Domingo, 17 de Dezembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº970

FEITOS & DESFEITAS > MÍDIA & MERCADO

Time Warner rejeita oferta de compra de US$ 80 bilhões pela Fox

Por ‘Tela Viva’ em 22/07/2014 na edição 808
Reproduzido do Tela Viva News, 16/7/2014

A Time Warner confirmou nesta quarta, 16, que rejeitou uma proposta da 21st Century Fox para aquisição da totalidade de suas ações em circulação. A proposta, no valor total de US$ 80 bilhões, combinava ações sem direito a voto da Fox, além e um valor em dinheiro de US$ 32,42 por ação da Time Warner.

Em nota, a Time Warner afirma que seu conselho, após consulta com seus assessores financeiros e legais, “determinou que não e interesse da Time Warner ou de seus acionistas aceitar a proposta ou manter qualquer negociação com a 21st Century Fox”.

Entre os pontos citados pela Time Warner para justificar a negativa estavam a aposta no sucesso da gestão atual da empresa, bem como a incerteza da valorização das ações sem direito a voto da Fox. Veja os pontos mencionados:

>> A execução do plano estratégico da Time Warner continuará a impulsionar o valor significativo e sustentável para os acionistas da Time Warner;

>> O valor individual das empresas da Time Warner, incluindo seu portfólio de redes e seus estúdios de produção de cinema e televisão tendem a aumentar;

>> Há o risco e a incerteza significativa quanto à valorização das ações sem direito a voto da 21st Century Fox, assim como quanto à capacidade da 21st Century Fox de dirigir e gerir uma combinação do tamanho e escala da 21st Century Fox e Time Warner; e

>> Há ainda riscos estratégicos, operacionais e regulatórios consideráveis ??para a execução de uma fusão com a 21st Century Fox.

O movimento da Fox acabou valorizando ainda mais o concorrente. As ações da Time Warner subiram cerca de 20% no período da manhã desta quarta-feira.

Segundo matéria do New York Times, combinadas, as duas gigantes de mídia teriam uma receita de US$ 65 bilhões, e a eliminação de parte redundante das equipes comercial e de suporte poderia gerar uma economia de US$ 1 bilhão.

Citando pessoas próximas à negociação, o jornal diz que a Fox já planejava a venda da CNN após a aquisição do grupo, preocupada com potenciais ações antitruste por conta da concorrência direta com o Fox News.

Futuro

O jornal aponta ainda que aproximadamente 70% dos acionistas da Time Warner, incluindo diversos fundos de investimento, também mantêm ações da 21st Century Fox, o que pode levar a uma pressão de acionistas sobre o principal executivo da Time Warner, Jeff Bewkes, para buscar a venda.

As fontes do New York Times apontam ainda que – embora as negociações entre as duas empresas, até agora, tenham sido amigáveis – o bilionário Rupert Murdoch, controlador da Fox, está determinado a comprar a Time Warner e é pouco provável que desista facilmente.

O empresário estaria planejando novas iniciativas para concretizar o negócio em conversas com seu círculo íntimo: Chase Carey, presidente da 21st Century Fox; seu filho James Murdoch; e diretor financeiro da empresa, John Nallen.

A 21st Century Fox está sendo aconselhada pela Goldman Sachs e a Centerview Partners, enquanto Time Warner contratou o Citigroup.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem