Segunda-feira, 25 de Junho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº992
Menu

FEITOS & DESFEITAS > REINO UNIDO

Anúncio ofensivo a cristãos é proibido na TV

14/03/2008 na edição 476

Um comercial de uma prancha de cabelo veiculado em emissoras de TV britânicas foi proibido por ser considerado ofensivo aos cristãos. A Advertising Standards Authority (ASA), órgão que regula a publicidade no Reino Unido, recebeu dezenas de reclamações, incluindo uma da Arquidiocese de Liverpool, e determinou que o anúncio, com imagens religiosas e eróticas, era ofensivo.


Além de símbolos como terços e velas, o comercial do produto de nome ‘ghd’ exibia a letra ‘t’ da frase ”Thy will be done’ (‘Seja feita sua vontade’) em uma fonte que a tornava idêntica a uma cruz. Mulheres de lingerie e roupas sensuais apareciam com as mãos juntas, como se estivessem rezando, dizendo frases como ‘Que meus novos cachos a façam morrer de inveja’. Ao final, aparecia o slogan ‘ghd. Uma nova religião para os cabelos’, usado há sete anos pela marca. Para justificar sua determinação, a ASA alegou que o conteúdo erótico do anúncio violava os padrões da TV. ‘Concluímos que as imagens eróticas de uma mulher aparentemente rezando e os símbolos religiosos ofenderam em especial os cristãos’, declarou a organização.


O executivo-chefe da ghd, Martin Penny, criticou a decisão. ‘Não acreditamos que o anúncio seja exageradamente erótico ou que a escolha da fonte tenha sido ofensiva à comunidade cristã’, defendeu. O anúncio continua disponível no sítio do ghd. Informações de Andrew Hough [Reuters,12/3/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem