Terça-feira, 17 de Julho de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº995
Menu

FEITOS & DESFEITAS > PROTEÇÃO DE FONTES

NYTimes defende direito à informação

18/07/2008 na edição 494

Mesmo indo contra a vontade da administração do presidente George W. Bush, a liderança democrata no Senado americano pode vir a aprovar uma lei que protege jornalistas de revelarem suas fontes confidenciais em cortes federais, anuncia em editorial o New York Times [17/7/08]. Em outubro do ano passado, uma medida semelhante foi aprovada na Câmara dos Deputados. A Casa Branca, por sua vez, orquestra uma enxurrada de acusações de que a lei enfraqueceria a segurança nacional e impediria – e até ‘arruinaria’ – a investigação de atos de terrorismo.


O NYTimes adverte que foi apenas pela divulgação da mídia que a nação soube dos programas ilegais de escuta telefônica do presidente Bush e da existência de prisões de tortura no exterior. O deputado republicano Mike Pence – um dos redatores da proposta – disparou: ‘A única maneira de monitorar o poder do governo em tempo real é ter uma imprensa independente e livre’.


Ao mesmo tempo em que protege ações de segurança nacional, o projeto de lei evita que jornalistas sejam presos por proteger fontes que denunciem corrupção e abuso governamental. A medida foi aprovada por procuradores-gerais da maioria dos 49 estados americanos que já contam com lei de proteção de fontes. Ainda não existe uma lei federal nos EUA. John McCain e Barack Obama, candidatos que disputam, em novembro, a presidência da República, também concordam com o conteúdo da proposta.

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem