Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº958

FEITOS & DESFEITAS > CHILE, 11/9/1973

Memória de Allende sumiu para a grande mídia

Por Ivy Garcia em 18/09/2007 na edição 451

Após o ataque terrorista de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos, a mídia parece ter esquecido completamente que, muito antes, nossos irmãos chilenos morriam coincidentemente também em 11 de setembro, porém de 1973, em decorrência do golpe militar.

A grande imprensa, cumprindo seu papel principal que é informar, poderia relembrar os tanques e aviões bombardeando o palácio presidencial em Santiago e a morte do presidente Salvador Allende na mesma proporção em que, há 6 anos, mostra as torres gêmeas vindo ao chão.

Seria igualmente gratificante assistirmos nos telejornais a reportagens especiais sobre o papel dos EUA no golpe militar, fundamentando-as no desarquivamento de documentos norte-americanos em 1999. As informações possibilitaram o esclarecimento sobre a responsabilidade de Washington na derrubada de Allende e o apoio ao golpe do general Augusto Pinochet.

Esses dados vieram a público após 30 anos de debates sobre o assunto. Ainda que tardiamente, ficou patente que as operações secretas da CIA no Chile, entre 62 e 73, tentaram impedir a eleição de Allende, desestabilizar seu governo e, após o cruel golpe militar, em 11 de setembro de 1973, que também contou com apoio norte-americano, apoiaram o regime militar.

O 34º aniversário do golpe chileno deve ser motivo de reflexão em memória de tantas vítimas da ganância e intolerância, mas, acima de tudo, devemos ter o direito de assistir, ler e ouvir sobre um assunto tão importante e que marcou a história da América Latina.

******

Estudante do 2º ano de Jornalismo na Uninove, São Paulo, SP

Todos os comentários

  1. Comentou em 18/09/2007 ivo lucchesi

    Mais que oportuno o registro que se materializa no seu artigo. A grande mídia ignorou o fato. Apenas para fazer justiça, recordo a belíssima entrevista concedida por Isabel Allende ao programa ‘Roda Viva’, produzido pela TV Cultura e exibido no dia 10/09/2007. A firmeza quanto ao raciocínio e a clareza de princípios com que ela respondeu às questões formuladas só fizeram honrar a imagem do pai. Penintencio-me por não haver, escrito nada a respeito, falta que procuro, agora, tentar minimizar na forma deste comentário. Parabéns à articulista.

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem