Sábado, 25 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

FEITOS & DESFEITAS > EGITO

Blogueiro condenado a quatro anos de prisão

28/02/2007 na edição 422

A prisão do blogueiro egípcio Abdel-Karim Nabil Suleiman, de 22 anos, por insultar o Islã e o presidente Hosni Mubarak, tem gerado críticas no país e no exterior, noticia Ian Black [The Guardian, 23/2/07]. Ex-estudante de direito da Universidade al-Azhar, no Cairo, ele foi condenado, na semana passada, a quatro anos de prisão por uma Corte de Justiça na Alexandria depois de ter sido preso em novembro de 2006 por causa de oito artigos divulgados em seu blog.


Suleiman foi expulso da universidade por criticar a grade curricular do curso e por condenar o extremismo religioso. A universidade também o acusou de espalhar informações que prejudicam a ordem pública, incitar ódio contra muçulmanos e insultar o presidente. Hafiz Abu Saada, da Organização Egípcia para Direitos Humanos, afirma que o caso serve como alerta para todos os blogueiros do país de que há forte vigilância e severas punições a eles. Suleiman é um dos diversos blogueiros presos em 2006 no Egito, a maior parte deles ligados a movimentos reformistas pró-democracia.


Crescimento


Os blogs estão se tornando uma importante ferramenta no mundo árabe. Eles surgem com o intuito de desafiar os governos e debater tabus. No Egito, muitos movimentos reformistas têm aconselhado a criação destas páginas de internet. O país foi incluído, no ano passado, na lista de países considerados ‘inimigos da internet e da liberdade de expressão’, organizada pela organização Repórteres Sem Fronteiras.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem