Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

ENTRE ASPAS > FIM DE SEMANA, 22 E 23/09

Terra Magazine

25/09/2007 na edição 452

TELEVISÃO
Márcio Alemão

Sobre prêmios e dublagens, 24/09/07

‘Sobre o Emmy, a passagem mais interessante foi a declaração de James Spader, ao receber o prêmio de melhor ator de série dramática (a excepcional série Boston Legal, que a Raposa transformou em um nada impossível de ser visto graças à ridícula dublagem). Pois ele disse: ‘Já estive em milhares de shows e concertos e nunca sentei em um lugar tão ruim’.

Esse ano tiveram a idéia de produzir um palco ilha, cercado de platéia por todos os lados. Todavia, tudo era apresentado para um lado só. E James Spader e sua turma estavam justamente na parte de trás. O tempo todo só conseguiram ver as costas dos apresentadores e vencedores.

Premiações bestas, como a de ator coadjuvante para Jeremy Piven, o empresário dos garotos da série Entourage. Ele e a série carecem de carisma. Francamente, não entendi nem mesmo a indicação.

Mas tivemos Jonh Goodmann ganhando por melhor participação especial em série. E fazia duas semanas que eu o havia visto na citada participação, na ótima série Studio 60 at Sunset Strip. Ao final, comentei com minha esposa: ‘Esse cara chega a ser muito impressionante. Foram menos de 10 minutos em cena e eu daria a ele um Oscar’.

E sobre a serie Studio 60, não passou da primeira temporada, infelizmente. Mas Betty, A Feia voltou a ser premiada. Ou seja: o baixo nível na TV não é privilégio nosso.

De volta à Raposa e sua bizarra decisão de arruinar toda sua programação, dublando-a, as notícias que me chegam são alvissareiras. A audiência cai. Continuo torcendo para que despenque. E no assunto dublagem, no TCM estava passando na semana passada Em Cada Coração um Pecado, com uma nova dublagem. Caso de polícia. Caso de lesa obra. Caso de internação para quem acompanhou e aprovou aquela dublagem. Caso de loucura coletiva porque vários devem ter presenciado o crime. Não acredito que eram profissonais. Devem ser amigos ou parentes de algum dono de um estúdio e decidiram fazer uma brincadeira. Mas colocaram a brincadeira no ar. Se fosse para um programa de humor, perfeita. Pelo menos o TCM nos dá a opção do áudio original.

Ainda na dublagem, já recebi vários e-mails furiosos de dubladores e amigos que não entenderam que sou contra a dublagem de filmes e séries. Fora isso, existe um zilhão de conteúdos que podem ser dublados. Mas esses me perguntavam: ‘E o que você me diz de países de primeiro mundo (uau, que tapa na cara!) como a Itália e a França e a Alemanha que tudo dublam? Heim, heim, heim?’

Eu digo que Itália e França produzem bons vinhos e boa comida e certamente têm as piores TVs do mundo, junto com a Alemanha. Esses países de primeiro mundo fazem uma TV de 5º mundo. E os três, a França com raras exceções, também não produzem bom cinema há décadas. Pensem nisso.

Márcio Alemão é publicitário, roteirista, colunista de gastronomia da revista Carta Capital, síndico de seu prédio, pai, filho e esposo exemplar.’

******************

Clique nos links abaixo para acessar os textos do final de semana selecionados para a seção Entre Aspas.

Folha de S. Paulo – 1

Folha de S. Paulo – 2

O Estado de S. Paulo – 1

O Estado de S. Paulo – 2

Terra Magazine

Veja

Agência Carta Maior

Comunique-se

Último Segundo

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem