Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº1058
Menu

FEITOS & DESFEITAS >

O opaco vira transparente

Por Marcus Miranda em 21/07/2009 na edição 547

Em matéria publicada na edição de 19/5, o Jornal do Commercio divulgou
que a Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Estado do Rio de Janeiro (Cedae)
irá colocar em sua página, na internet, relatório sobre as obras do Programa de
Aceleração do Crescimento (PAC). Acima da manchete da reportagem, um ‘chapéu’
destacava a palavra ‘transparência’ e a possibilidade das obras serem
acompanhadas pela população.


Muito bom, sem dúvida. No entanto, uma boa apuração, no próprio site da
Cedae, levaria à elaboração de um box apresentando o fato de a empresa não estar
sendo transparente em relação à divulgação dos seus balanços financeiros.


Ao se clicar no ícone ‘Balanços’, na página de abertura do site, fica-se
sabendo que a última divulgação de dados da Cedae foi referente ao 1º trimestre
de 2008. Desta forma, a empresa está sonegando informações do 2º trimestre de
2008 até o 1º trimestre de 2009.


Tal fato tem levado a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão ao qual a
Cedae está subordinada, a tomar medidas, inclusive com a aplicação de multas a
dirigentes da empresa.


Estas informações estão no site da CVM e, com uma boa apuração, no lugar de
um mero release sobre uma pretensa transparência por parte da Cedae, o Jornal
do Commercio
poderia ter apresentado aos seus leitores uma matéria apontando
a contradição no comportamento da direção daquela empresa.

******

Jornalista, Rio de Janeiro, RJ

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem