Internet une serviços do Yahoo e Esporte Interativo | Observatório da Imprensa - Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito
Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1000
Menu

FEITOS & DESFEITAS > MÍDIA & MERCADO

Internet une serviços do Yahoo e Esporte Interativo

Por Gustavo Brigatto em 09/10/2012 na edição 715
Reproduzido do Valor Econômico, 8/10/2012

O Yahoo e o canal Esporte Interativo iniciam nesta semana uma parceria na área de esportes. Pelo acordo selado entre as companhias, as coberturas dos principais acontecimentos da área – hoje feitas em páginas distintas da internet, mantidas por cada uma delas – serão unificadas em um site, o Yahoo Esporte Interativo. A nova página terá equipes dedicadas à produção de notícias e venda de publicidade. O site também usará conteúdo criado pela equipe de 150 profissionais do Esporte Interativo. A página ficará hospedada na infraestrutura do Yahoo, que atuará como parceiro de tecnologia do Esporte Interativo.

A expectativa é atingir uma audiência de 5 milhões de pessoas por mês com o site de esportes. Só o Yahoo tem 4 milhões de acessos à sua página de esporte, ou pouco mais de 10% dos acessos recebidos todos os meses no site. O investimento na iniciativa conjunta não foi revelado. De acordo com André Izay, presidente do Yahoo no Brasil, as conversas entre as duas companhias começaram no âmbito da troca de conteúdo, mas evoluíram para um acordo mais amplo. Segundo Izar, a data para o lançamento do site ainda não está definida. Entre os eventos que terão cobertura no Yahoo Esporte Interativo estão a Liga dos Campeões da Europa, a Copa Nordeste de futebol e competições de vôlei e judô.

O Esporte Interativo tem 40 milhões de espectadores na TV e grande presença nas redes sociais, segundo seu presidente, Edgar Diniz. A companhia também investe na transmissão de seus programas pela internet e em dispositivos móveis. O objetivo é usar essa estrutura para direcionar mais tráfego para o novo site. A direção do Esporte Interativo não estava satisfeita com a página que mantinha na internet. A avaliação era que seus conteúdos eram mal utilizados. “Com a parceria passaremos a ter uma audiência compatível com todas as outras iniciativas que temos”, disse Diniz ao Valor.

A cobertura esportiva vem ganhando força no Brasil nos últimos dois anos, devido à aproximação da Copa e da Olimpíada, que ocorrerão em 2014 e 2016. Além da chegada ao país de periódicos especializados, como o jornal Marca, da Espanha, a rede de TV americana Fox Sports estabeleceu-se no país neste ano. Em 2011, o grupo Estado anunciou a criação da rádio Estadão ESPN, em parceria com a americana ESPN.

***

[Gustavo Brigatto, do Valor Econômico]

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem