Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

FEITOS & DESFEITAS > VITÓRIA DO HAMAS

Manchete distorcida

Por Nelson Bastos em 30/01/2006 na edição 366

Extremistas palestinos tomam o poder

Vitória eleitoral do Hamas suspende o processo de paz com Israel e mergulha Oriente Médio na incerteza

A manchete e a chamada acima estavam na primeira página do jornal O Globo de sexta-feira (27/1).

O texto leva o leitor à conclusão óbvia do uso da força, da violência, sobretudo com a inserção da nacionalidade dos extremistas. Por que não foi grafada a verdade, ainda que mantidos os termos: Extremistas palestinos conquistam o poder?

E foi conquistado pelo voto. Segundo notícias ratificadas por observadores de diversos países, a votação ocorreu com lisura e participação expressiva dos palestinos. Foi o voto, instrumento pregado insistentemente pelos países oponentes aos palestinos e como recurso maior para obtenção da paz mundo afora.

Será que a manchete pretende esvaziar o mérito dos vencedores? Ou levar o leitor a crer que os extremistas tomaram o poder com o uso da força?

O papel da imprensa é informar a verdade ou distorcer os fatos?

******

Aposentado

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem