Domingo, 09 de Dezembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1016
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

O alvo da notícia

Por Maria Carolina Normura, de Madri em 20/04/2004 na edição 273

Os dois jornais gratuitos espanhóis de informação geral, 20 minutos e Metro directo, superam juntos a cifra dos 3 milhões de leitores diários, segundo o Estudo Geral de Meios – uma pesquisa que mede a audiência dos periódicos na Espanha, divulgada recentemente em Madri.

Sabe-se que o principal argumento de venda de espaços publicitários nos jornais é, justamente, a audiência. Quando o resultado da medição é positivo, a notícia chega a ser um alarde, delimita-se muito bem o perfil dos leitores, a classe social a que pertencem, suas idades e o sexo.

No entanto, quando a notícia da audiência é negativa para o meio, a tendência é que o resultado seja divulgado com mais discrição e de maneira genérica.

No caso dos jornais gratuitos espanhóis, que em geral são distribuídos nas estações de metrô, 20 minutos é o terceiro jornal mais lido de toda a Espanha e o mais lido em Madri. O título da reportagem em que anunciou os resultados da pesquisa foi ’20 minutos bate todos sus récordes y logra 1.618.000 lectores diários’. Seu concorrente, Metro directo, é o quarto diário mais lido na Espanha e o terceiro em Madri – neste, a matéria sobre a pesquisa recebeu o título ‘Metro se consolida como cuarto diario de Espanha con millón y medio de lectores’.

Borboletas ao jardim

Em ambos casos, aproveitando-se do expressivo índice de audiência, os títulos mencionam a abundância de leitores com a clara intenção de passar a seus anunciantes a informação da quantidade de gente que lê e que pode vir a ler os anúncios.

No primeiro parágrafo de sua matéria, 20 minutos conta que hoje tem 191 mil leitores a mais em relação ao mesmo período do ano passado – e que é o jornal diário que mais cresce na Espanha, com 173 mil leitores a mais que o concorrente direto.

Metro, por sua vez, começa afirmando que os dois diários gratuitos superam em conjunto a barreira dos 3 milhões de leitores, e afirma que o crescimento ocorreu em toda a imprensa escrita espanhola.

Enquanto Metro exibe um quadro geral com a porcentagem de leitores de todos os jornais na Espanha, 20 minutos mostra o aumento de sua audiência em três grandes infográficos: a porcentagem de leitores em Madri, onde é líder, o crescimento de sua audiência no período de dois anos e, por fim, um quadro detalhado com o perfil dos leitores.

20 minutos explicita que a maioria de seu leitorado é constituída de jovens com menos de 34 anos, 61,3% estão empregados, 47,8% pertencem à classe média, 17% à média alta, 9,5% à classe alta, e que seu público é igualmente masculino e feminino.

Metro informa que seu público é dividido igualmente entre homens e mulheres, com bom nível de instrução: 85,3% terminaram o colegial, 12% são universitários, e a maioria, 89,9%, pertence às classes média e média alta.

As duas matérias ocuparam meia página ímpar e ganharam as chamadas principais de capa nas edições de quarta-feira, 14/4. Buscam, dessa maneira, e parafraseando Mário Quintana, atrair as borboletas para seus jardins.

******

Jornalista

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem