seu início. Além da promessa de transmitir todos os jogos do mundial, a Band está preparando programas sobre a história das Copas, como o especial que irá ao ar no dia 28. A atração fará um apanhado do que aconteceu durante as 18 Copas do mundo: grandes confrontos, polêmicas, finais emocionantes…

Os melhores goleiros do mundial farão parte do especial, assim como os confrontos entre os times de Brasil e Holanda, que terá o técnico Zagallo como fio condutor. O velho lobo participou dos três jogos entre as duas seleções em mundiais.

A Band também já vendeu as seis cotas de patrocínio da Copa da África, a R$ 145 milhões cada uma (preço de tabela).’

 

Entre-linhas

‘A Record já mostrou que a prima da bocha, o esqui e a patinação no gelo têm, sim, audiência. Mas do que vale apostar na competição mais bela da Olimpíada de Inverno, a patinação artística, se é para cortar bruscamente a transmissão direto para uma cena de linchamento no carnaval? Coisa do SP Record de ontem.

Marlene Mattos, diretora do Show da Gente, do SBT, deu expediente em Manaus no carnaval. Ela comandou as transmissões da folia por lá, na afiliada local da emissora.

A Band transmite hoje à noite o desfile das escolas de samba campeãs do Rio de Janeiro.

Chris Couto não faz parte dos planos da Record para a próxima edição de A Fazenda. Há chances dela volta para a Globo.

Quase Anônimos e Extremos, do Multishow, foram líderes de audiência entre os canais pagos de entretenimento na última semana de janeiro. Mais de 460 mil pessoas diferentes passaram pelo Multishow durante a exibição dos dois programas.

O Globo Universidade ganha novo formato hoje. André Curvello e Bianca Rothier se revezarão na apresentação: um a cada sábado.

Amaury Jr. exibe hoje, na Rede TV!, a leva de entrevistas com famosos que fez durante o carnaval. Nesse time está a líder do grupo Pussycat Dolls, Nicole Scherzinger.’

 

******************

Clique nos links abaixo para acessar os textos do final de semana selecionados para a seção Entre Aspas.

Folha de S. Paulo

Folha de S. Paulo

O Estado de S. Paulo

O Estado de S. Paulo

Comunique-se

Veja

Tiago Dória Weblog

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem