Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº962

FEITOS & DESFEITAS > JORNALISMO MÓVEL

JORNALISMO MÓVEL

25/10/2007 na edição 456

A Reuters e o Centro de Pesquisa Nokia anunciaram esta semana que trabalham em conjunto em um projeto para possibilitar que jornalistas produzam e publiquem matérias e conteúdo multimídia diretamente de telefones celulares, noticia Caroline McCarthy [Reuters, 23/10/07]. A iniciativa, chamada de Reuters Mobile Journalism, baseia-se na possibilidade de conectar equipamentos – como teclado, tripé e microfone – ao Nokia N95.


O celular contará ainda com programas para editar de forma integrada textos, imagens e vídeos. ‘Os aparelhos portáteis leves, em vez de laptops, permitem a produção de matérias e sua publicação imediata, sem que o jornalista tenha que deixar o local da apuração’, explica Nic Fulton, pesquisador-chefe da Reuters Media. ‘Isto economiza tempo e traz benefícios para nosso público, ao garantirmos que ele receba informações de qualidade em tempo real’.


A Reuters já realizou testes de jornalismo móvel em situações variadas, desde a campanha dos pré-candidatos à presidência dos EUA até a Semana de Moda de Nova York. O objetivo principal é disponibilizar os equipamentos para jornalistas profissionais, mas um grupo de estudantes universitários também vem testando os aparelhos para que seja avaliado se eles seriam bem aceitos no nicho de jornalistas-cidadãos.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem