Sábado, 16 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

ENTRE ASPAS > FIM DE SEMANA, 28 E 29/11

Tiago Dória

01/12/2009 na edição 566

TELEVISÃO
Tiago Dória

Números sobre os 20 anos do seriado Simpsons

‘A última edição de 2009 da revista Fast Company saiu nesta semana. Na capa, Ashton Kutcher, que hoje é mais popular no Twitter do que na TV, fala sobre seus negócios na área de mídia.

Porém, na revista um outro artigo chamou mais a minha atenção. Os números a respeito dos Simpsons, seriado que completa 20 anos no ar. Em 17 de dezembro de 1989, foi ao ar a primeira sessão do seriado na Fox (o desenho já existia antes, mas não como seriado).

Para mim, Simpsons é um dos mais interessantes e bem sucedidos produtos de mídia dos últimos tempos e já foi apropriado por uma geração.

Um dos últimos episódios em que participam Nicolas Sarkozy, presidente da França, e a sua esposa, Carla Bruni, virou hit na internet, com espaço para a criação de diversos mashups.

1) Cada episódio demora 6 meses para ser produzido, o que mobiliza animadores nos EUA e Coréia.

2) Além do núcleo familiar (Homer, Marge, Bart, Lisa e Maggie), há 300 personagens paralelos.

3) O episódio na TV mais visto da história dos Simpsons foi Bart Gets an F. Em 1990, 33,6 milhões de pessoas assistiram ao capítulo.

4) No Hulu, o seriado é o 7º programa mais assistido.

5) Em 2008, produtos relacionados ao desenho geraram receita de US$ 750 milhões (Lá nos 50, Walt Disney falava que, no futuro, uma das principais fontes de receita para o mercado de animação seria o merchandising. Parece que ele estava certo).

Muitas vezes não é tanto pelo humor politicamente incorreto que Simpsons chama a atenção (o pessoal do Family Guy é mais preciso neste quesito), mas pela personalidade marcante de cada personagem. E é isso que está presente num dos primeiros episódios que segue abaixo.

Os traços eram um pouco diferentes, mas a personalidade de cada um já estava lá.’

 

AGREGADOR
Tiago Dória

Pela diversão, Newsweek passa a utilizar o Tumblr

‘A revista Newsweek, que, no começo do ano, passou por uma reformulação, lançou um tumblr.

Para a redação da Newsweek, a possibilidade de fazer algo legal e divertido foi um dos principais motivadores para utilizar a ferramenta de publicação, mais até do que a ideia de ‘aproximar os leitores e a publicação’.

Na prática, o tumblr da Newsweek funciona como um agregador, um hub de informações. Fornece uma prévia de assuntos que serão tratados na revista, trechos de reportagens já publicadas são destacados, além de conteúdos interessantes encontrados em outros sites.

Posso estar errado, mas acredito que, de acordo com essa proposta de compartilhar e destacar informações encontradas na rede, a utilização do Posterous seria melhor.

Já utilizei o Tumblr (ainda uso, mas como lifestreaming) e, na hora de compartilhar informações, o protocolo de email, utilizado pelo Posterous, é quase imbatível. É mais simples.

Vale lembrar que a Vice Magazine também utiliza o Tumblr.

E o NYTimes, em breve, também deve lançar um tumblr.

Atualização – A IBM também tem um Tumblr para fazer ‘curadoria de conteúdo’, o Smart Planet.’

 

******************

Clique nos links abaixo para acessar os textos do final de semana selecionados para a seção Entre Aspas.

Folha de S. Paulo

Folha de S. Paulo

O Estado de S. Paulo

O Estado de S. Paulo

Comunique-se

Carta Capital

Agência Carta Maior

Veja

Tiago Dória Weblog

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem