O paraibano que expõe notícias para vender jornais | Observatório da Imprensa - Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito
Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1000
Menu

FEITOS & DESFEITAS > INFORMAÇÃO GRATUITA

O paraibano que expõe notícias para vender jornais

Por Leonardo Pujol em 21/10/2014 na edição 821
Este texto é uma adaptação de “Alimentando os leitores em João Pessoa”, material escrito pelo autor em julho de 2012 para o blog Unipautas (hoje fora do ar), da Faculdade de Comunicação Social da UniRitter – e publicado também na coleção oficial do Medium Brasil

João Pessoa, capital da Paraíba, acolhe em seu coração a histórica praça Vidal de Negreiros – popularmente conhecida como Ponto de Cem Réis. Há anos, o local e as ruas adjacentes abrigam os mais variados tipos de comércio. A região serve para venda de roupas, produtos de higiene e comida, além de ser palco de apresentações teatrais, musicais e políticas. Cada espaço, com suas peculiaridades, atrai os transeuntes de acordo com a preferência. Um deles é a bancade Reginaldo Dionisio.

O paraibano de 58 anos vem ao longo de duas décadas, em suas próprias palavras, “alimentando os leitores”. Não que venda petiscos a quem compra o jornal do dia. Ele se refere à estratégia de marketing simples, de ideia própria, que visa compartilhar notícias com os pessoenses. A maneira? Colar as folhas dos diários na parede. Todos os dias, bem cedo, por volta de 6h30, Dionisio chega a seu ponto de trabalho: a marquise do antigo Paraíba Palace Hotel. Da galeria ao lado, recolhe os materiais dos quais ergue um estande de madeira improvisado. Recebe os jornais e os coloca à mostra.

As primeiras horas da manhã registram movimento mediano na banca, embora intenso na praça. Mas a característica do estabelecimento é a aglomeração – que só começa após o vendedor pegar um ou dois exemplares de cada jornal e, com fita adesiva, colar página por página na parede. Aos poucos, um grande mural é formado, tal como uma exposição. E o público aumenta.

Dessa forma, Dionisio atrai dezenas – quiçá centenas – de pessoas interessadas em estar por “dentro” das notícias. “Aqui tenho ‘todos’ os jornais da Paraíba e do Brasil: o , Jornal do Commércio, Correio da Paraíba, o Norte, O Globo, Folha de S.Paulo… são vários”, garante, esboçando seu forte sotaque.

Novas diretrizes do shopping

Convicto da estratégia, atribui o sucesso também à localidade. “Aqui é o centro da cidade, não é? Quando eu coloco os jornais para o povo ler, eles ficam aí olhando, olhando, olhando, e a maioria sempre compra”, afirma o jornaleiro. “Tem dado certo nesses 20 anos. Todo mundo gosta.”

O painel geralmente expõe informações de futebol, crimes e celebridades, itens que não podem ficar fora da pauta. Na parte mais alta da parede, pôsteres com garotas seminuas visam agradar o público masculino – maioria freguesia. O pedreiro Marcelo dos Santos, 42 anos, não perde a chance de dar uma “olhadinha” nos jornais quando passa pelo Ponto de Cem Réis. “Eu venho pra saber das notícias e porque é atrativo”, conta. Confessa que vai à banca mais para ler do que para comprar e reforça que o modelo de vendas de Dionisio é um ótimo negócio. “Oxe, é bom demais.” Quando a maré não está para peixe, Dionísio incrementa o comércio mercando livros, revistas e DVDs. É o jeito que encontra de ganhar “um dinheirinho a mais quando o povo tá liso”.

A banca expositora de notícias abre de segunda a sábado, entre 7h e 19h. Aos domingos, funciona das 7h às 13h. Ainda em 2013, Dionisio pretende reinaugurar o ponto depois de concluídas as obras de reforma do Paraíba Palace, que será transformado em shopping. Mesmo com novas diretrizes no futuro centro comercial, afirma que continuará expondo os jornais na parede. “Dá muito dinheiro. Não posso parar.”

Atualmente, Dionisio continua trabalhando no local. Embora decidido a continuar com o painel, teve de alterar o formato devido às novas diretrizes do Paraíba Palace Shopping, reinaugurado no final de 2013. Cola pouquíssimas páginas de jornais, pois conta com uma bancada maior. De qualquer maneira, seus leitores fiéis não deixam de passar para dar uma “olhadinha” nas notícias.

******

Leonardo Pujol é estudante de Jornalismo

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem