Segunda-feira, 12 de Novembro de 2018
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1012
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

O jogo de blogueiros e jornalistas

Por Bruno Mourão Paiva em 25/11/2008 na edição 513

‘Hoje em dia qualquer um é jornalista.’ ‘Hoje é fácil produzir informação.’ Este tipo de frase é quase certa quando o assunto é blog e jornalismo. Muito se conversa, se estuda e se debate sobre o novo formato que a internet agora nos traz. Enquanto afirmações são feitas, a uma interrogação deve ser dada atenção: mas o blog é jornalismo? Questão que coloca em jogo argumentos de empurra-empurra, como no tênis ou no pingue-pongue.

Há quem diga que sim e quem diga que não. Vamos por partes: os argumentos de muitos blogueiros é que são produtores de informação, logo, comunicação e, portanto, jornalismo, fazendo muitos jornalistas de diploma na mão reclamarem sua posição e demonstrarem uma postura baseada em conhecimento acadêmico. Estes são os primeiros lances da partida.

Os blogueiros, sem deixar por menos, devolvem a ‘bolinha’ ao afirmar que jornalismo é ofício e, por isso, o diploma é desnecessário. Os bacharéis defendem o lead, as normas éticas e de texto dos manuais de redação, que aprenderam a seguir religiosamente ainda em tempos de faculdade. Os blogueiros devolvem lembrando nomes importantes da imprensa e de veículos que possuem seus blogs. E assim a partida continua até culminar na liberdade de expressão, momento de tensão do jogo.

Honestidade e boa informação

Para o blogueiro, todos têm direito a uma conexão e direito a divulgar o que quiserem na rede mundial de computadores. Para o jornalista, todos têm direito de se comunicar – inclusive o blogueiro de se defender –, mas isso deve ser feito por pessoas formadas (ou até formatadas!) para tal, ou seja, ele. Encontramo-nos agora no instante em que ambos se vêem empatados e dispostos a interromper a partida.

Para quem ficou na torcida, cabe escolher quem acompanhar. O ‘torcedor’ não agüenta muito ficar de olho no vaivém do jogo. Então, decide acompanhar aquele que fará as jogadas mais espetaculares.

Para quem observa fenômenos da mídia, professores, pesquisadores, observatórios como este, fica claro um ponto: a importância dos lances bonitos, das jogadas que nos deixam de boca aberta.

Importante é a necessidade de cada um a sua maneira fazer seu papel bem feito! O blogueiro e a imprensa devem trabalhar com o objetivo de agradar, ser honestos e informar com qualidade os que os acompanham, pois, no fim deste jogo, ser vencedor é ser aplaudido, não simplesmente ser aquele que levanta uma taça sem aclamação de ninguém.

******

Jornalista

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem