Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1055
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

(In)formando a massa

Por Thiago Teixeira em 08/09/2009 na edição 554

O processo de pão e circo foi repaginado aos novos tempos. Os olhos não piscam para não perder cada simples momento. Desse espetáculo dramático, mas interpretado como comédia, a audiência cresce em demasia na copa ou em uma tragédia.

O vídeo confunde muito mais do que evidentemente explica. As imagens embaralham-se nas telas e somente intensificam a errônea cultura de que a verdade está naquilo que se vê. Há uma necessidade de espetacularizar para o outro crer.

As telenovelas abordam a história de forma ideologizada. Os telejornais noticiam os fatos de maneira manipulada. Nas redações cortam as cenas reais para atender ao objetivo: seguir a linha editorial numa espécie de marketing agressivo.

Feito apenas para vender e atender a interesses comerciais, deliberadamente (in)formando e monopolizando os ideais, com sua própria verdade conquistam a admiração da platéia, que por não ter senso crítico encanta-se com essa odisséia.

Engolindo sem mastigar tudo o que lhe é dado por refeição, de maneira escravocrata onde se volta para comer na mão dos que transformam o público em marionetes sem opinião, a máfia imprensa-anunciantes possui a própria ética e razão.

Não perca o senso crítico

Editam debates e influenciam a intenção dos eleitores, auxiliam nos mandatos de presidentes e governadores, o noticiário é uma extensão do horário político eleitoral, mas de maneira mascarada, na edição do que é factual.

Em quem confiar nessa guerra de interesses declarados? Mistura-se opinião com notícia e multiplicam-se alienados, a imparcialidade é a maior utopia no assunto comunicação, não há critérios ou leis para os produtores da informação.

Se a verdade não exige explicação, tão pouco necessita de edição. Tire a venda, não perca o senso crítico e não venda a sua opinião, não vá perder o foco dos problemas ao sorrir das gracinhas da TV ou fatalmente atrás da tela, sempre existirá alguém rindo de você.

******

Estudante e repórter da Rádio Roquette-Pinto, Rio de Janeiro, RJ

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem