Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

FEITOS & DESFEITAS > FALCÕES DO TRÁFICO

Indignação estéril e hipócrita

Por Paulo Hase em 10/04/2006 na edição 376

O pseudodocumentário Falcão foi um prato feito para alimentar o sensacionalismo da TV Globo e aumentar os lucros da empresa. Os produtores devem ter levado uma bolada da emissora por toda aquela encenação. O blablablá inócuo e a platitude das declarações daqueles luminares entrevistados nada de novo acrescentaram à solução do problema.

O pseudodocumentário foi feito para despertar a indignação estéril e hipócrita de uma sociedade esquizóide, consumidora de drogas pesadas como o álcool e o tabaco, que insiste em continuar com o modelo repressor que não funcionará nunca.

Viciados em cachaça

Liberem a maconha e a cocaína e acabarão com 80% da violência do tráfico em todo o país. Os benefícios econômicos e sociais seriam imensos e a polícia estaria livre para perseguir os verdadeiros bandidos. Até Milton Friedman já recomendou a liberação daquelas drogas como medida para acabar com a criminalidade do tráfico.

Infelizmente, nossos formadores de opinião, provincianos e preconceituosos, jamais teriam coragem de tomar tal atitude. Os únicos perdedores em tudo isso seriam os grandes traficantes, que ficariam sem sua fonte de renda.

É ainda sintomático da hipocrisia reinante que ninguém se tenha indignado com o documentário do Fantástico que mostrou os meninos viciados em cachaça, trabalhadores de alambiques no município de Piripá, na Bahia. Dois pesos e duas medidas, como sempre.

******

Agricultor, Araci, BA

Todos os comentários

  1. Comentou em 15/04/2006 Sebastião Arlém Oliveira

    Em parte, porquanto os mais desavisados precisavam da notícia, cujo tema tem, naturalmente, que ser abordado.
    Quanto a reportagem da ‘pinga’, evidente, não poderia causar tanto impacto,pois é liberada e possui uma imensidão de adeptos…

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem