Sexta-feira, 20 de Julho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº996
Menu

ENTRE ASPAS > FIM DE SEMANA, 28 E 29/2

Tiago Dória Weblog

01/07/2008 na edição 492

FERRAMENTAS
Tiago Dória

Celular para arrancar declarações dos mais tímidos e arredios, 30/6

‘Debates sobre o quanto os aparelhos móveis podem ser ferramentas para fazer um melhor jornalismo quase sempre acabam em apenas teoria. Não é à toa, são poucas as empresas que praticam o que seria o chamado ‘mobile journalism’.

Tammy Haddad, consultora de mídia da revista Newsweek, mostra na prática o quanto utilizar esses equipamentos pode ser positivo para o jornalismo. Ela mesmo está usando uma Sanyo para gravar reportagens em vídeo para a revista.

Segundo ela, gravar entrevistas com câmeras de mão ou celulares com câmeras de vídeo é melhor para arrancar declarações de fontes tímidas ou arredias à imprensa.

É menos intimidador do que chegar com uma equipe de TV, formada por câmera, repórter e assistente.

Realmente, isso é um aspecto fácil de notar. Falo por experiência própria. Ao gravar com o N95 os videocasts para o blog e para um outro projeto, percebo que as pessoas ficam mais tranquilas para dar entrevista do que se eu chegasse com uma equipe de TV completa.

Kit Mobile da Reuters

Mas acredito que existe um porém nisso. Para fontes que adoram dar entrevistas para equipes de TV – promotores e ex-big brothers, por exemplo – talvez não seja, em um primeiro momento, tão interessante [para eles] dar entrevista para uma pessoa com um celular na mão.

No entanto, segundo Haddad, existe um outro benefício prático para o jornalismo no uso desses gadgets. Com esse tipo de equipamento você pode intervir menos no fato, a presença do repórter é mais discreta.

Quem trabalha ou já trabalhou com TV sabe o que acontece quando você liga a câmera em um evento. E um repórter com uma câmera de mão ou um celular é bem mais discreto.

Por isso, que, dependendo da pauta da matéria, é mais negócio mandar um repórter com um celular do que uma equipe de vídeo inteira.

Aproveitando o assunto, vocês já viram que o portal do jornal ADN, da Espanha, está utilizando o Qik para fazer transmissões ao vivo de vídeo direto do celular? Eles estrearam oficialmente a integração com o serviço durante a final da Eurocopa, que teve a seleção da Espanha como vencedora.

Já que a intenção não era fazer uma reportagem com começo, meio e fim, mas apenas mostrar, de imediato, o clima das comemorações nas ruas, nada mais inteligente do que o repórter do portal, que já está na rua, sacar o seu celular N95 e começar a fazer as transmissões ao vivo.’

 

 

TWITTER
Tiago Dória

Twitter + Silvio Meira + CPFL, 30/6

‘Na sexta-feira, participei de mais um experimento envolvendo o uso do Twitter. A CPFL Cultura me convidou para participar como ‘twitter convidado’ de uma palestra do cientista Silvio Meira.

Foi realizada no próprio espaço cultural da CPFL, em Campinas, dentro da programação do Café Filosófico, que conta com um programa na TV.

Fiz comentários em cima da palestra utilizando a ferramenta de microblogging, no mesmo esquema do Roda Viva, da TV Cultura. Dividi os comentários com o Pedro Markun, que também foi convidado.

Foi uma experiência beta por parte da CPFL.

Para quem acompanha o blog e os textos do Silvio Meira, a palestra não teve muitas novidades. Achei interessante quando ele falou que devemos ‘virtualizar’ mais as empresas para acabar com o problema do trânsito nas grandes cidades.

É por aí, incentivar mais as pessoas a trabalharem de casa.

Mas voltando à questão do Twitter. A CPFL Cultura transmitiu a palestra ao vivo em seu site. E, em nenhum momento, os nossos comentários dispensaram essa transmissão. Na verdade, a intenção foi criar mais uma camada de informação.

Por parte da CPFL Cultura, daqui para frente, seria interessante agregar melhor os comentários à transmissão ao vivo ou ao seu programa na TV que transmite as palestras. Criar um streaming dos comentários que estão sendo feitos no Twitter seria um caminho.

A pessoa assistiria à transmissão ao vivo em vídeo e, no computador, leria os comentários ao lado na mesma tela e, na TV, em um GC.

Seria útil pelo motivo de que a pessoa que não conhece um serviço como o Summize, que agrega mensagens do Twitter, tem que ficar, no computador, com duas janelas abertas, acompanhando os comentários dos twitters. Um ‘streaming de comentários’ juntaria tudo numa tela.

Após a palestra, o Twitter foi assunto durante um jantar. Meira comentou por que a ferramenta faz sucesso – permite informações personalizadas, você recebe informações apenas de quem quiser.

Mas acrescento outros fatores, como simplicidade, não imediatismo nas conversas e trabalhar em cima de um dos benefícios da rede – você poder consumir e produzir informação de qualquer lugar.

A TV a cabo trouxe a noção de informações 24h/7 dias por semana, a web trouxe a noção de informações disponíveis de qualquer lugar. E o Twitter trabalha em cima disso, informação disponível de qualquer lugar.

O que percebi nestas duas experimentações das quais participei – no Roda Viva e agora na CPFL Cultura – é o quanto as empresas estão absorvendo mais rápido essas novas ferramentas de comunicação.

E de uma forma simples, sem muita burocracia. Seguem assim, sem precisar colocar selo abaixo do logotipo, o conceito de beta na prática – experimentar e aprender constantemente.’

 

 

PARCERIA
Tiago Dória

CBS vai pagar para blogueiros usarem widgets, 27/6

‘Dentro de seu posicionamento de ir onde o usuário está e utilizar a rede como uma ferramenta de distribuição de seu conteúdo, a CBS, uma das maiores redes de TV do mundo, lançou um programa de parcerias com blogueiros.

O blogueiro instala um widget da CBS em seu blog e, em troca, a emissora divide receita de publicidade. Nesse widget, serão exibidas manchetes e vídeos da CBS relacionadas ao conteúdo do blog.

Por exemplo, se eu tenho um blog sobre esportes, os links das manchetes do wigdet apontarão para matérias de esportes da CBS.

É uma forma de utilizar os blogs como rede de distribuição de conteúdo. Mas seria interessante se o sistema fosse parecido ao Adsense do Google.

No Adsense, o sistema ‘escaneia’ o post, busca as palavras-chaves mais comuns e, a partir delas, exibe anúncios [links patrocinados] relacionados ao post.

No caso, o widget da CBS funcionaria parecido – ‘escanearia’ o post, mas, ao contrário de anúncios, exibiria links das matérias da emissora relacionadas ao conteúdo do post. O blogueiro ganharia por cliques nestes links.

Seria um caminho parecido ao serviço Sphere, utilizado pela CNN, que acrescenta ao pé das matérias, links para posts de blogs que estão comentando as mesmas.’

 

 

BUSCADOR
Tiago Dória

Google News tem um dos piores desempenhos, 25/6

‘Dos serviços da Google, um dos que tem um dos piores desempenhos é o buscador de notícias Google News. Seu crescimento é de 10% ao ano, segundo o NYTimes.

Está no 8º lugar no ranking dos sites de notícias e, em tráfego, perde feio para o seu concorrente, o Yahoo News, que conta com 38 milhões de visitantes únicos/mês. O serviço da Google tem apenas 11 milhões.

Como usuário diário dos 2 serviços, acho que não preciso pensar muito para descobrir o erro – automação demais. Por exemplo, na imagem acima, olhe o que estava em destaque na editoria de ‘Ciência’ do Google News.

É por essas e outras que faz falta o fator humano. Além da informação ser melhor organizada para navegação, o Yahoo! News conta com editores para evitar esse tipo de erro.

Apesar de ser um dos serviços mais inovadores da Google, o News é um dos que menos recebem novas funções – uma das últimas foi a integração com vídeos de notícias no YouTube. E a idéia dos comentários nas matérias, pelo visto, não pegou.

Vantagem para o Google News é possuir versões para diversos países. Aqui, no Brasil, por exemplo, como buscador de notícias resta somente ele. Mas para o noticiário em inglês, sem dúvidas, o Yahoo! News supera. Indexa mais sites e tem integração com a busca de fotos e vídeos.

Para quem acha que o Google vai dominar o mundo, eles ainda precisam melhorar muito, a começar pelo serviço de busca de notícias.’

 

 

 

******************

Clique nos links abaixo para acessar os textos do final de semana selecionados para a seção Entre Aspas.

Folha de S. Paulo – 1

Folha de S. Paulo – 2

O Estado de S. Paulo – 1

O Estado de S. Paulo – 2

Comunique-se

Terra Magazine

Carta Capital

Agência Carta Maior

Veja

Tiago Dória Weblog

UOL Notícias

Último Segundo

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem