A vitrine dos negócios | Observatório da Imprensa - Você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito
Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1000
Menu

FEITOS & DESFEITAS > COMUNICAÇÃO INTERNA

A vitrine dos negócios

Por Rejane Bernardes em 20/05/2008 na edição 486

Resolvi dar uma pincelada no assunto que revelo ser uma das minhas grandes paixões: comunicação interna.

As estratégias de valorização dos colaboradores pelas empresas, como importantes stakeholders na construção de sua reputação, ainda são vistas, por uma parcela mínima de empresários, como diferencial competitivo.

Segundo pesquisa realizada pela Aberje em 2007, o sudeste é uma das regiões que mais investe em ações de endomarketing e endocomunicação. É de conhecimento geral que toda instituição é formada por pessoas e o relacionamento entre elas, clientes e fornecedores pode ser decisivo para os negócios. O comprometimento, de ambas as partes, é fundamental para o sucesso de qualquer iniciativa.

Um grande estudioso do assunto e guru empresarial, o norte-americano Peter Russell, afirma que, atualmente, cerca de 90% dos problemas das empresas giram em torno da ausência da comunicação. Na maioria dos casos, além da falta de comprometimento, os envolvidos não fazem idéia da visão, missão e metas da instituição, contribuindo ainda mais para o baixo rendimento e dificuldade em alcançar os objetivos lançados pela empresa.

Espelhos para a rua

Miguel Angelo Filiage diz que a comunicação é um mundo submarino, imenso. Quando as relações interpessoais dentro da empresa não são muito claras e/ou não resolvidas, a falta de comunicação prolifera de maneira invisível, como um grande sabotador.

E que sabotador! Ouço e leio lamentações de grandes empresários, que gastam fortunas em tecnologia, material de ponta e pessoal qualificado, sem conquistar os objetivos finais. Esquecem de um pequeno detalhe: a afinação entre os envolvidos com os negócios não pode desafinar. É como uma bela orquestra formada por pessoas com lindos instrumentos, mas quando desafina afasta quem já estava na porta de entrada.

O foco, a visão e a postura dos colaboradores de um grande projeto ou de uma empresa respingam seus resultados no público de interesse. São espelhos virados para a rua. São, sem sombra de dúvidas, a verdadeira vitrine dos negócios.

******

Diretora de marketing, Florianópolis/SC

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem