Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1005
Menu

FEITOS & DESFEITAS > NYT & MAGIA GORDA

Harry Potter samba no reino da Fada Morgana

Por Marinilda Carvalho em 01/02/2005 na edição 314

Em meados de janeiro, provocou muita risada no Rio o tema de um dos sambas que concorriam a animar o desfile de 2005 do bloco ‘Imprensa que eu gamo’, dos jornalistas cariocas: ‘O Larry Rohter, será que ele é?’ [ver letra abaixo]. O samba acabou vencendo a concorrida disputa do dia 18, entre nove candidatos. Mas a graça de verdade estava na relação de autores: Marceu, Janjão, Fábio, Larry Rohter e Harry Potter. Além da gozação óbvia com a autoria ‘em grupo’ dos sambas-enredo de nossos dias, a inclusão na lista da ‘musa’ Larry Rohter e especialmente do personagem infantil Harry Potter, mago-mirim dos livros de J.K. Rowling, revelou humor ‘de condão’ dos coleguinhas-sambistas: a ‘varinha’ deles era não apenas engraçada, mas premonitória.

Pois não é que o Globo deu no dia 27/1 que a foto das três cariocas rechonchudas tirada em Ipanema pelo frila John Maier – publicada em 13/1 no New York Times, ilustrando matéria do correspondente Larry Rohter sobre obesidade no Brasil – era de turistas européias? Mágica pura! O Times, coitado, foi obrigado a publicar nota (de novo!) reconhecendo que errou em sua fórmula de jornalismo.

Como sempre, desculpas ilusionistas: ‘O fotógrafo, um free-lancer que trabalhou sem ligação com o autor, acreditou que todas as pessoas que fotografou eram brasileiras’, dizia a nota. ‘O Times pede desculpas pelo fato de a nacionalidade das mulheres na foto não ter sido verificada.’ O ombudsman Daniel Okrent, depois de afirmar ao Globo que o episódio era ‘um embaraço’ para o NYT, ‘um erro grave’, ressalvou, em lance de Mago Merlin: ‘Rohter não é responsável, não esteve envolvido no trabalho do fotógrafo.’ [grifos do OI]

Repórter-fantasia

‘Crença’ em lugar de verificação? ‘Não é responsável?’ O prestigitador Jayson Blair fica oficialmente perdoado. A grisalha senhora da Rua 43, como o NYT é conhecido, vira Fada Morgana. Em seu reinado, repórter, mesmo trabalhando em separado, não troca figurinha com fotógrafo; e, por algum encantamento, gente de biquíni é exibida nas páginas sem autorização por escrito – nesses tempos de advogados-feiticeiros e poções judiciais rendendo tesouros ao príncipe que a mídia torna sapo. Como as turistas expostas vivem no mundo real, já avisaram que vão processar o jornal. Depois disso, num truque de circo que a platéia flagrou, a foto foi retirada (pelo menos) do site.

A matéria do Globo correu mundo graças aos sortilégios midiáticos da Reuters no próprio dia 27, contando tudo, inclusive mágica anterior de Larry Rohter. No dia 28, até o pasquim do Murdoch, The New York Post, que respira bruxaria, deitou e rolou no caldeirão: ‘N.Y. Times comete grande, gordo erro’. A matéria começa assim: ‘New York Times está de novo em água quente.’

Voltemos ao bloco carnavalesco Imprensa que eu Gamo, que não precisou de filtros maléficos para atrair multidões a seu desfile pelo bairro de Laranjeiras no dia 22. Um e-mail de 18/1, que divulgava o sambão de Marceu, Janjão e Fábio (Marceu Vieira, repórter da coluna de Ancelmo Góis, do Globo; João Pimentel, repórter do Segundo Caderno do Globo; Fábio Nascimento, assessor de imprensa da Ampla), agregou à festa – além de Larry Rohter, por mérito, e Harry Potter, pela inspiração – o povo da Terra Média de J.R.R. Tolkien: ‘Caso o samba saia vencedor, a idéia é realizar ensaios diários em frente à casa do Larry, com o Harry Potter e o Senhor dos Anéis, na Rua Humberto de Campos, no Leblon.’

Nada mais justo. Afinal, Larry Rohter é repórter-fantasia ou não é?

***

O Larry Rohter, será que ele é?

(Marceu, Janjão, Fabio, Larry Rohter e Harry Potter)

Deu no New York Times

que a Garota de Ipanema é fofa

E viram nas morenas bundas flácidas

Com celulites e um culote retumbante

Que a nossa musa agora é uma baleia

Sereia de antigos carnavais

‘O Brazil não conhece o Brasil’

O Lula é o presidente ou um barril?

Não gosta de cachaça

Não entende de mulher BIS

O Larry Rohter, será que ele é?

VEJA, ISTO É a nossa ÉPOCA

Só tem PLAYBOY, não há MANCHETE nem VISÃO

Já não tenho mais emprego

Mas pelo menos me livrei do pescoção

No carnaval, eu faço frila

No Mercadinho, em liquidação

(Imprensa, meu bem)

Imprensa Que Eu Gamo meu bem BIS

Cheguei a dez mas já estou a mais de cem

(e o Larry deu!!!)

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem