Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

FEITOS & DESFEITAS > CHINA

Estúdios de Hollywood processam sítio por pirataria

27/11/2007 na edição 461

Cinco estúdios de Hollywood – Twentieth Century Fox, Walt Disney, Paramount Pictures, Columbia Pictures e Universal Studios – processaram o sítio Jeboo e um cibercafé na China por oferecer aos internautas download pirata de filmes, informou a Xinhua, agência de notícias do governo chinês. Os estúdios alegam que o Jeboo criou um software para passar os filmes baixados, que era utilizado nos computadores do cibercafé. Para compensar os danos, eles exigem US$ 432 mil.

O sítio se autopromove com o slogan ‘Meu cinema online’ e se diz o maior fornecedor de download para filmes da China, com quase 30 mil longas e seriados de TV que podem ser copiados para os computadores de seus usuários. Uma declaração no sítio da empresa diz que sua lista de filmes ‘é obtida legalmente’ através de ‘parceiros fornecedores de conteúdo’, que assinam contratos de direitos autorais. Já os estúdios dizem que o Jeboo e o cibercafé distribuíram pelo menos 13 filmes de maneira ilegal, incluindo títulos como Piratas do Caribe, X-Men 2 e Uma Noite no Museu.

O governo americano já reclamou com a Organização Internacional de Comércio, alegando que o governo chinês não age de maneira eficiente para coibir a pirataria. Nas ruas da China, é possível comprar DVDs piratas por US$ 1. Sítios que oferecem download também são extremamente populares entre os milhões de internautas do país. A China afirma que suas normas de proteção intelectual atendem a padrões internacionais e que o governo está empenhado em impedir a pirataria, embora saiba que a missão é difícil e demorada. Informações da Reuters [22/11/07].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem