Sábado, 18 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

FEITOS & DESFEITAS > RÚSSIA

Jornalistas protestam contra censura de Putin

17/04/2006 na edição 377

Mais de mil manifestantes protestaram em Moscou, no domingo (16/4), contra os esforços das autoridades para apertar o cerco à mídia nacional, como noticia a AP [16/4/06]. As manifestações são associadas ao quinto aniversário da venda de ações da rede de televisão independente NTV para a Gazprom, conglomerado estatal de gás. A venda da emissora é vista como um movimento do Kremlin para controlar seu conteúdo e impedir as críticas ao governo.

‘Ao longo dos últimos cinco anos, ficou claro que o governo começou a assumir o controle da mídia com a NTV, mas vai terminar dominando todo o setor de informação’, afirma Viktor Shenderovich, ex-apresentador da emissora, demitido pelos novos proprietários.

Manifestantes seguravam cartazes com frases como ‘Censura Hoje, Ditadura amanhã’ e ‘Tire o controle remoto das mãos de Putin’. Desde a primeira eleição do presidente Vladimir Putin, em 2002, todas as redes passaram a sofrer um severo controle do Estado, o que resultou em uma cobertura exclusivamente positiva do governo e o total desaparecimento de críticas.

A mídia impressa tem mais liberdade do que as emissoras, mas até mesmo os jornais mais vendidos do país enfrentam pressão de seus proprietários, que temem que artigos críticos ao governo possam prejudicar seus interesses comerciais.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem