Terça-feira, 25 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

FEITOS & DESFEITAS > APURAÇÃO PRIMÁRIA

Editor do ‘New York Times’ ensina a buscar fontes em redes sociais

Por Thiago Amâncio em 05/05/2015 na edição 849
Reproduzido da Folha de S.Paulo, 29/04/2015

Para encontrar pessoas que presenciaram algum acontecimento marcante, basta procurar pelos termos certos no campo de busca das redes sociais. Isso significa não se restringir a palavras-chave como “deslizamento” e “Salvador” e dar vez a expressões mais pessoais, como “eu estou bem” ou “eu conheço”.

Quem dá a dica é Daniel Victor, editor-assistente do “New York Times”, em texto publicado na terça-feira (28/04) no portal Medium.

“Imagine o que o personagem perfeito iria tuitar ou o que você mesmo tuitaria nesta situação, e procure pelas palavras que provavelmente estariam lá”, diz Victor, que trabalhou por dois anos cuidando das mídias sociais do jornal.

Em 10 de abril, a primeira página do jornal americano trouxe uma reportagem sobre judeus ortodoxos que se recusam a se sentar ao lado de mulheres durante voos. Eles seguem o chassidismo, doutrina que proíbe que homens se sentem com mulheres que não sejam suas esposas.

A reportagem só foi possível porque o jornalista Michael Paulson soube usar bem o Twitter. Em vez de buscar apenas pelos termos “judeu” e “voo”, ele adicionou a palavra “meu”, e achou relatos de quem passou pela situação.

Sem a pesquisa, seria mais difícil encontrar a publicação “Uau, esse judeu chassídico no meu voo está realmente se recusando a se sentar ao meu lado”, da americana Francesca Hogi, que serviu como personagem na reportagem.

Uma palavra básica é pouca lembrada: “eu”. Quando uma busca contém o pronome, elimina boa parte dos que estão apenas comentando ou noticiando o fato, e dá resultados para aqueles que falam em primeira pessoa, aumentando as chances de encontrar quem esteve no local.

O método facilita a busca de personagens quando não é possível realizar a cobertura in loco. O Novo em Folha testou a dica de Daniel Victor para tentar achar pessoas atingidas pelas chuvas que mataram 15 na Bahia.

Três pesquisas simples no Twitter mostraram a eficácia do método. Bastou procurar por “Salvador”, “chuva” e “minha”, “Salvador” e “aqui perto”, e “deslizamento” e “aqui”, que o site retornou uma série de possíveis personagens para uma matéria.

salvador_alagamento

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem