Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

FEITOS & DESFEITAS > CONVERSA AFIADA

A pauta intocada

Por Stéfano Fracon Werneck de Avellar em 09/10/2007 na edição 454

O site Conversa Afiada, do jornalista Paulo Henrique Amorim, publica diariamente notícias e textos cuja grande maioria são críticas à denominada ‘mídia golpista’. Na verdade, tratam-se de críticas ao jornalismo produzido pela grande mídia brasileira (entenda-se Rede Globo, Folha de S.Paulo e Estado de S.Paulo), que insiste em agir de acordo com os interesses de seus empresários, não cumprindo o seu papel social de meio de informação.

O alvo predileto do jornalista é a Rede Globo. Em inúmeros artigos, Paulo Henrique apresenta notícias que evidenciam o caráter oposicionista da Rede Globo em relação ao governo federal, a forma tendenciosa com que são transmitidas as notícias e o monopólio da rede sobre os meios de comunicação de massa.

Acontece que na sexta-feira (28/9) foi publicado uma reportagem sobre a inauguração de um canal de notícias da Rede Record (empresa de propriedade do ‘bispo’ Edir Macedo). No texto, o autor trazia dados que evidenciavam o monopólio global sobre os meios de informação e apresentavam a Rede Record como um ‘ente predestinado’ (assim como o seu dono) a acabar com essa concentração de poderes nas mãos da Rede Globo (‘Record News: a Globo entendeu o recado’).

‘Transparente e imparcial’

Como o site permite ao leitor comentar e criticar as notícias e opiniões do autor, após ler o texto, eu o questionei sobre o papel da Rede Record na televisão brasileira, e sobre as diferenças entre a manipulação feita pela rede Globo e a manipulação feita pelo ‘bispo’ Edir Macedo.

Resultado: minha crítica não foi postada no site.

Nela não havia qualquer conteúdo ofensivo. Não acho que ‘devesse’ ser publicada. Aliás, eu nem sei se ele é quem decide quais os comentários irão para o site, pois logo que alguém manda o comentário é informado que este será avaliado e só depois postado no site.

O fato mais intrigante é que Paulo Henrique Amorim gasta linhas e mais linhas falando mal da Rede Globo, porém nada diz sobre a programação dogmática e preconceituosa da Rede Record. Acontece que, com essa atitude, ele se iguala a Globo: só publica o que lhe convém!

Paulo Henrique Amorim fala tanto sobre jornalismo transparente e imparcial, mas ele mesmo não o pratica. Nunca li qualquer texto crítico ao comando da Igreja Universal, sobre seus verdadeiros interesses ou sobre a verdadeira origem do dinheiro da Rede Record (onde Paulo Henrique Amorim trabalha desde de 2003).

******

Estudante de Direito, Ribeirão Preto, SP

Todos os comentários

  1. Comentou em 16/10/2007 hebert sila

    Esse é o nosso Brasil.A Record cresceu com a graça do dinheiro do povo através da Igreja Universal.A Globo com a força da ditadura e com a elite corrupta desse País.Deus tenha misericordia de nós e limpe o nosso país!!!!

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem