Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1024
Menu

ENTRE ASPAS >

A hora do @candidato

Por Guilherme Nascimento em 28/09/2010 na edição 609

Foi-se o tempo que as campanhas eleitorais disputavam espaços apenas nas ruas. Com o advento das novas tecnologias e o grande avanço das redes sociais, os candidatos às eleições estão aderindo cada vez mais a uma politicagem via web. A moda agora é o Twitter, uma página de internet aonde é possível criar centenas de microtextos de até 140 caracteres.

A rede, que bomba no Brasil há pouco mais de um ano, traz de um simples internauta até o futuro presidente do nosso país. Embora muitos dos candidatos já utilizassem a ferramenta para manter contato direto com o público, agora eles aproveitam para fazer política. É, convenhamos, uma ideia genial, pois o Twitter possibilita o contato com milhares de outros usuários da rede. Pode-se dizer que é uma nova era das campanhas eleitorais, tornando o microblog um palanque eleitoral. É impressionante ver como isso diferencia, e muito, numa ‘campanha’ e que, com certeza, as redes sociais influenciam na hora de votar.

Eu, como usuário assíduo do Twitter, vejo como é comum outros usuários citarem ou mesmo comentarem algo que os candidatos estão escrevendo ou escreveram e como é grande o movimento deles nas redes sociais. Além do mais, é possível ver como está a aceitação do público sobre determinada pessoa através do Twitter. É visível a interação dos jovens com as eleições, deixando a sua opinião em evidência.

O fato é: se os políticos fossem mais objetivos, gastassem menos com campanhas, aproveitassem mais esses meios, economizariam dinheiro para investir em outras coisas, tão mais importantes, e todos sairiam ganhando.

******

Estudante de Jornalismo, Toledo, PR

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem