Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1017
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

Novo site, modo de usar

Por Redação do OI em 09/05/2006 na edição 337

O consultor Andre de Abreu planejou ao longo de oito meses, com os editores Luiz Egypto e Mauro Malin, apoiados pela webmaster Andrea Baulé, a nova arquitetura do site Observatório da Imprensa. Jornalista de formação, em seu artigo de apresentação dos resultados, na edição de aniversário, Andre deixou bem claro: a opinião do usuário é imprescindível em todas as etapas do projeto. Ele recorreu a pesquisas e ao contato direto com leitores no processo de planejamento das mudanças.


O OI sempre muda a pedidos. O leitor reclamava muito do ‘peso’ do Índice. Separamos o Índice da home page, deslocamos as cartas para um diretório específico. O leitor reclamou:


– O Índice sumiu! As cartas sumiram!


Novo projeto, estrutura mudada, site bem leve, índice redistribuído entre as várias seções, o leitor reclama:


– As seções sumiram! Meu colunista favorito sumiu! Os blogs sumiram!


Não, leitor. Todas as seções permanecem, como também seu ‘colunista favorito’ e os blogs. Para mostrar o muito simples caminho das pedras do novo site, a Redação do OI preparou uma bula com o passo a passo do projeto.


1) Na capa ou homepage – Destacam-se vários elementos de navegação. Esqueça por enquanto a barra azul – destaquemos primeiramente três elementos: as chamadas, o Índice Geral e a coluna da direita.



** A manchete da edição e as chamadas para os artigos continuam na capa, como sempre, ladeadas pela charge do ilustrador Spacca. Para rolar as chamadas, a fina e elegante barrinha do projeto original foi substituída: a pedido dos leitores, usuários de plataformas como Linux e Mac ou de navegadores como Opera e Firefox, optamos pela velha barra do Windows.


** O Índice Geral continua presente e ativo nos pequenos botões em vermelho-vivo – acima da manchete e abaixo da última chamada. Use e abuse: clicando-se no botão, abre-se o índice de artigos da seção que contém o texto da manchete. Mas observe a figura abaixo: estão expostas logo acima, em azul, todas as demais seções. O leitor pode ir abrindo uma a uma na mesma janela do navegador. Para ler um artigo, basta clicar no título. Para voltar ao índice, basta clicar em ‘Voltar’, na barra do navegador. O índice continua ali, completo: o leitor não se perde na navegação.



** Volte por um instante à imagem da capa, lá no alto, e observe: na coluna da direita há um destaque para um autor, com seu nome em vermelho-vivo – no caso, o do editor-responsável do OI, Alberto Dines, cujos textos geralmente atraem grande número de leitores e comentários. O espaço prevê rodízio com os blogueiros do OI – Mauro Malin, Luiz Weis, Carlos Castilho e Alceu Nader – e demais articulistas. Estão abaixo do destaque a Urna OI, agora em lugar fixo, e links como Fale conosco, RSS e Boletim – este, em construção, virá em breve, para cadastramento de e-mails na lista dos informativos OI.


Observe agora na imagem abaixo que, nas páginas internas – onde ficam os artigos –, o espaço do destaque tem outra função: ali fica o crédito, ou seja, a qualificação do autor do texto: o leitor não precisa rolar a matéria até o fim para ver quem é o articulista – no caso, Venício A. de Lima. O crédito agora se alinha ao título do artigo. Abaixo do crédito ficam os demais artigos da seção – recurso antigo muito prático que o novo projeto manteve.



** No pé da capa, Termos de uso e Política de privacidade, nos quais o OI esclarece que pratica o copyleft, ou seja, permite ‘a reprodução total ou parcial sem autorização prévia dos editores, desde que a fonte Observatório da Imprensa seja citada’, e que preserva os dados dos leitores.


 


2) Na barra azul – Destacam-se seus sete elementos de navegação. Utilíssimo recurso do novo projeto, a barra azul reúne todo o conteúdo do Observatório, com os menus se abrindo à passagem do cursor. Por partes:



 


** O Observatório: História, Objetivos, Equipe – em resumo, quem somos.


** Seções: Quer ir diretamente a uma seção (ou editoria) sem abrir o Índice Geral? Posicione o cursor do mouse numa delas, clique e pronto. Você escolhe:




* Imprensa em Questão (textos críticos de coberturas específicas da mídia);


* Monitor da Imprensa (seleção do que a imprensa internacional publica sobre mídia);


* Circo da Notícia (malabarismos do jornalismo);


* Jornal de Debates (fórum sobre o papel da imprensa na sociedade);


* Armazém Literário (livros de jornalistas ou sobre jornalismo);


* Feitos & Desfeitas (o serviço e o desserviço da informação);


* Interesse Público (fórum sobre a democratização dos meios de comunicação);


* TV em Questão (a qualidade da televisão);


* Marcha do Tempo (a imprensa e sua história);


* E-Notícias (as novas tecnologias da informação);


* Observatório da Propaganda (a publicidade na mídia);


* Diretório Acadêmico (pesquisa em comunicação e formação do jornalista);


* Caderno da Cidadania (fórum sobre liberdades civis e direitos humanos);


* Mural (eventos sobre mídia);


* Entre Aspas (seleção do que a imprensa nacional publica sobre mídia);


* Voz dos Ouvidores (seleção de textos de ombudsmans de imprensa).


** Blogs: Observe de novo a imagem acima, que tem o menu dos blogs aberto – escolha e clique (na barra azul do site, não nesta imagem, prezado leitor!):




* Em Cima da Mídia – Blog de Mauro Malin, com a transcrição dos programas de rádio do OI e crítica da mídia em geral;


* Verbo Solto – Blog de Luiz Weis, crítica do noticiário hardnews;


* Código Aberto – Blog de Carlos Castilho, o impacto das novas tecnologias na mídia;


* Contrapauta – Blog de Alceu Nader, crítica do noticiário hardnews.


** OI na TV: Último Programa, Programas Anteriores, Horários, Compacto da Semana, Resumo dos Programas – informações sobre o programa semanal Observatório da Imprensa na TV ao alcance de um clique.


** OI no Rádio: A transcrição do conteúdo de nosso programa diário de rádio.


** Serviços: Alguns recursos de ajuda ao usuário:




* Edições Anteriores (todas as edições do OI, desde a primeira, em abril de 1996);


* Biblioteca (livros eletrônicos gratuitos para salvar em seu computador);


* Classificados (hotsite de empregos na mídia);


* Netbanca (portais, sites e blogs sobre jornalismo ou de jornalistas);


* RSS links (o que é esse recurso e como usar em seu computador)


* Busca – Ainda em construção, estará em breve disponível, com amplos recursos. Até lá, uma sugestão: instale em seu navegador a Barra de Ferramentas do Google. Estando no site do OI, basta digitar (ou colar) a palavra-chave desejada no campo em branco da barra (use aspas quando houver mais de uma palavra). Vai facilitar sua pesquisa não só no site do OI, mas em toda a web.


** Você no OI: Como entrar em contato com o Observatório? Simples:




* Fale Conosco – Formulário para mensagens diversas. Se quiser comentar artigos publicados no OI use, por favor, o espaço disponível no pé do próprio texto, para publicação automática.


* Endereço e telefone (nossa redação é virtual, mas temos um escritório administrativo);


* Envie seu artigo (o e-mail – canaldoleitor@ig.com.br – pelo qual o leitor nos encaminha textos para publicação).


Fim dos ‘mistérios’ do novo Observatório. Navegar é preciso e fácil!

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem