Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

ENTRE ASPAS > FIM DE SEMANA, 16 E 17/1

Terra Magazine

19/01/2010 na edição 573

HAITI
Diego Salmen

Imprensa internacional dá destaque a terremoto no Haiti

‘O terremoto que atingiu o Haiti repercute pelos cinco continentes. Do francês Le Monde ao chinês People’s Daily, a tragédia que se lançou sobre a nação caribenha foi destaque nos portais de diversos jornais mundo afora.

País mais pobre das Américas, o Haiti foi atingido por um terremoto de 7.3 graus na escala Richter na terça-feira, 12. Foi o mais forte sismo a atingir o território haitiano nos últimos 200 anos.

Atualmente, o Haiti ocupa o 146º lugar entre os 177 países avaliados no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Mais da metade da população vive com menos de 1 dólar por dia.

Veja como os sites dos jornais de todo o planeta noticiaram na manhã desta quinta-feira, 14, o tremor em suas manchetes:

Estados Unidos – Usa Today – ‘Dano imenso ao Haiti’

França – Le Monde – ‘Retomar o acesso à água potável, prioridade das ONG’s’

Itália – La Repubblica -’Haiti: é um desastre épico’

Angola – Jornal de Angola – ‘Terremoto causa destruições no Haiti’

Alemanha – Algemeine Zeitung – ‘Catástrofe do terremoto no Haiti: 100.000 vítimas estimadas’

Espanha – El Pais – ‘Haiti clama por auxílio urgente em meio ao caos e à devastação’

Inglaterra – The Guardian – ‘Equipe internacional se une à operação de resgate no Haiti’

Índia – The Times of India – (foto com legenda) ‘Mais de 100 mil podem ter morrido em tremor no Haiti’

China – People’s Daily – (submanchete) ‘Equipe internacional de resgate chinesa chega ao Haiti’’

 

TECNOLOGIA
Eduardo Tessler

Duas semanas para o maior lançamento do ano. Sem focus group

‘Começou a contagem regressiva. Faltam 14 dias. Talvez 13, se o todo-poderoso quiser, uma vez mais, surpreender. Mas ele não precisa disso. O iSlate vai surpreender, sem dúvidas.

A nova engenhoca da Apple nasce com a promessa de ser mais útil que o iPhone, mais fácil de mexer que o Kindle e mais potente que qualquer netbook do mercado. Bem, mais caro também, cerca de US$ 1.000, mais taxas, nos Estados Unidos. Steve Jobs é o nome dele, o mestre. O inventor, criador, o rei Midas que já deu voltas e voltas para sempre terminar bem. Para Jobs, inspiração é 99%, mas transpiração é mais 99%.

Ideias. É preciso ter ideias e acreditar nelas. O Google tem ideias. A Apple tem ideias. A Microsoft deixou de ter ideias para faturar sobre o que já tinha. Perdeu espaço. Envelheceu.

O jornalista, presidente da Innovation Media e agora blogueiro Juan Antonio Giner conta em seu blog especial sobre o lançamento do iSlate (http://blogs.lainformacion.com/tablet-apple/) que Steve Jobs, além de todas as coisas que já se conhecem dele, odeia pesquisas. Odeia ‘focus group’. Se alguém quiser vê-lo irritado, basta propor um focus group, uma pesquisa.

O iSlate vem ao mercado sem focus group. Ninguém testou o equipamento. Ninguém deu opinião. Ninguém pediu para retirar o botão do indicador esquerdo e colocá-lo na altura do polegar direito. E por isso será um sucesso. Quando se apresenta algo totalmente novo, o desconhecimento das pessoas acaba por ser um obstáculo conservador. Quem quiser escutar futuros consumidores vai se dar mal. Ou vai repetir o que já existe.

Steve Jobs sabe disso. Por isso Jobs é Jobs. Por saber que pesquisas não têm qualquer valor quando se apresenta uma novidade que quebra paradigmas. Por isso a Apple é a Apple. Por isso o iPhone foi o maior sucesso e abriu caminho para os celulares inteligentes. Por isso quem experimenta um Mac jamais volta a um PC.

Sim, o iSlate. A Internet foi invadida por informações desencontradas sobre o novo aparelhinho da Apple. Mas há pouca coisa confiável. Entre as poucas certezas: * Só o custo do material utilizado para a montagem de um iSlate custa US$ 347.

* A tela terá 10 polegadas (pouco mais de 25cm)

* A compra estará atrelada a uma assinatura de serviços WiFi.

* Vai se chamar iSlate (bem, isso não está certo ainda, depende de Jobs).

* Será lançado no dia 27 (isso também depende de Steve Jobs, que ameaça antecipar para o dia 26).

Seja como for, prepare-se para uma avalanche. Filas para comprar o novo gadget, como foi com o iPhone.

Só que agora com a experiência de quem já lançou o fenômeno iPhone.’

 

******************

Clique nos links abaixo para acessar os textos do final de semana selecionados para a seção Entre Aspas.

Folha de S. Paulo

Folha de S. Paulo

O Estado de S. Paulo

O Estado de S. Paulo

Comunique-se

Terra Magazine

Veja

Tiago Dória Weblog

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem