Quarta-feira, 14 de Novembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1013
Menu

ENTRE ASPAS >

Ricardo Valladares

24/08/2004 na edição 291

‘Um travesti entre os participantes: essa é a ‘surpresa’ que o SBT resolveu proporcionar aos espectadores de seu novo reality show, Protagonistas de Novela na Casa dos Artistas. O programa começou no domingo passado, numa maratona em que o dono da emissora, Silvio Santos, entrevistou vinte candidatos às treze vagas da competição (que terá como prêmio, em vez de dinheiro, o direito de atuar numa novela do SBT). Silvio Santos sabia que um travesti pertenceria ao grupo, mas não quis que lhe dissessem quem era. ‘Prestei atenção no pomo-de-adão, nos pés e nas mãos das meninas para tentar descobrir, mas não consegui. E olha que estou acostumado a lidar com travestis, porque sempre tem um nos meus shows de calouros’, diz o apresentador. Em nenhum momento a questão veio a público, e foi assim que a ‘participante com um segredo’ se tornou uma integrante da atração. Encarregada de selecionar o elenco da nova edição de Casa dos Artistas, a empresa espanhola Promofilm, que atua há tempos em países como Argentina, Chile, Colômbia e Venezuela, justifica a decisão de escalar um travesti de maneira simples. ‘Achamos que ia atrair atenção e fomos em frente’, diz Guillermo Tyberg, diretor argentino da produtora. Em outras palavras, a aposta foi mesmo no escândalo e no constrangimento que o desenrolar da história em horário nobre pode causar.

Até quinta-feira passada, o SBT não confirmava a identidade do travesti, mas já se sabia tratar-se da competidora identificada como Bianca Soares, de 21 anos. Fotos pornográficas de Bianca aparecem em sites de ‘acompanhantes’ na internet. O telefone de contato divulgado num dos sites é o mesmo da pessoa que a produção de Casa dos Artistas aponta como ‘marido’ de Bianca – um certo Ricardo Soares. Ele diz que os dois vivem juntos há três anos. Informa que se mudaram do Sul para São Paulo seis meses atrás, que moram no centro da cidade e que nas horas vagas costumam ‘passear nas imediações do Minhocão’ – um célebre viaduto da capital paulista em torno do qual se encontram áreas de prostituição. Segundo Ricardo, um contrato com a emissora o impede de falar mais sobre a consorte. ‘A verdade aparecerá na hora certa. Só garanto que Bianca é uma ótima pessoa’, diz ele.

Na última edição inglesa de um outro reality show, o Big Brother, encerrada no começo do mês, um travesti saiu vencedor. Esse caso serviria de ‘antecedente’ para a inclusão de Bianca Soares em Casa dos Artistas. ‘Vamos ver se o público brasileiro demonstra preconceito contra ela’, diz Guillermo Tyberg. Uma diferença entre o programa inglês e o brasileiro é que, lá, nunca se fez segredo da sexualidade do participante. Ao reservar o assunto para uma revelação bombástica, o SBT decidiu caprichar na apelação e no sensacionalismo. Questão diferente é saber se os colegas de Bianca em Casa dos Artistas também não foram avisados de nada. A emissora afirma que ninguém se deu conta de que ela é uma moça diferente nos primeiros dias de confinamento. Difícil acreditar – até porque, naquele time de meninas loucas pela fama e garotões sarados (entre eles, um que já posou para revistas gays), ninguém tem cara de inocente.

A sensação de que todo o elenco está colaborando numa farsa reforçou-se em duas passagens do programa. Na quarta-feira, Bianca protagonizou uma cena romântica com outro participante, o dentista Alle Manas, de 31 anos. Uma cena de mentirinha: a proposta do reality show é testar as habilidades dramáticas dos competidores. Eles atuam em apresentações avaliadas por uma equipe de professores de dramaturgia. Depois de completar uma seqüência em que teve de acariciar Bianca, Manas comentou: ‘Achei que ela estava tensa, não houve aquela troca entre homem e mulher’. Na quinta-feira, num outro teatrinho, Bianca interpretou uma garota que flagrava o namorado – adivinhe – com um travesti. Sua atuação foi considerada péssima, e ela foi despachada para o paredão. Em outras palavras, tornou-se protagonista do primeiro domingo de eliminação de Casa dos Artistas. Uma oportunidade providencial para que o SBT, com uma boa baixaria, tente levantar a audiência de seu programa, e para que Bianca, ao revelar sua história em cadeia nacional, torne real o lema que adota na internet: ‘Depois que me conhecer, jamais irá me esquecer’.

No mesmo dia em que Casa dos Artistas estreou no SBT, a Record colocou no ar seu próprio reality show, o Sem Saída. O programa, exibido diariamente, é uma mistura simpática de gincana de convivência com teste de conhecimentos gerais. O cenário é um grande loft – uma espécie de apartamento em que quarto, sala e cozinha se confundem num mesmo ambiente – que acomoda cinco pessoas. Todos os dias, além de aturarem o stress da permanência num lugar fechado, os participantes enfrentam um quadro de perguntas e respostas. Quem acerta mais ganha dinheiro, além do direito de permanecer na casa. O pior dos cinco cede lugar a um novo competidor, que vem de fora. Até a semana passada, mais de 200 000 pessoas haviam feito inscrição para o programa, cuja apresentação ficou a cargo do ator Márcio Garcia, que a Record acaba de tirar da Rede Globo. Para deixar a antiga emissora, na qual recentemente fez sucesso interpretando o vilão Marcos, na novela Celebridade, Garcia viu seu salário ser quadruplicado. Na Record, vai receber 120 000 reais por mês. Por enquanto, ele continua morando no Rio de Janeiro. Sua mulher está grávida, e eles esperam um segundo filho para abril do ano que vem. Mas Garcia deve se mudar para São Paulo para assumir um segundo programa – um show de variedades – na Record.’



DATANEXUS
Daniel Castro

‘SBT coloca audiência grátis na internet’, copyright Folha de S. Paulo, 18/08/08

‘Por determinação de Silvio Santos, o Datanexus abriu na internet a qualquer pessoa o acesso gratuito a dados de audiência da TV em tempo real, antes restritos a assinantes. A ferramenta, no caso do Ibope, é usada na guerra da audiência, determinando a duração de atrações de programas ao vivo.

Para ter acesso, basta entrar no site do Datanexus (www.datanexus.com.br) e se cadastrar. O site atualiza uma tabela com o desempenho nos últimos 15 minutos de todas as emissoras (incluindo Rede 21 e MTV), mais a média da TV paga e o total de televisores ligados na Grande São Paulo. Os dados são em pontos _cada um representa 51 mil domicílios.

Financiado pelo SBT, o Datanexus foi lançado há um ano para ser alternativa ao Ibope. Até agora, só o SBT é cliente, e o contrato entre ambos acaba no fim do ano.

‘Foi o Silvio Santos quem sugeriu [abrir os dados]. Ele disse que, já que está pagando sozinho, não há motivo para que as pessoas não tenham acesso’, afirma Carlos Novaes, diretor do Datanexus.

Para o Ibope, a iniciativa pode distorcer o resultado da medição do Datanexus, porque pessoas que fazem parte da amostra (232 domicílios) podem migrar de canal para ver o impacto de seu comportamento na tabela da internet. O Datanexus afirma que esse risco é baixo, porque só 16% dos domicílios da amostra têm internet. A divulgação em programas de TV continua proibida.

OUTRO CANAL

Renomeado 1

Vai se chamar ‘Os Aspones’ a comédia de situação que a Globo lança em 5 de novembro e que tinha o título provisório de ‘Esculhambação’. O programa, ambientado em um escritório em que os personagens se dedicam a falar mal das pessoas, terá oito episódios, às sextas, no lugar de ‘Carga Pesada’/’Sexo Frágil’.

Renomeado 2

Andrea Beltrão, Marisa Orth, Drica Moraes, Pedro Paulo Rangel e Selton Mello são os nomes confirmados até agora em ‘Os Aspones’, a ser escrito por Alexandre Machado e Fernanda Young e dirigido por José Alvarenga _o trio de ‘Os Normais’.

Encomenda

O escritor Mário Prata (que chegou a trabalhar em ‘Metamorphoses’) assinou contrato de dois anos com a Globo. Vai escrever uma novela das 19h que deve estrear em outubro de 2005.

Troca

O SBT fez nesta semana um revezamento na equipe de estagiários que vêm monitorando todos os passos das pessoas que trabalham nas produções do ‘Domingo Legal’ e ‘Programa do Ratinho’. Os ‘bedéis’ (como eles vêm sendo chamados) que estavam no primeiro programa passaram a atuar no segundo, e vice-versa. Para evitar que fiquem amigos dos ‘vigiados’.

Rotina

A Band voltou a ficar na frente da Globo ontem de manhã, com a transmissão da Olimpíada.’



Cidade Biz

‘Datanexus abre seus dados de audiência na internet’, copyright Cidade Biz (www.cidadebiz.com.br), 18/08/08

‘O Datanexus, instituto concorrente do Ibope na medição de audiência na TV brasileira, abriu seus dados. Há alguns dias, a empresa – que em julho ameaçou fechar as portas por falta de clientes – resolveu liberar via internet a consulta de sua medição de audiência na Grande São Paulo, em tempo real, para qualquer internauta. Para acessar os dados basta entrar no site www.datanexus.com.br, digitar seus dados e pegar uma senha.

‘Desde que o SBT pensou em rescindir o contrato em julho, e voltou atrás, resolvemos nos mexer mais para manter o Datanexus funcionando’, fala um dos criadores do instituto, Alfonso Aurim em matéria da Agência Estado. ‘Queremos mostrar para as pessoas o nosso trabalho, como ele funciona. Essa foi a maneira que encontramos de divulgar melhor nossa pesquisa. Os dados ficarão em livre acesso até o fim do ano. É a nossa última tentativa.’

O instituto foi criado há cerca de um ano graças a um investimento de R$ 4 milhões feito por Silvio Santos. Desde o início, o único cliente da empresa é o SBT, que paga R$ 160 mil por mês pelas pesquisas.

No fim de junho, o contrato do Datanexus com o SBT venceu e a emissora ameaçou não renová-lo, o que decretaria o fim do instituto. Dias depois, SS voltou atrás e renovou o contrato – com valores revistos – por mais alguns meses.’

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem