Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

ENTRE ASPAS > SEXTA-FEIRA, 23/02

Universal do Reino de Deus
compra TV e rádio Guaíba

Por Luiz Antonio Magalhães em 23/02/2007 na edição 421


Leia abaixo os textos de sexta-feira selecionados para a seção Entre Aspas.


************


Folha de S. Paulo


Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007


MÍDIA & RELIGIÃO
Elvira Lobato


Igreja Universal compra TV e rádios Guaíba em Porto Alegre


‘A Igreja Universal do Reino de Deus, do bispo Edir Macedo, fechou, durante o Carnaval, a compra da TV Guaíba, de Porto Alegre. O negócio incluiu as rádios Guaíba AM e FM.


A venda foi confirmada pelo diretor da TV Guaíba, Carlos Bastos Ribeiro. Segundo ele, a negociação foi fechada, na terça-feira, com a Rede Record, que não se manifestou sobre o assunto.


No mercado, a transação era calculada ontem em R$ 100 milhões. O grupo Guaíba não confirmou o valor do negócio. Segundo Ribeiro, foi uma negociação rápida. O grupo continua proprietário do jornal ‘Correio do Povo’.


A aquisição causou surpresa no setor de radiodifusão. Havia alguns anos que não se tinha notícia de expansão da Igreja Universal nessa área. Até a TV Pampa, afiliada da Record no Rio Grande do Sul, foi apanhada de surpresa com a compra da TV Guaíba.


Segundo o vice-presidente da TV Pampa, Paulo Sérgio Pinto, a empresa tem dois contratos de retransmissão de sinais da TV Record no Estado: um para a região metropolitana de Porto Alegre, até março do ano que vem, e outro para o interior do Estado, com término previsto para o final de 2009.


Segundo o executivo, a TV Pampa não foi consultada nem avisada previamente do negócio pela Record. Por isso, ele diz acreditar que a compra seja para reforçar a estrutura da Rede Família ou da Rede Mulher -e não da Rede Record.


O bispo Edir Macedo começou a erguer o império de comunicação da Igreja Universal do Reino de Deus no final dos anos 80, quando comprou por US$ 45 milhões as três emissoras de TV da Record de São Paulo. Elas pertenciam a Silvio Santos e a Paulo Machado de Carvalho. A Igreja sofreu longa investigação da Receita Federal, por conta da compra, mas o negócio acabou autorizado pelo Ministério das Comunicações, em 1994, no governo Itamar Franco.


O grande salto de expansão da Universal neste setor se deu nos anos 90. Até 94, a Record tinha seis geradoras próprias de TV. Em 95, foram acrescidas mais oito.


Ainda nos anos 90, a Universal começou a investir em duas novas redes de televisão -Rede Mulher e Rede Família- dentro do propósito, anunciado à época, de reduzir o conteúdo religioso na programação da Record, para torná-la competitiva com a TV Globo.’


TODA MÍDIA
Nelson de Sá


Lula vs. Hugo Chávez


‘O Irã era a manchete de ontem, da Folha Online ao site do ‘New York Times’, por enriquecer urânio em desafio às Nações Unidas. Não demorou e, pelos sites, a Reuters e outras agências passaram a noticiar que ‘Lula proibiu a transferência de tecnologia que possa ajudar o Irã a desenvolver seu programa nuclear’.


Está aí a resposta para ‘a pergunta da semana nos círculos diplomáticos’ do hemisfério, segundo o ‘Miami Herald’: ‘O gigante regional Brasil está para se aproximar um pouco de Washington e se distanciar um pouco do líder narcisista-leninista da Venezuela, Hugo Chávez?’. Como se sabe, o presidente do Irã andou pelo subcontinente de mãos dadas com Chávez -e desde então é atração cotidiana no canal Telesur.


O PAÍS DO AUTOMÓVEL


A duas semanas de baixar por aqui, o presidente dos EUA, George W. Bush, visitou ontem uma usina de etanol na Carolina do Norte, cheirou amostra e examinou carro a álcool, segundo a agência AP.


De outra parte, segundo o ‘Washington Post’, a General Motors vem fazendo lobby junto à Nascar, categoria maior do automobilismo nos EUA, para trocar gasolina por etanol. A Indy já mudou. O lobista, vice da GM, entrou na empresa anos atrás, no Brasil.


A MENINA DOS OLHOS


O biodiesel, ‘a menina dos olhos de Lula’, rende mais manchete no ‘Valor’, sobre investimentos sem controle.


E a Bloomberg destaca, de Tóquio, como uma empresa japonesa se associou a uma holandesa para erguer três usinas por aqui, de uma vez.


CONTRA O ETANOL


Com os irmãos Bush, a GM e até o ‘Wall Street Journal’ em campanha, o britânico ‘Financial Times’ pisa no freio do etanol -sob títulos como ‘Crescimento dos biocombustíveis é atingido pelo preço em alta do grão’.


Além do milho, sobrou para a cana, do Brasil, que estaria ‘destruindo floresta tropical’.


CONTRA A VIRADA


E mais, o correspondente Jonathan Wheatley, versão financeira de Larry Rohter, postou uma ‘análise’, usando entrevistas de Dilma Rousseff e Celso Amorim, sob o título ‘Virada à esquerda à frente? O PAC de Lula pode condenar o Brasil à mediocridade’.


Cobrando a reforma da Previdência, o texto denuncia o suposto ‘novo alinhamento de idéias entre os governos brasileiro e venezuelano’.


BBC World/Reprodução


OUTRO AMOR


Enquanto George W. Bush e Lula trocam mensagens estratégicas de ‘amor’, em ‘lovefest’, na expressão do colunista Andres Oppenheimer, Hugo Chávez e Néstor Kirchner tentam o mesmo, entre eles. Bush não vai a Buenos Aires, em sua viagem, e o argentino saiu espalhando que ‘muito tem sido dito que, no caso do presidente Lula e no meu, nós deveríamos conter o presidente Chávez… um erro absoluto’. O argentino chamou o venezuelano de ‘irmão’ e acertou, diz a Agência Brasil, a criação do Banco do Sul.


O jogo dos EUA na região foi tema de debate na BBC (acima) com participação de Silio Boccanera, da Globo, que cobrou respeito dos EUA às ‘diferentes esquerdas’.


RECORDES, RECORDES


No dizer do site do ‘Wall Street Journal’, ontem, ‘as ações brasileiras continuam seu ataque aos livros dos recordes’. A agência Reuters ouviu analistas e avaliou que a Bovespa tem espaço para crescer ainda mais no ano, em comparação a outros Brics.


‘MONEY SHOW’


Foi, registre-se, a avaliação também do World Money Show, uma feira financeira nos EUA, semana passada, com 10 mil investidores.


‘Especialistas apostam no Brasil’, era o enunciado de um dos posts sobre o evento no blog de finanças do portal AOL, Blogging Stocks. Um outro anunciava ‘Perfurando atrás de dólares no Brasil’, sobre as ações da Petrobras.


O GERENTE E OS JUROS


Em parte ao menos, até o ‘Financial Times’ faz apostas no mercado brasileiro. Em entrevista semana passada, o gerente do fundo Allianz, tido como primeiro no setor de emergentes, espalhou que é hora de jogar no Brasil. O país já estaria sinalizando alta.


Ele reclamou, no entanto, que os elevados juros básicos impedem o país de seguir o ritmo de Rússia, Índia, China.


‘BRICA’


A ‘euforia’ do capital global alcança outros emergentes. O site do ‘WSJ’ registrou que vários árabes, segundo estudo europeu, permitem falar em Brica, não Bric. A Bloomberg descreveu o Vietnã, a Ucrânia e a Croácia como ‘ombro a ombro’ com os quatro Brics.’


INTERNET
Alaa Shahine


Blogueiro egípcio é preso por insultar islã


‘REUTERS, EM ALEXANDRIA – Críticas ao islã e ao ditador egípcio, Hosni Mubarak, renderam ao blogueiro Abdul Karim Suleiman, 22, quatro anos de prisão. Um tribunal de Alexandria emitiu ontem a condenação do ex-estudante de direito, que já estava preso desde novembro do ano passado por causa dos textos críticos que ele veiculou na internet. Suleiman é o primeiro blogueiro a ser julgado no Egito pelo que publicou na internet.


A condenação remonta a oito artigos que ele escreveu de 2004 até o ano passado. Grupos de defesa dos direitos civis e blogueiros oposicionistas acompanharam com atenção o caso e afirmaram temer que a condenação viesse a estabelecer um precedente judicial que limitaria a liberdade da internet no Egito, o mais populoso país do mundo árabe.


A Anistia Internacional afirmou em comunicado que ‘esse é um novo golpe violento contra a liberdade de expressão no Egito’, e os Repórteres sem Fronteiras disseram que a condenação era ‘uma desgraça’ e que a ONU deveria desqualificar o Egito como sede para o fórum de gestão da internet que deve ocorrer no país em 2009. ‘Chegou a hora de a comunidade internacional tomar providências quanto às repetidas violações da liberdade de imprensa e dos direitos dos usuários de internet no Egito’, afirmou o grupo em comunicado.


Mídia oficial


Para o também blogueiro Sandmokey (www.sandmonkey.org), a condenação ‘constitui um precedente perigoso porque afetará o único espaço livre disponível no momento, que é a internet. As acusações eram vagas e indefinidas’. ‘O que significa insultar o presidente? Qual é a diferença entre criticar a religião e desacatá-la?’, indagou o blogueiro egípcio, que pediu anonimato. A internet se tornou um fórum importante para os críticos do governo em um país onde o Estado controla os maiores jornais e canais de TV. Embora Suleiman tenha sido o primeiro blogueiro a ir a julgamento devido ao conteúdo de seus textos, outros blogueiros de oposição já foram detidos em manifestações de rua e mantidos na prisão por semanas ou meses. Suleiman, um muçulmano liberal, não negou ser o autor dos artigos, mas acrescentou que eles representavam apenas a sua opinião. Os advogados de defesa disseram que planejavam apelar do veredicto.


Um dos artigos de Suleiman afirmava que a Universidade de Al Azhar, no Cairo, um dos principais centros do saber sunita muçulmano, promovia idéias extremistas. Outro dos textos que ele postou, sob o título ‘a verdade nua sobre o islã, tal qual a vejo’, acusava os muçulmanos de selvageria durante os confrontos entre muçulmanos e cristãos que eclodiram em Alexandria em 2005.


Ele ainda descreveu companheiros do profeta Maomé como ‘terroristas’ e comparou Mubarak aos faraós que governavam o Egito antigo de maneira ditatorial. ‘Esperava que ele recebesse uma sentença mais dura, pois mostrou ao mundo uma imagem negativa do Egito. Há coisas sobre as quais não se deve falar, como religião e política. Ele deveria ter sido condenado a dez anos’, disse Nizar Habib, na platéia do julgamento. Tradução de PAULO MIGLIACCI’


***


Google lança rival do Office para empresas


‘DA BLOOMBERG – O Google começou ontem a vender pacotes com e-mail, agenda e funções personalizadas para empresas que operam pela internet.


O Apps Premier Edition, do Google, custa US$ 50 por usuário ao ano e possui também as funções de processamento de texto e de planilha, disse Dave Girouard, diretor-geral da divisão corporativa do Google. A empresa tem uma versão gratuita, custeada por publicidade.


O software é parte de um esforço do Google de afastar as empresas do Microsoft Office.’


TELEVISÃO
Daniel Castro


Ministério Público pede para Globo mudar ‘Páginas’


‘O Ministério Público Federal (MPF) de São Paulo enviou à Globo recomendação para que a emissora não leve ao ar o último capítulo de ‘Páginas da Vida’, na próxima sexta, sem antes exibir cenas que mostrem que escolas não podem recusar a matrícula de crianças com deficiências e ficarem impunes.


Na novela, a menina Clara (Joana Mocarzel), que tem síndrome de Down, foi rejeitada por pelo menos uma escola de ensino regular. Mas a mãe adotiva da garota, Helena (Regina Duarte), simplesmente procurou outro colégio e não denunciou a escola que a discriminou.


A recomendação, que não tem ‘força de lei’, foi encaminhada na última sexta a Jayme Monjardim, diretor-geral de ‘Páginas’. É assinada pelos procuradores Sérgio Suiama e Eugênia Fávero (que tem um filho com síndrome de Down).


No documento, os procuradores dizem que ‘Páginas’ ‘deu à síndrome de Down e a outras deficiências um grau de visibilidade sem precedentes, mas a visibilidade, por si só, é insuficiente para promover avanço na garantia de acesso a direitos fundamentais’.


Reclama o MPF que a trama tratou um ‘direito indisponível’ (o direito das crianças com deficiências de freqüentarem escolas comuns é inalienável) ‘como uma opção dos pais’, ‘sem qualquer conseqüência pelo seu descumprimento’, além de ter dado ‘menor importância’ a escolas e profissionais que discriminam deficientes. Para os procuradores, ‘tais distorções’ geram prejuízo às crianças com deficiências e ‘induzem o telespectador a erro’.


O MPF dá duas opções à Globo. A primeira é exibir ‘cenas que demonstrem claramente que o acesso de alunos com deficiências a escolas comuns não é mera opção’ e que instituições que ‘recusarem ou fizerem cessar essas matrículas’ podem sofrer ‘conseqüências cíveis, penais e administrativas’. A outra é mostrar um texto, após os créditos finais, com conteúdo semelhante.


A Globo informou ontem que seu departamento jurídico está estudando a recomendação. Manoel Carlos, autor da novela, não se manifestou.


TERROR 1 Já virou piada nos bastidores das TVs chamada do SBT que anuncia a estréia de ‘novos programas, novas novelas e novas contratações’ em março. Diz o SBT que a ‘concorrência vai tremer de medo’ e que será sua ‘a arrancada da vitória’.


TERROR 2 O SBT, que vai estrear só uma novela nacional (‘Maria Esperança’) e não contratou ninguém ‘de peso’, anuncia apenas o ‘retorno’ de Silvio Santos às tardes de domingo, com velhos programas.


DESPERDÍCIO O SBT estreou na quarta, sem nenhuma divulgação, a série ‘As Aventuras de Cristine’, com Julia Louis Dreyfuss (de ‘Seinfeld’), que está fazendo sucesso nos EUA, onde a primeira temporada está no ar.’


************


O Estado de S. Paulo


Sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007


ZIMBÁBUE
Michael Wines


Povo não tem pão, mas presidente terá festa de aniversário


‘O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, completou 83 anos quarta-feira sob os acordes da música Deus Abençoe o Presidente Mugabe na rádio estatal, com uma entrevista na TV do Estado, um editorial de 16 páginas homenageando seu governo num jornal de Harare e a perspectiva de uma grande festa de aniversário amanhã – cujo custo seria suficiente para alimentar milhares de pessoas durante meses, segundo críticos.


A economia do Zimbábue está em situação tão desesperadora que o pão desapareceu das prateleiras do país na quarta-feira, após as padarias fecharem alegando que o governo estava exigindo que vendessem o produto abaixo do custo. O controle de preço visa a combater a inflação desenfreada no país, hoje em quase 1.600% ao ano.


Na capital, Harare, a polícia proibiu manifestações ou reuniões de natureza política na quarta-feira, para conter possíveis saques e vandalismo. Os críticos de Mugabe qualificaram a proibição como ato de desespero e alguns disseram que a crise econômica do país começa a instigar os cidadãos a agirem politicamente, apesar das ameaças de prisão. ‘É um sinal de que o regime está começando a se atemorizar’, disse Lovemore Madhuku, que lidera a maior organização cívica do país, a Assembléia Constitucional Nacional, em entrevista por telefone em Harare. ‘É sinal também de que este regime será derrubado pela luta. Eles estão mostrando que continuarão a confiar na força bruta para se manter no poder.’


Na entrevista pela TV, na terça-feira à noite, Mugabe não mostrou preocupação com sua impopularidade. Ao contrário, expressou confiança de que os eleitores, caso se candidate a uma reeleição, lhe darão mais seis anos no cargo, que se somariam aos 27 em que já está no poder. Mugabe propôs um adiamento da eleição presidencial, de 2008 para 2010, e qualificou de ridículas as ambições de ‘lacaios’ que, disse, esperavam derrubá-lo antes que ele se dispusesse a se aposentar.


O Movimento 21 de Fevereiro, fundado como organização beneficente em 1986, disse ter levantado US$ 65 mil da população para a festa de aniversário de Mugabe, que será realizada em Gweru, a terceira maior cidade do país. Em Harare, alguns cidadãos foram cáusticos. ‘O sujeito é insensível’, disse John Shiri, de 41 anos, professor de uma escola primária. ‘Não há pão, mas ele estará festejando e bebendo com sua família e seus aliados, quando não existe nada de trigo no país.’’


TELEVISÃO
O Estado de S. Paulo


TV Educativa vai digitalizar o seu acervo


‘A TV Educativa anuncia em breve a restauração e digitalização de seu acervo. São programas exibidos nas quase quatro décadas da emissora, inclusive imagens históricas de Ismael Silva, Cartola, Pixinguinha, Elizeth Cardoso e Aracy de Almeida, produzidas e dirigidas por Hermínio Bello de Carvalho e nunca reexibidos. Há ainda a série de shows na Sala Funarte, nos anos 70 e 80, que eram gravados e transmitidos pela TVE. A restauração será patrocinada pela Petrobrás e as fitas ficarão na nova sede da emissora. Como os equipamentos para o restauro acabam de chegar, ainda não há prazo para a conclusão do trabalho.’


Etienne Jacintho


Nip/Tuck volta à Fox


‘Christian Troy está em crise nesta quarta temporada de Nip/Tuck, que tem pré-estréia na Fox dia 18 de março, às 22 horas. O cirurgião plástico mulherengo interpretado por Julian McMahon começa a ter consciência dos seus relacionamentos vazios e passa a suspeitar que seja gay e apaixonado por seu sócio, o doutor Sean McNamara (Dylan Walsh).


Ao mesmo tempo em que questiona sua sexualidade, Troy comemora a cirurgia de número 5 mil em companhia de McNamara. Mas este não tem tantos motivos para celebrar, uma vez que recebe a notícia de que o filho que sua mulher, Julia, espera possui uma doença rara.


Esse é o enredo do episódio de estréia de uma das séries mais densas em cartaz atualmente. E, se os capítulos seguintes mantiverem esse ritmo, a temporada promete. Segundo a atriz Roma Maffia, que vive a enfermeira Liz, esse quarto ano é mais parecido com a primeira temporada. Os fãs agradecem.


Outra série que volta à Fox é Bones. O primeiro capítulo desta nova temporada traz mais peças para o quebra-cabeça da morte da mãe de Bones. No ar na segunda-feira, às 22 horas.


Silvio Santos muda tudo e se anuncia


Enquanto Silvio Santos anuncia, nos intervalos comerciais do SBT, que a ‘concorrência vai tremer’ com sua volta ao comando das tardes de domingo, com quatro atrações – todas já existentes -, o público continua a reclamar da falta de respeito da emissora. Novamente, os telespectadores das séries que o canal exibe foram pegos de surpresa. Difícil acompanhar seriados em um canal que não respeita a seqüência de episódios e nem se preocupa em transmitir a atração em sua totalidade. A ótima série Carnivàle, da HBO, por exemplo, saiu do ar sem explicações.


entre-linhas


Graças a figurinos mínimos em foco e closes sem constrangimento, a RedeTV! alcançou a vice-liderança no ibope em São Paulo com os bastidores do carnaval 2007 e o Baile Gay.


Já O Profeta atingiu seu maior placar desde a estréia na terça-feira de carnaval. Foram 41 pontos de audiência e 62% de participação entre TVs ligadas.


A Band promete transmitir hoje, às 22 h, com exclusividade, o desfile das escolas campeãs de São Paulo e do Rio. Em São Paulo, a narração caberá a Datena e no Rio, sábado, às 21 h, a Luciano do Vale.’


************

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem