Sábado, 25 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº967

FEITOS & DESFEITAS > JORNALISMO EM CRISE

NYT cada vez mais distante de Nova York

16/01/2006 na edição 364

Em meados dos anos 90, o New York Times embarcou em uma estratégia para expandir sua ação nacional e, conseqüentemente, reduzir sua dependência do mercado publicitário de Nova York. O objetivo era também competir lado a lado com jornalões como o Wall Street Journal e o USA Today.

Segundo matéria do rival New York Post [Holly M. Sanders e Keith J. Kelly, 11/1/06], o Times perdeu quase 20% de seus leitores na região metropolitana de Nova York entre 2001 e 2004. Em Manhattan, a queda foi de 17% no período; no Bronx, chegou a 31%. Com estes números, o índice de leitores do Times em sua região original corresponde apenas a 28% de sua circulação total.

A queda nas vendas surpreendeu analistas de mídia. A razão exata para a diminuição de leitores não é conhecida, mas o analista Edward Atorino, da Benchmark Co., acredita que ela possa ser atribuída ao aumento do preço de capa do jornal e a uma decisão deliberada de focar a atenção em leitores de classe econômica mais elevada e diminuir a distribuição em áreas menos ricas. Aumentos de circulação fora de Nova York ajudaram o Times a reportar saldo positivo em 13 dos 14 últimos balanços da companhia. Nos últimos seis meses, a circulação total do jornalão cresceu 0,5%. Não graças a Nova York.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem