Terça-feira, 23 de Abril de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1034
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

Lançado canal de notícias idealizado por Chirac

18/10/2006 na edição 403

O antigo sonho de Jacques Chirac, presidente da França, de criar uma rede de TV de informações 24 horas para concorrer com as anglo-saxônicas – que em sua opinião dominam a cobertura noticiosa global – está próximo de se tornar realidade. A Direção Geral de Consumo, Competência e Repressão de Fraudes (DGCCRF, sigla em francês) autorizou, no dia 13/10, a difusão do France 24 na França, assim como a comercialização de espaços publicitários em todos os países onde o canal será transmitido, noticia Daniel Psenny [Le Monde, 16/10/06]. O novo canal não transmitirá propagandas nacionais, mas somente ‘publicidades transnacionais’, de anunciantes internacionais, como bancos e companhias de seguros.


O canal receberá cerca de US$ 100 milhões anualmente do governo francês e foi oficialmente lançado no festival audiovisual Mipcom em Cannes, na semana passada. O France 24 passará a ser transmitido via internet em meados de novembro e começará a funcionar efetivamente em dezembro, a cabo e por satélite, noticia Leigh Holmwood [The Guardian, 16/10/06]. O editor-chefe do France 24, Jean Lesieur, garantiu que o governo não influenciará no conteúdo editorial. O canal, de propriedade da rede comercial TF1 e da empresa estatal France Televisions, terá um alcance de 190 milhões de pessoas em todo o mundo.


Olhar francês


Cada um dos 170 jornalistas da nova rede deverá assinar uma declaração se comprometendo a passar uma visão francesa das notícias com base nos ‘valores fundamentais da França’. ‘Nosso objetivo é apresentar a visão francesa das notícias internacionais, que é diferente da dos canais americanos e britânicos como CNN, BBC, Fox News ou da do canal árabe al-Jazira’, afirmou o presidente do France 24, Alain de Pouzilhac.


Segundo Pouzilhac, há uma demanda genuína em todo o mundo por um canal com um olhar singular. ‘Os novos formadores de opinião estão muito céticos sobre as informações. Eles querem ter acesso a duas ou três fontes sobre aquela informação antes de fazer qualquer julgamento’, constatou.


Alfinetada


Ironicamente, além da versão em francês, a rede terá uma outra em inglês. No ano que vem, serão lançadas versões em árabe e em espanhol. ‘Um fator interessante sobre o France 24 é a quantidade imensa de programas que eles estão fazendo em inglês; bem alta se levarmos em conta o que a França está fazendo para proteger a língua francesa’, alfinetou Richard Porter, chefe de notícias da BBC World.


Além do canal de TV, Chirac quer expandir a influência francesa em outras plataformas. No começo deste ano, o presidente anunciou seus planos de lançar uma ferramenta de busca online franco-germânica para concorrer com o Google e o Yahoo!, com o nome de Quaero, que significa ‘eu procuro’ em latim.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem