Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

Negros pouco representados na telona

22/07/2008 na edição 495

Os defensores da diversidade no cinema francês advertem: filmes franceses ainda não têm atores negros. ‘Blockbusters americanos com estrelas como Will Smith são um grande sucesso na França’, disse Amirouche Laidi, presidente da Averroes, associação que busca aumentar a representatividade de minorias na mídia. ‘O público não tem problemas com negros nas telas, então por que as produções francesas só têm brancos?’.

Desde que foi criada no ano passado, uma comissão especial do conselho de filme nacional da França já investiu o equivalente a 7,3 milhões de dólares para apoiar 175 produções que mostram a diversidade na sociedade francesa. No entanto, nenhum destes documentários, filmes e programas que mostram árabes e negros será mostrado em redes de TV privadas, que têm as maiores audiências. ‘A grande mídia tem que começar a se perguntar por que está apoiando poucos projetos’, disparou o presidente da comissão Alexandre Michelin.

Quando os negros aparecem em filmes franceses, eles ainda são freqüentemente estereotipados. ‘Quando você vê uma cena de um gerente negro tomando café com sua mulher e filhos antes de sair para o trabalho?’, indaga Patrick Lozes, presidente do Conselho Representativo de Associações de Negros (CRAN). Informações de Rebecca Frasquet [AFP, 18/7/08].

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem