Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

ENTRE ASPAS > QUARTA-FEIRA, 7/02

Polêmica da classificação
indicativa está de volta

Por Luiz Antonio Magalhães em 07/02/2007 na edição 419

Leia abaixo os textos de quarta-feira selecionados para a seção Entre Aspas.


************


Folha de S. Paulo


Quarta-feira, 7 de fevereiro de 2007


CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA
Laura Mattos


Quem manda na TV?


‘A novela ‘Páginas da Vida’ é inadequada para menores de quantos anos? Tem de ir ao ar a partir das 20h, 21h ou 22h? Quem dever decidir isso: o governo federal ou a Globo?


Essa é a questão central de uma antiga polêmica que agora volta a gerar uma acalorada discussão no país: a classificação de programas de televisão por faixa etária e os horários recomendados para a sua exibição.


O Ministério da Justiça (MJ) está prestes a publicar uma portaria que altera os critérios de classificação atuais e cria mecanismos para que sejam punidas as TVs que não cumprirem o horário de exibição determinado à faixa etária dos programas.


Preocupadas, as redes iniciaram uma megaoperação nos bastidores de Brasília a fim de tentar ajustar o texto a seus interesses e, principalmente, de evitar que a nova norma torne obrigatório o horário de exibição dos programas.


Lobistas, atores e autores participaram de reuniões com representantes do ministério, onde criticaram a imposição de horários e o novo manual de classificação indicativa -elaborado com a participação de entidades da sociedade civil, ele define regras para classificar os programas por faixa etária.


Além disso, a Globo passou a veicular propaganda institucional na qual uma menina tem os olhos cobertos por várias mãos e é dito que ‘ninguém melhor do que os pais para saber a que os filhos devem assistir’.


Novela


A pressão das TVs atrasou a publicação da portaria, prometida pelo ministério para dezembro de 2006. Na última sexta, o enredo desta novela se complicou com a entrada do Supremo Tribunal Federal.


Acompanhe os capítulos:


1º) Em 2000, o então ministro da Justiça, José Gregori, publicou a portaria 796, de classificação indicativa, válida atualmente. Ela define a classificação dos programas, mas não determina punição para as TVs que transmitirem fora do horário determinado. As emissoras iniciaram uma batalha judicial para tentar derrubar a lei.


2º) Em 2001, a Ordem dos Advogados do Brasil entrou com uma ação no STF para questionar a portaria, afirmando que ela estabelece censura prévia aos programas.


3º) Coincidência ou não, essa ação de 2001 entrou na pauta do STF agora, quando uma nova portaria sobre a questão estava prestes a ser publicada.


4º) A votação, realizada na última sexta, terminou em empate: cinco ministros votaram contra e cinco a favor. A ministra Ellen Gracie, presidente do STF, terá de desempatar. Alguns setores esperam seu voto de minerva para hoje, mas a assessoria do STF diz que não há uma data oficial para a decisão.


5º) Eros Grau, um dos ministros do STF que participaram da votação, havia sido contratado como advogado pela Abert (associação de emissoras de TV) em 2000 para elaborar um mandado de segurança contra a portaria 796.


6º) Na última sexta, Grau deu voto a favor da OAB. À Folha, afirmou que não se declarou impedido porque essa é uma ‘ação de controle abstrato, que rompe qualquer situação de impedimento’. ‘Não poderia me declarar impedido, tinha o dever de votar. Além disso, ainda não estamos na fase de discutir o mérito da portaria. De qualquer forma, em qualquer cargo, eu sempre defenderei a liberdade de expressão.’


O que pode acontecer


O Ministério da Justiça afirmou que irá aguardar a decisão de ministra Ellen Gracie e que trabalha com três cenários.


Se ela acolher o pedido da OAB e uma nova votação definir que a portaria 796 é inconstitucional, a nova norma de classificação será engavetada. O tema teria de ser objeto de um projeto de lei a ser aprovado pelo Congresso e sancionado pelo presidente Lula. Se a ministra der voto contrário à OAB, a nova portaria poderá ser publicada.


Na hipótese de Ellen Gracie acolher o pedido da OAB, mas não julgar por ora a constitucionalidade da antiga portaria, o MJ pode revogá-la e, em seguida, publicar a nova.


Setores que defendem a portaria pressionam o MJ para que não espere pela decisão do STF.


O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, pode deixar a pasta nos próximos dias. As emissoras de TVs pressionam para que ele deixe a polêmica se arrastar até ser substituído.’


***


TV é contra a imposição de horários


‘A discussão a respeito da nova portaria de classificação da programação da televisão tem mobilizado pais, psicólogos, cientistas sociais, emissoras, autores de novela e artistas.


Na última semana, Marcílio Moraes, autor da novela ‘Vidas Opostas’ (Record) e presidente da Associação de Roteiristas de TV, esteve em Brasília para debater o assunto com o Ministério da Justiça. Seu colega da Globo, Silvio de Abreu (‘Belíssima’) também estava presente. No encontro, os escritores condenaram o novo manual que tenta tornar mais objetivos os critérios para classificar os programas. O documento é parte da nova portaria.


Após o encontro, a associação decidiu publicar um manifesto contrário às novas regras.


Em artigo publicado ontem na Folha, o ator Stepan Nercessian também condenou a idéia, falou em censura e disse que o governo deveria ‘controlar a realidade, não a arte’.


Marcílio Moraes afirmou à Folha que ‘gerou desconforto entre os autores o fato de o governo tentar tornar objetivos critérios que sempre serão subjetivos’. Além disso, a associação é contrária à obrigatoriedade de horários de exibição. ‘Sabemos que o governo tem a obrigação constitucional de classificar os programas, e as TVs têm a obrigação de informar a classificação ao telespectador. Isso é positivo. Mas somos contrários a que o governo possa obrigar as emissoras a exibir os programas nos horários determinados por ele.’


A posição dos artistas está afinada com a das emissoras. A Globo afirmou que ‘acha legítima a existência de classificação indicativa’. ‘Seria importante para a escolha dos pais até que outras entidades opinassem sobre a adequação da programação. O importante é que isso não seja confundido com censura e que a escolha democrática fique com os pais.’


Essa é também a posição da Abert (associação brasileira das TVs). ‘Como o próprio nome diz, a classificação deve ser indicativa, não impositiva’, afirmou Daniel Pimentel, presidente da entidade e ligado a um grupo retransmissor do SBT.


Já especialistas que participaram da elaboração do novo manual acreditam que deve haver uma regulação do Estado. ‘Esse manual foi elaborado a partir de uma ampla discussão com a sociedade. Houve consulta pública, seminários e encontros com a participação das próprias TVs. Não é algo imposto pelo Estado. A regulação de horário é comum em vários países democráticos, como Suécia, Reino Unido, Estados Unidos e Holanda’, afirma Guilherme Canela, mestre em ciência política pela USP, que é coordenador de Relações Acadêmicas da Agência de Notícias dos Direitos da Infância.


Ex-ministro da Justiça e autor da portaria 796, atualmente em vigor, José Gregori afirma que a classificação é uma determinação da Constituição, que fala também em punição para as TVs. ‘Quando elaborei a portaria, decidi não deixar para o próprio Ministério da Justiça o poder de punir as TVs. Isso foi repassado ao Ministério Público, de forma a tornar a imposição de horário mais moderada. Isso não é censura’, diz.


Gregori disse esperar que a ministra do STF, Ellen Gracie, que irá votar uma ação de inconstitucionalidade contra a portaria ‘entenda que o que fiz foi cumprir um princípio universal de direito’. Para ele, algumas emissoras de TV cometem abusos ao exibir programas impróprios a crianças e adolescentes em horário livre.


Fuso horário


Outra questão que a nova portaria de classificação deve trazer é a obrigatoriedade de respeitar os diferentes fusos horários do Brasil. Hoje, a novela classificada para exibição às 21h é veiculada às 18h no Acre, no horário de verão.


Sobre isso, a Globo afirmou que ‘a questão do fuso se enquadra na recomendação para que os pais -cidadãos que regularmente vão às urnas para votar e escolher os destinos do país- exerçam, a qualquer hora do dia, o dever de escolher o que é melhor para seus filhos’.’


MEMÓRIA / ROBERTO CIVITA
Folha de S. Paulo


Homenagem: solenidade abre centenário de Victor Civita


‘A abertura das comemorações do centenário do fundador da Editora Abril, Victor Civita (1907-1990), acontece hoje na Sala São Paulo. Restrito para 1.500 convidados, o evento terá início com um coquetel às 19h30. Em seguida, haverá uma solenidade, com exibição de trechos do documentário ‘Victor Civita, Paixão por Fazer’ e discursos -um deles será do presidente-executivo e editor do Grupo Abril, Roberto Civita.’


TODA MÍDIA
Nelson de Sá


As diferenças


‘Saiu com um dia de atraso, no ‘New York Times’, o relato de Larry Rohter sobre o apartheid no Rio, ‘Desenhando fronteiras na areia, entre as classes’.


E saiu no ‘Christian Science Monitor’, de Boston, um longo relato do correspondente Andrew Downie, dizendo que estrangeiros ‘assomem aos morros atrás de ‘autenticidade’, enquanto a medrosa classe média brasileira se mantém à distância’ das favelas:


– Ressalta a diferença entre brasileiros que as vêem com medo e até nojo e estrangeiros que as abraçam como provas vibrantes da cultura brasileira moderna.


A GUERRA DO RIO


A AP espalhou pelo mundo que no Rio ‘um alto policial foi suspenso por suposto envolvimento com milícia’.


Mas o blog do carioca Xico Vargas, no iG, voltou ao ataque dizendo que importa mais notar que o avanço da milícia ‘tem despido a polícia do embuste de sempre’ e só ‘não acabou com o tráfico porque não interessava’.


E mais, ‘gente por dentro da loucura que tomou o Rio’ conta que ‘para Cidade de Deus o combinado é limpar antes do Pan’, mas a milícia já perdeu a primeira batalha.


DA GLOBO E DA PAN


Renato Ribeiro, da Globo Rio, enviou e-mail para registrar que ‘o confronto que resultou nas mortes de milicianos e traficantes’, diferentemente do que disse a coluna de ontem, ‘ganhou cobertura no ‘Fantástico’.


E Marcelo Mattos, da rádio Jovem Pan, enviou e-mail dizendo que, diferentemente do que registrou a coluna, a emissora teve ‘o cuidado de chamar [o homem agredido por Gilberto Kassab] de desempregado’ e não de ‘manifestante’, na cobertura do episódio de anteontem.


TV SUN


O site do tablóide ‘Sun’ postou o vídeo do ‘fogo amigo’ dos EUA contra tropas britânicas, no Iraque. Só depois os EUA aceitaram liberar as imagens, mas então já estava até no YouTube.


TV GOOGLE?


O blog sobre vídeos do NYT.com, chamado Screens, destacou que o suposto ‘hoax’ (trote) de dias atrás, anunciando os testes de uma ‘GoogleTV’, pode não ser trote, afinal. O Google negou, mas o autor do tal ‘hoax’, Mark Erickson, mostrou em novo post que não inventou nada, estava lá. ‘E então, qual é a verdade?’, pergunta o blog do ‘New York Times’.


‘PIEDADE’


Outro blog do NYT.com, The Lede, destacou o apelo que Mikhail Gorbatchev, ‘último líder da URSS’, fez à Microsoft para não levar um professor à prisão em Moscou por usar Windows pirata. Em carta aberta postada em seu site Gorby.ru, o ex-dirigente pediu ‘piedade’ a Bill Gates, no destaque do dia no site de edição compartilhada Rec6. Ao que parece, Gates cedeu.


OUTROS BLOGS


Na virada do ano, o site de mídia IDG Now levantou os blogs mais linkados no Brasil. Não é audiência, mas um índice de ‘popularidade’. Na ponta, à frente de Ricardo Noblat e Josias de Souza e até dos históricos Blue Bus e Kibe Loco, surgiu o Interney, do invejado Edney Souza -um blogueiro que escreve sobre blogs e tecnologia e que fez fama ao deixar de trabalhar para ‘viver de seu diário’.


Como o Interney, outro muito popular, mas ainda com pouca visibilidade, é o BR-Linux, de software livre. Pouco abaixo vêm Jacaré Banguela e Sedentário & Hiperativo.


WEB 2.0


Espalha-se há dias na blogosfera brasileira, por Interney e outros, o vídeo criado por um professor dos EUA para explicar de uma forma acessível, inteligente e bem-humorada o que é, afinal, a Web 2.0. Em suma, ‘a máquina somos nós’, a internet são os internautas.’


SEGUNDO MANDATO
Folha de S. Paulo


Para ‘Financial Times’, reforma de Lula é tímida


‘O diário britânico ‘Financial Times’ critica hoje as medidas anunciadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), em editorial intitulado ‘As reformas tímidas de Lula’. Segundo o ‘FT’, as propostas de Lula para incentivar o investimento em infra-estrutura são ‘para lá de insuficientes’. ‘Se o país quiser alcançar os mesmos níveis de dinamismo dos outros emergentes de Ásia e Europa, o presidente precisa focar em dois problemas estruturais: o sistema de Previdência Social absurdamente injusto e suas leis trabalhistas antiquadas’, afirma o jornal.’


INTERNET
Folha de S. Paulo


Wal-Mart lança serviço de venda pela internet de filmes e vídeos


‘O Wal-Mart, a maior rede varejista do mundo, lançou ontem nos EUA o seu serviço de venda pela internet de filmes e vídeos. Assim a empresa entra em um mercado que hoje é disputado por empresas como Apple e Amazon, aumentando as expectativas de queda nos preços do vídeo digital.


Porém, ao contrário do iTunes, da Apple, o Wal-Mart entra na disputa com o apoio dos principais estúdios de cinema de Hollywood. A rede varejista terá em seu site 3.000 títulos, como ‘O Diabo Veste Prada’, de Warner Bros., Walt Disney, Paramount, Sony, 20th Century Fox e Universal.


No serviço da empresa de Steve Jobs só é possível baixar filmes da Paramount e da Disney. Os demais estúdios preferem não fazer acordo com o iTunes por temerem retaliação dos grandes grupos varejistas, como o próprio Wal-Mart.’


TELEVISÃO
Daniel Castro


Novela da Record tira ibope de ‘Big Brother’


‘Espécie de Cinderela ambientada num violento morro do Rio de Janeiro, a novela ‘Vidas Opostas’, da Record, é a responsável pela queda de audiência de ‘Big Brother Brasil’.


Os quatro primeiros ‘paredões’ do ‘reality show’ da Globo marcaram média de 41 pontos, a menor de sua história, quatro a menos do que os mesmos episódios de ‘BBB 6’.


O número de televisores ligados na Grande SP foi exatamente o mesmo nos quatro primeiros ‘paredões’ de ‘BBB 7’ e ‘BBB 6’, 71%. Isso quer dizer que parte da audiência do ‘reality show’ (que continua espetacular e voltou a crescer nos últimos dias) migrou.


A Record, que tinha sete pontos de média no início de ‘BBB 6’, quando não exibia novela na faixa das 22h, agora marca 13. Ou seja, a sangrenta ‘Vidas Opostas’ não só tirou pontos de ‘BBB’, mas também de outras emissoras, como a Band.


Na semana passada, ‘Vidas Opostas’, com 16 pontos de média, passou a incomodar também o futebol da Globo, liderando por dez minutos. Como a fórmula (violência) deu certo, a Record vai repeti-la hoje. Anteontem, gravou cenas de última hora, para exibição hoje, que lembram o caso do ônibus 174 _um bandido roubará um coletivo e fará uma mulher de refém. ‘O fato de a novela incorporar a população excluída, das favelas, despertou o interesse do telespectador’, acredita o autor, Marcílio Moraes.


BICO CALADO O contrato do repórter Rodrigo Vianna com a Record tem uma cláusula que o proíbe de falar mal da emissora mesmo depois que sair dela. Vianna deixou a Globo em dezembro a acusando de manipular o noticiário eleitoral de 2006 para supostamente beneficiar o PSDB. A Record diz que se trata de uma ‘cláusula padrão’, presente em todos os contratos de jornalistas com a emissora.


AGORA VAI Uma comitiva de seis profissionais de diversas áreas da Record partiu ontem para os Estados Unidos. Foi conhecer redações de TVs como a CNN, em Atlanta, e novos equipamentos digitais para planejar o mais novo investimento de Edir Macedo: o canal de notícias Record News, enfim confirmado oficialmente para 2007.


BOMBANDO Depois de Simple Plan, agora será a vez do badalado DJ britânico Fatboy Slim fazer um show na casa de ‘Big Brother Brasil 7’. Será neste sábado, e a Globo mostrará parte da apresentação, ao vivo.


FOFUCHOS UNIDOS A cantora Fafá de Belém e o ator Sérgio Loroza, o hilário Figueirinha de ‘A Diarista’, farão parte do elenco da próxima edição da ‘Dança dos Famosos’, que volta ao ‘Domingão do Faustão’ em março.


NOVOS ARES Carlos Massa, o Ratinho, está negociando com a Bandeirantes para que duas rádios que ele tem no Paraná passem a integrar a rede da Band News FM. Enquanto isso, a Band lança amanhã uma FM em São Paulo só com notícia de trânsito.


TELEVISÃO: REALITY SHOW BUSCA CINEASTAS NO BRASIL


O People+Arts abriu inscrições para o reality show ‘On the Lot’, do diretor Steven Spielberg. A atração vai selecionar um talento entre 16 cineastas desconhecidos. Os brasileiros podem se inscrever no site www.thelot.com. Informações: www.peopleandartsbrasil.com.’


************


O Estado de S. Paulo


Quarta-feira, 7 de fevereiro de 2007


MÍDIA & RELIGIÃO
Angélica Santa Cruz


Fantasmas da Renascer receberam R$ 1 milhão dos cofres públicos


‘A lista de parentes dos fundadores da Igreja Renascer que foram funcionários fantasmas da Assembléia Legislativa de São Paulo já conta com oito pessoas. Lotadas no gabinete do deputado estadual Geraldo Tenuta (PFL), conhecido como Bispo Gê, elas receberam dos cofres públicos, desde 2003, pelo menos R$ 1 milhão – sem contar as gratificações que elevam esse valor em cerca de 70%.


Além dos filhos Fernanda Hernandes Rasmussen e Felippe Daniel Hernandes, e do genro Douglas Rasmussen – cuja presença na folha de pagamento da Assembléia foi revelada pelo Estado -, outros cinco familiares de Estevam e Sonia Hernandes foram nomeados para cargos comissionados e receberam salários e benefícios sem precisar cumprir expediente.


Pesquisa feita pelo Estado no Diário Oficial mostra que as nomeações no gabinete do deputado Bispo Gê eram distribuídas em esquema de rodízio.


Em 2003, por exemplo, entrou na folha de pagamento da casa José do Patrocínio Hernandes, irmão de Estevam Hernandes e administrador do haras em Atibaia que integra a lista de bens bloqueados da família. José do Patrocínio foi incluído como Agente de Segurança Parlamentar e ficou no cargo de abril de 2003 a abril de 2006, com salário-base mensal de R$ 3.039. Sem contar as gratificações a que teve direito, recebeu R$ 109.404. Filho de José do Patrocínio, Estevam Hernandes Neto entrou na lista com o mesmo cargo oferecido ao pai – e pelo mesmo período. Também ganhou R$ 109.404.


Mulher e mãe dos três filhos de Felippe Hernandes – conhecido como Bispo Tid -, Danielle Azar foi incluída no rodízio de fantasmas como Assistente Técnico Parlamentar. De março de 2005 a outubro de 2006 recebeu salário-base de R$ 5.754,78. Ao final dos 19 meses, saiu com R$ 109.306.


Para Frederico Alexandre Rasmussen – irmão de Douglas Rasmussen, superintendente da Rede Gospel e marido de Fernanda -, sobrou o cargo de Secretário Parlamentar, que ocupa desde março de 2003. Já recebeu, ao todo, R$ 214.200.


Ex-chefe de gabinete da vereadora Lenice Lemos São Bernardo, conhecida como Bispa Lenice (PTB), Eduardo Hernandes – sobrinho de Estevam Hernandes – também teve salário garantido no gabinete do Bispo Gê. Em maio de 2004 foi nomeado Auxiliar Parlamentar. Ganhou salário-base mensal de RS 5.700. E, no final, recebeu RS 45.600.


No site da Renascer, o deputado Bispo Gê divulgou nota afirmando que Fernanda e Douglas Rasmussen de fato exerceram funções em seu gabinete: ‘dentro da mais ilibada conduta ética e profissional, trabalhando em função das mais variadas atividades parlamentares junto às minhas bases eleitorais e absolutamente em consonância com o regimento interno da Assembléia Legislativa’.’


Carmen Gentile


Fundadores da Igreja se declaram inocentes


‘Estevam e Sonia Hernandes, fundadores da Igreja Renascer em Cristo, se declararam inocentes ontem em uma corte de Miami, na Florida, após serem indiciados na segunda-feira por um júri popular americano. Ambos respondem por quatro infrações, incluindo falsificação de documentos, contrabando de divisas e conspiração para encobrir os crimes. Sonia também responde a uma quinta acusação, a de mentir para autoridades federais.


O casal chegou ao tribunal por volta das 9 horas na Flórida (meio-dia no Brasil). No total, todo processo durou menos de cinco minutos. Sentado no fundo da sala do tribunal, o casal ouviu as acusações. Ao ser intimado pelo juiz magistrado Chris McAliley, Estevam, vestindo um blazer preto, caminhou até a frente da sala, parou e ajustou os fones de ouvido que faziam a tradução do idioma. Ao ser perguntado se havia entendido as acusações contra ele, Estevam respondeu com um lacônico ‘yes’, antes de se declarar inocente.


Na seqüencia, o juiz chamou Sonia. Aparentando mais confiança que o marido, ela disse que entendia as acusações e também se disse inocente. Ambos se recusaram a fazer comentários ao deixarem o local, cercados por familiares, que tentavam impedir o trabalho dos fotógrafos.


Na audiência, também foi designado o juiz que irá presidir o caso, Federico Moreno. A data do julgamento ainda não foi marcada, embora oficiais da Justiça americana tenham dito ao Estado que isso pode acontecer nos próximos dias. Até o início do processo, a promotoria americana vai buscar evidências contra o casal. Caso sejam condenados, eles irão cumprir pena nos EUA, antes de serem extraditados para o Brasil. Cada um dos crimes pode render até cinco anos de prisão ao casal.’


INTERNET
Chico Siqueira


Invasão de e-mail dá indenização de R$ 50 mil a jovem


‘A juíza da 25ª Vara Cível de São Paulo, Tonia Yuka Kôroku, condenou no dia 2 o ex-namorado de uma estudante de Pedagogia a pagar indenização por danos morais de R$ 50 mil, por ter invadido o correio eletrônico da moça depois do fim do namoro.


Em 2005, Dave Hasu Fan Wei, então com 21 anos, ficou revoltado com o término da relação com M. D. P., de 19 anos. Ele conseguiu a senha do e-mail da jovem e, para se vingar, enviou mensagens com detalhes da vida íntima da ex-namorada para os contatos do correio eletrônico. As mensagens foram transmitidas em nome de M., com o endereço residencial e o telefone da garota, e a observação de que deveriam ser espalhadas pela internet.


Para os advogados José Galhardo e Marisa Viegas de Macedo, que defendem a jovem, o ex-namorado ‘enxovalhou’ a honra da estudante, que sofreu ‘crise psicológica’. Segundo Galhardo, o rapaz foi condenado criminalmente por apropriação da senha e invasão do correio eletrônico de M. ‘O inquérito da Delegacia de Investigações de Crimes Eletrônicos comprovou, por meio do IP (Internet Protocol, espécie de endereço de computador na internet), que as mensagens foram enviadas por ele, mas o pagamento de cestas básicas como punição é muito branda.’


Na ação, os advogados pediram indenização de R$ 95 mil, por danos morais e materiais. Por isso, pretendem recorrer da decisão de primeira instância. A juíza só considerou o dano moral. O Estado não localizou o advogado de Wei, Maurício Huang Sheng Chihi.’


***


STJ define: é crime repassar fotos de pedofilia pela web


‘O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que é crime repassar pela internet fotos pornográficas envolvendo menores, mesmo que apenas para um amigo. O entendimento foi firmado durante julgamento de recurso do Ministério Público contra decisão da Justiça do Rio. Na corte fluminense tinha sido decidido que só a divulgação para públicos amplos das imagens de sexo explícito de menores era crime.


O assunto deverá ser julgado em breve pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Nessa corte, já há um recurso que contesta a tramitação de uma ação penal contra nove acusados de enviar, usando o correio eletrônico, fotos pornográficas envolvendo crianças e adolescentes.’


TELEVISÃO
Cristina Padiglione


Record News vem aí


‘A exemplo da GloboNews e da BandNews, a Record também quer ter o seu canal de notícias. Mas, sem disposição para ser driblada pelas operadoras de TV por assinatura ligadas à Globo – e que efetivamente representam maioria nesse mercado -, o grupo da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) estuda as possibilidades de lançar sua nova sintonia em sinal aberto, via Rede Mulher (a mais forte delas), ou até mesmo pela Rede Família (com sede em Limeira, onde cobre 45 cidades e alcança 18 milhões de parabólicas por todo o País, segundo seu site.


Mas, como bem observou em edição de ontem a agência de notícias de TV Canal 1, a questão agora é convencer a Igreja Universal a abrir mão do espaço ocupado por seus programas religiosos nos canais em UHF.


De toda forma, convém reparar como o grupo vem esvaziando o conteúdo religioso na Rede Mulher, da mesma forma que o fez na Record, confinando a fé no fim de noite e madrugada. Para compensar a redução da oração em seus canais, a IURD vai locando espaço em outras emissoras, como a TV Gazeta (4 horas diárias) e CNT (3 horas diárias).


Eurochannel estréia 4.º ano de Coupling


O Eurochannel estréia amanhã a 4ª temporada da série inglesa Coupling. Com seis episódios, a comédia – que chegou a ganhar uma fraca versão americana – conta o relacionamento de seis amigos. Coupling foi comparada a Friends, mas a série da BBC é mais ousada e os personagens, mais reais. O 4º ano chega ao Eurochannel com legendas em português – um diferencial, já que Coupling foi exibida no canal People + Arts dublada.


O Eurochannel colocará no ar os três primeiros capítulos amanhã e nos dias 15 e 22 de fevereiro, às 21 horas.


entre-linhas


O canal pago People + Arts abriu inscrições para o reality show On The Lot, do diretor Steven Spielberg. O objetivo é descobrir um novo talento entre 16 cineastas, que ganhará um contrato no valor de US$ 1 milhão dos estúdios DreamWorks para produzir um filme. Para participar, os brasileiros devem se inscrever pelo site até o dia 12 de fevereiro.


Com 26 mil propostas, foram encerradas as inscrições para o Aprendiz 4 – O Sócio, da Record. Na nova edição, Roberto Justus selecionará uma pessoa para ser seu sócio, com capital inicial de R$ 1 milhão.’


************

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem