Quinta-feira, 21 de Março de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1029
Menu

ENTRE ASPAS >

Morre o crítico de cinema Moniz Vianna

Por Leticia Nunes (seleção de textos) em 04/02/2009

Leia abaixo a seleção de quarta-feira para a seção Entre Aspas.


************


Folha de S. Paulo


Quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009


 


MEMÓRIA
Ruy Castro


O maior crítico de cinema


‘RIO DE JANEIRO – Enquanto Antonio Moniz Vianna era vivo, parecia difícil escrever que ele pode ter sido o maior crítico de cinema do mundo em todos os tempos. No íntimo, Moniz gostaria de ouvir isso, porque tinha perfeita noção de seu valor. Mas não era algo a sair dizendo por aí. Podiam tentá-lo a voltar a escrever, e ele há muito dera as costas ao cinema e se aposentara.


Moniz morreu neste fim de semana, no Rio, aos 84 anos, e alguns de nós -outro é Sérgio Augusto- já podemos rasgar o verbo. Se Moniz Vianna não foi o maior crítico do mundo, quem seria? Os franceses André Bazin e Jacques Doniol-Valcroze? Os americanos James Agee, Otis Ferguson, Robert Warshow, Pauline Kael?


Esses eram críticos de revistas semanais -não precisavam ver tudo que saía e tinham tempo para caprichar no texto. Pois nem assim o que fizeram encosta em Moniz. Quanto a Dwight McDonald, Manny Farber e o nosso Paulo Emilio, não eram bem críticos, mas ensaístas. Nenhum deles dissecava um filme por dia, como fez Moniz no ‘Correio da Manhã’, de 1946 a, incrível, quase fins dos anos 60.


Bosley Crowther fez crítica diária, mas suas anêmicas resenhas de 30 linhas no ‘New York Times’ não se comparavam à meia página de jornal que Moniz dedicou a tantos filmes, iluminando-os com sua tranquila erudição em literatura, música, história, trívia e até ciências, não fosse ele médico.


E quem viu tanto cinema? Os críticos europeus perderam toda a produção de Hollywood na 2ª Guerra -só conheceriam aqueles filmes anos depois. E os americanos, com sua ojeriza a filmes com legendas, não tinham acesso normal à produção comercial europeia. Mas, no Brasil, Moniz assistia de Ann Sheridan a Marisa Allasio e de Gabby Hayes a Tina Louise e Cantinflas, e nos ensinava a ver de tudo.’


 


 


TODA MÍDIA
Nelson de Sá


Expectativa


‘Na manchete do UOL, meio do dia, ‘Lula bate novo recorde e atinge 84% de aprovação’. Também no Terra, ‘Aprovação de Lula bate recorde’. E nos sites de jornais como Globo Online, ‘Mesmo com crise, popularidade de Lula bate recorde’, e Valor Online, ‘Avaliação de desempenho de Lula bate recorde’. Nos telejornais de Band e Record, manchetes semelhantes. Na escalada do ‘Jornal Nacional’, nada. Na Reuters Brasil, foi o destaque o dia todo, com atenção também à economia, na pesquisa. Em suma, ‘existe a expectativa de que a crise está passando’.


DESDE 1991


Logo abaixo do recorde de aprovação, no meio do dia, a submanchete do UOL já era ‘Produção industrial do Brasil tem a maior queda desde 1991’. Ecoou mundo afora, em despachos de agências para a pior retração na indústria ‘em 17 anos’.


DESDE 2003


E a coisa piorou no final da tarde, com a manchete do UOL passando para ‘Emprego na indústria tem a maior queda desde 2003’. E a Confederação Nacional da Indústria, no destaque da Folha Online, já fala em ‘recessão técnica’ no Brasil.


PASSOU/COMEÇOU


Reuters e Bloomberg logo despacharam análises. Para a primeira, ‘o pior da produção industrial já passou’, com novembro e dezembro ‘muito intensos no ajuste’. Para a segunda, ‘o crescimento, após ajudar a reduzir a pobreza ao menor nível, está chegando à paralisação’. E ‘o pior pode estar só começando’.


E TOME PLANO


Na mão contrária, Lula tratou de produzir manchetes no fim do dia, nos mesmos sites, com o plano de 500 mil casas populares ‘para gerar empregos’ e a injeção de R$ 130 bilhões no PAC.


SILVIO SANTOS E A CRISE


Dois dias antes de sair a pesquisa Sensus com o ‘novo recorde’ na aprovação do presidente, o SBT publicou uma página de Lula na imprensa. E afirmou que ‘o pior efeito de qualquer crise é o pessimismo’, que ‘o governo toma medidas que ajudam a fortalecer’, que ‘a crise fica menor quando a gente trabalha mais e reclama menos’


DILMA SOBE’


Na manchete do Globo Online, para além da aprovação lulista, ‘Dilma cresce’ na pesquisa. Logo abaixo, ‘José Serra e Aécio Neves lideram, mas ministra avança’.


Na home da Folha Online, ‘Serra é favorito para 2010, mas Dilma sobe’. No site de ‘O Estado de S. Paulo’, ‘Dilma sobe, Serra cai, mas mantém liderança’, com o destaque de que ela ‘superou o desafio dos dois dígitos’.


DILMA & GEDDEL


Na Reuters Brasil, Dilma Rousseff ‘representou o presidente’ na abertura do ano legislativo e disse, sobre José Sarney e Michel Temer, que ‘é muito importante que tenham sido eleitos integrantes da base’. Depois, no Terra, o peemedebista Geddel Vieira Lima afirmou que vai defender ‘a manutenção da aliança PT-PMDB’ para 2010.


BENEDITA & BARACK


A mesma Reuters Brasil destacou que a secretária de Direitos Humanos do Rio, Benedita da Silva, ‘que é ex-lavadeira, já foi ministra e governadora e atualmente é uma das principais lideranças do movimento negro’, será a ‘primeira autoridade brasileira a se encontrar’ com Barack Obama, amanhã. Ela se declara ‘muito feliz’.


ACABOU A TRÉGUA


‘Eu li o ‘New York Times’ hoje cedo e me dei conta de que não conseguiria aprovar a reforma do sistema de saúde sendo uma distração tão grande.’ Foi o que declarou o secretário de Saúde de Obama à NBC, sobre sua desistência do cargo. Na manchete de ontem (acima), o ‘NYT’ dizia que o apoio do presidente a mais um indicado com problemas com o fisco era ‘um teste’ para sua prometida ‘reforma ética’. Em editorial, defendeu a saída. Não foi o único questionamento de Obama pelo ‘NYT’. O colunista Paul Krugman está em campanha contra o projeto da equipe econômica, que Obama foi buscar no governo Bill Clinton, de compra dos ativos ‘podres’ dos bancos. Não quer a estatização só do prejuízo.


NOVA ERA


O ‘WSJ’ relata como, ao contrário da depressão, quando desempregados passavam o dia no cinema (acima), nesta ‘era de blog e Twitter’ o tempo é gasto na internet, com games on-line, Facebook ou lendo Perez Hilton’LOBBY’


De Roma, a Bloomberg despachou que o embaixador da Itália, Michele Valensise, foi mandado de volta a Brasília para fazer ‘lobby junto à maior corte constitucional’ do Brasil, o Supremo Tribunal Federal, de Gilmar Mendes.’


 


 


CELEBRIDADE
Luiz Fernando Vianna


Tietagem de jornalistas marca coletiva de Tom Cruise no Rio de Janeiro


‘A temporada de descanso de Tom Cruise no Rio prosseguiu na coletiva de 40 minutos que ele deu ontem, no Copacabana Palace. Foi aplaudido por boa parte dos jornalistas ao entrar na sala, às 14h, e um deles usou sua pergunta -graça concedida a 15 dos cerca de cem repórteres- para pedir uma foto com o ator.


Aproveitando a brecha, outra repórter pediu o mesmo. Para a imprensa, o ator de 1,70 m posou sobre um platô de cerca de 30 cm.


Antes mesmo de sexta-feira passada, quando Cruise, 46, chegou ao Rio para promover ‘Operação Valquíria’, notas em jornais informavam que ele não responderia a perguntas sobre cientologia, a polêmica doutrina que segue. Ontem, o diretor de marketing da Fox Film, Tito Liberato, reforçou: ‘Nada mais justo que foquemos as perguntas no projeto [o filme]’.


Não por acaso, o único momento em que o astro sorriu amarelo foi quando questionado sobre as resistências que a produção de ‘Operação Valquíria’ enfrentou para rodar cenas na Alemanha, com protestos por causa da ligação de Cruise com a cientologia. Ele negou que tenha havido problemas.


‘O pessoal [alemão] da produção vinha até pedir desculpas, se sentia mal com os rumores. Vivo sob um microscópio. […] Mas, quando estou fazendo um filme, prefiro me concentrar nas coisas realmente importantes.’


Cruise, que segue amanhã para a Cidade do México, aproveitou para exaltar três vezes o Brasil, agradecer pela recepção a ele e sua família (a atriz Katie Holmes, 30, e a filha Suri, 2) e, claro, dizer que adoraria fazer um filme aqui.’


 


 


TELEVISÃO
Daniel Castro


Oscar será ‘embaixador’ na Record


‘A Record deve anunciar até o dia 15 a contratação do ex-jogador de basquete Oscar Schmidt, 50. Oscar atuará como ‘embaixador’ do projeto esportivo da emissora, que se prepara para transmitir, com exclusividade na TV aberta, a Olimpíada de 2012 e os Jogos Pan-Americanos de 2011 e 2015.


Embora o contrato ainda não tenha sido assinado, executivos da Record já dão como certa a contratação do cestinha. Faltaria apenas o ex-atleta se desvincular da Globo, com a qual tem contrato até 2011. A Globo irá à Justiça caso ele rompa.


O contrato de Oscar com a Record valerá por 48 meses. Além de trabalhar como comentarista em transmissões de basquete, ele ajudará a emissora a atrair jogadores e a montar uma equipe de jornalistas e especialistas em esportes para as transmissões. Será um aglutinador, um avalista do projeto olímpico da Record.


Apesar da iminente chegada de Oscar, o clima não é dos melhores nos bastidores da Record. Diretor de jornalismo da emissora, Douglas Tavolaro venceu a disputa com Eduardo Zebini, diretor de esportes, e irá comandar todo o jornalismo esportivo. A família da Tavolaro é ligada à Igreja Universal.


Zebini, que negociou a compra dos Pan e da Olimpíada de Londres, deverá perder também o gerenciamento de transmissões de grandes eventos.


PRORROGAÇÃO


A Globo estuda esticar ‘BBB 9’ até 7 de abril, devido à audiência (o reality show está tendo desempenho quase igual ao da novela das oito) e à demanda comercial. Inicialmente, acabaria em 24 de março. Já foi prolongado até 31, para atender a anunciantes.


EXTRA


Mesmo que ‘BBB 9’ seja prorrogado até 7 de abril, o reality terá paredões extras, aos domingos. Um deles ocorrerá antes do Carnaval.


IMPROVISO


Durante sua estada em Washington, pela cobertura da posse de Barack Obama, Celso Freitas teve que se hospedar na casa de um funcionário da Record na capital americana. A emissora se esqueceu de reservar hotel com antecedência.


CARIMBO


Festejado com anúncios em jornais, o ‘Hebe’ (SBT) de anteontem, que marcou a volta das férias e a renovação do contrato da apresentadora, ficou em quarto lugar no Ibope da Grande São Paulo. Com 4,4 pontos, perdeu para ‘Uma Escolinha Muito Louca’, da Band, que marcou 5,7.


CANELADA


A Band deverá iniciar a exibição do ‘Terceiro Tempo’, de Milton Neves, às 18h30 dos domingos a partir de março, quando estreia nova grade. O horário ficará vago porque Raul Gil deixará os domingos.


ALÔ, CHRISTINA


Christina Rocha deverá ser a apresentadora do novo ‘Casos de Família’, que em março passará a ter jurados comentando as histórias apresentadas. ‘


 


 


Fernanda Ezabella


Programa analisa o sexo nos EUA


‘‘Tudo era proibido’, lembra Hugh Heffner, criador da ‘Playboy’, sobre os anos 40 e 50 nos EUA, no primeiro episódio da série em quatro capítulos ‘A Revolução do Sexo’, que a GNT exibe a partir de amanhã. O programa traça a história do comportamento sexual dos americanos, entrevistando especialistas e personalidades, como o jornalista Gay Talese. O primeiro episódio narra desde a publicação do polêmico estudo sobre relações sexuais de Albert Kinsey, nos anos 40, passa pela chegada da pílula e da revista ‘Playboy’, em 1953, e termina com o movimento da contracultura nos anos 60.


O programa mostra o enfurecimento da classe conservadora com a ‘abertura sexual’ do país e também os perigos de ser gay -homens eram presos em casa pela simples suspeita de serem- ou fazer um aborto. É como um complemento educacional a dois filmes que disputam Oscar este ano e tratam dos temas: ‘Milk – A Voz da Igualdade’, sobre um ativista gay na Califórnia dos anos 1970, e ‘Foi Apenas um Sonho’, no qual uma gravidez indesejada nos anos 50 ajuda a destrambelhar um casamento. Ainda falando de sexo, o canal exibe no domingo, à 0h, o documentário ‘Amor e Sexo na China’, com entrevistas com pessoas comuns e histórias da tradição da arte erótica no país.


A REVOLUÇÃO DO SEXO


Quando: amanhã, às 22h


Onde: GNT


Classificação: não informada’


 


 


 


************

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem