Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº969

FEITOS & DESFEITAS > MÍDIA & MERCADO

Sem MTV, Abril quer sair do negócio de televisão

Por Rubens Glasberg em 06/08/2013 na edição 758
Reproduzido do Tela Viva News, 1/8/2013

O que a Abril fará com as concessões de TV aberta e a infraestrutura que restaram com a empresa brasileira após o fim da parceria com a Viacom na MTV?

Segundo fonte credenciada do grupo controlado pela família Civita não há ainda uma definição. “Vamos procurar o melhor negócio que conseguirmos fazer”, diz essa fonte, ressaltando que a convivência com a Viacom na MTV durante duas décadas foi uma experiência muito boa, mas que essa é uma etapa que se encerra na história da Abril, que não pretende continuar apostando no futuro do negócio de televisão.

Quanto ao que restou da antiga MTV, há obviamente um plano B para manter a rede de TVs abertas no ar enquanto não é concluído um eventual negócio de venda, para não perder a concessão. A Abril iniciou a sua operação de radiodifusão já com a marca MTV em 1991. Foi uma estratégia acompanhada da entrada no mercado de TV por assinatura. Da TV paga, a Abril desistiu em 2006, quando vendeu a TVA para a Telefônica. Agora, termina o ciclo na TV aberta.

******

Rubens Glasberg, do Tela Viva

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem