A imprensa de oposição ao Brasil | Observatório da Imprensa - Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito
Sábado, 18 de Agosto de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1000
Menu

FEITOS & DESFEITAS > COBERTURA ELEITORAL

A imprensa de oposição ao Brasil

Por Erick da Silva Cerqueira em 24/08/2010 na edição 604

É impressionante o desespero da imprensa paulista/carioca ante a queda nas pesquisas do seu presidenciável. A crise da mídia é tamanha, que a presidente da Associação Nacional dos Jornais e executiva da Folha de S.Paulo, Maria Judith Brito assumiu: ‘Obviamente, esses meios de comunicação estão fazendo de fato a posição oposicionista deste país, já que a oposição está profundamente fragilizada.’

O interessante é ler alguns trechos do esquecido juramento dos jornalistas nas cerimônias de formatura: ‘Juro, no exercício das funções de meu grau, assumir meu compromisso com a verdade e com a informação.’

Mas a coisa está feia para o ‘Partido da Imprensa Nacional’. O Serra despenca nas pesquisas, em dois dias de programa eleitoral gratuito cometeu duas gafes que viraram piada na internet (‘Serra come todo mundo’ e ‘A favela fake do Serra’), a economia vai bem, o país cresce, a inflação cai, o desemprego cai e, para piorar, a candidata Dilma começa a ser conhecida como a ‘candidata do Lula’.

A jornalista Miriam Leitão, em O Globo, partiu para um ataque desesperado. Chamou o presidente de donatário, acusando-o de estar passando a capitania hereditária Brazil para as mãos da sua sucessora. Algo não salutar para a democracia. Engraçado é lembrar que o foi o PSDB de Serra, candidato da oposição, logo da ANJ, que estabeleceu a emenda da reeleição no nosso país, num controverso processo desencadeado por suspeitas gravíssimas de compra de votos. A sra. Leitão ainda nos impõe a supremacia do povo americano sobre o brasileiro. ‘Lá, eles não acham que eleitores passam de mão em mão como uma massa sem vontade própria.’ Ou seja, o governo trata o povo como ignóbeis seres acéfalos e, como mostra o sucesso da candidata Dilma, ele estaria com a razão. Será?

Josias de Souza, no site da Folha de SP (aquela mesma da opositora Maria Judith), é ainda mais explícito na sua matéria ‘Disparada de Dilma atesta o êxito dos planos de Lula’. Aponta os erros e acertos das campanhas tucanas e petistas, respectivamente. Depois finaliza com uma frase digna do mais ferrenho apaixonado pessedebista. Chama a candidata líder nas pesquisas para presidente da nossa República de ‘uma ex-poste que ameaça converter José Serra no mais preparado ex-futuro presidente que o Brasil já teve’. Pensemos: a ex-poste é a ex-ministra da Casa Civil. E o mais preparado é o ‘despencante’ presidenciável da imprensa paulista.

O derradeiro suspiro

A imprensa faz um papel muito próximo do jornal da fictícia cidade de Sucupira, do filme O Bem Amado. Pensando bem, a Folha de S.Paulo está mais para o jornal A Trombeta do que para o New York Times. No filme, o jornalista e ex-candidato ao cargo de prefeito da cidade, Vladmir, discute com seu subordinado, Neto, sobre o erro do povo em eleger Odorico de Paraguaçu em detrimento da sua candidatura. O assistente fala uma das melhores frases do filme: ‘A culpa é dos gregos, que criaram a democracia.’ Vladmir retruca: ‘Mas nós somos os verdadeiros representantes da maioria.’ E Neto finaliza de forma genial: ‘Mas é preciso que a maioria também pense isso.’ Pois é, mas infelizmente (para a Folha e seus apaziguados), a maioria parece não pensar assim. Quanto ao trabalho dessa parte da imprensa, claramente partidária e golpista, resta apenas mais uma cartada. Transbordar suas páginas com notícias falsas sobre os terríveis perigos que aguardam o Brasil, caso vença a candidata do presidente. Mas, como explica o Vladmir: ‘Quanto pior a situação do povo, maior a sua disposição para lutar por mudanças.’ No mais, citando o nosso prefeito Odorico, ‘temos é que tratar dos providenciamentos inauguratícios do cemitério’. Afinal, a campanha PSDB/DEM/Folha/Globo/Abril está próxima do derradeiro suspiro e nem precisou chamar o Zeca Diabo…

******

Analista de marketing, Salvador, BA

Todos os comentários

  1. Comentou em 25/08/2010 Fernando Marin

    Comentário absolutamente perfeito. Há muito estou indignado com nossa imprensa engajada, aquela que deveria ser a melhor ferramenta para nossa democracia.

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem