Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

FEITOS & DESFEITAS > NOVA ZELÂNDIA

Editora terceiriza edição e diagramação de jornais

14/08/2007 na edição 446

A editora de jornais neozelandesa APN News & Media passou a terceirizar, esta semana, parte de seu trabalho editorial. A empresa Pagemasters New Zealand é a nova responsável pela edição e diagramação do New Zealand Herald – maior diário do país – e de outros jornais regionais.

A Pagemasters conta, hoje, com 20 subeditores para operar como uma ‘extensão’ do sistema de produção editorial da APN. A companhia fica a 20 minutos da redação do jornal, em Wellington. Até o fim de 2007, espera-se que ela tenha 45 funcionários para cuidar da edição de sete jornais. ‘Estou certo de que os leitores não notarão a diferença’, afirma Rick Neville, executivo da editora e coordenador do projeto de transição.

Diminuição de gastos

As demissões na área de edição do Herald foram finalizadas no fim da semana passada. Segundo Neville, entre os benefícios do programa de terceirização estão a diminuição dos gastos com funcionários e um maior rendimento do trabalho.

Um dos donos da APN é a Independent News & Media PLC, do executivo irlandês Tony O’Reilly, que publica 175 jornais e revistas em todo o mundo. A companhia também possui estações de rádio na Austrália e Nova Zelândia. A Pagemasters é uma subsidiária da agência de notícias Australian Associated Press. Informações de Ray Lilley [AP, 12/8/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem