Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

Imprensa deixa passar outra pizza

Por Ricardo de Barros Bonchristiani Ferreira em 14/10/2008 na edição 507

Em tempo de eleições é que percebemos o estado-da-arte da consciência gelatinosa do povo brasileiro. E nem me refiro aos milhões de excluídos, mas sim, àquela mínima porcentagem que é (ir)responsável pelas coberturas políticas. Numa democracia neófita como a nossa, o papel da imprensa em chamar a atenção para fatos representativos desse status é vital. Isso porque as gerações que viram a ditadura ainda não se acostumaram a cobrar, de forma institucionalizada, nossos representantes na esfera pública, e as que só conhecem o mundo de 20 anos para cá, padecem de referências democráticas pela seriedade neste país.

Quem não se lembra da famigerada, vergonhosa, repugnante, afrontosa e corrupta ‘dança da pizza’, protagonizada pela ex-deputada federal Angela Guadagnin (PT)? Trata-se de um dos mais recentes ícones da falta de decoro e desrespeito com a população brasileira. A mulher se (in)dignou a, literalmente, dançar manifestando um ‘sentimento humano de alegria’, como assumiu, ao saber que seu colega de partido João Magno (PT-MG) havia sido inocentado de envolvimento no caso do mensalão.

Para ela, se ele apenas repassou dinheiro do ‘valerioduto’ por ordem de Delúbio Soares, então ele não merecia ser punido. Depois daquela demonstração explícita de gingado, a então deputada não conseguiu se reeleger em 2006. Mas, para total alegria de todos nós, ela está, agora, entre os novos vereadores de São José dos Campos (SP), eleita com 4.329 votos.

Fica uma pergunta: o que sabem esses 4.329 votantes? O que pensam? Deveriam ficar tranqüilos em saber que uma vereadora tão respeitosa está por e para eles na Câmara da cidade. Veja o que a própria disse, segundo a Folha Online: ‘Não tive nenhuma agressão durante a campanha. O apoio que eu obtive das pessoas era de que isso daí é uma página virada.’

Cara limpa e boca cheia de dentes

Sintomático. Ela até já esperava agressões. O mal já está feito e lá vai ela preparando novos passos e coreografias para nos saudar. E o que a gente lê sobre isso? Uma notícia fria, meramente informativa, imparcial e com uma chamada abusivamente pequena na capa do UOL, na tarde de terça-feira (7/10). Só. Mais nada. Os outros grandes portais noticiosos nem deram destaque. Nenhuma reflexão, nenhuma opinião, um artigo, uma análise, um cientista político, qualquer coisa. Lá se vai uma ótima chance que a mídia perdeu de escancarar, com força e energia, uma bela e enorme foto colorida da vereadora, lembrando seu comportamento ridículo, que reflete o que ela realmente pensa, e mostrando que o Brasil – com exceção desses 4.329 eleitores – não quer mais gente desse tipo em cargo público algum.

Precisamos aprender a exercer o poder que temos, impedindo que gente desqualificada nos governe. E a mídia precisa usar sua força e penetração nos lares deste país. Mostrar para quem ainda não sabe quem são aqueles que estão lá, com cara limpa e a boca cheia de dentes, devidamente escovados depois de saborear mais uma ótima pizza patrocinada por nós.

******

Jornalista

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem