Domingo, 19 de Novembro de 2017
ISSN 1519-7670 - Ano 19 - nº966

FEITOS & DESFEITAS > RESPONSABILIDADE SOCIAL

O papel(ão) da mídia na sociedade

Por Fabiana Padovan Vieira em 26/10/2010 na edição 613

A mídia é composta pelos mais diversos meios de comunicação: cinema, televisão, rádio, internet, jornais, revistas, livros, panfletos, cartazes, outdoors. Enfim, tudo aquilo que comunica em massa, ou seja, que torna algo comum a todos ou a um grande número de pessoas, pode ser considerado mídia. E qual o papel da mídia na sociedade? Como ela pode influenciar na construção e formação cultural e política?

Para a jornalista Marisa Sanematsu, a mídia informativa é um importante espaço de poder, debate e mediações de conflitos. Ela diz que ‘estar na mídia é sinônimo de existir. Define os assuntos sobre os quais as pessoas conversam dentro de casa, nas reuniões sociais, no ponto de ônibus e no trabalho. Em outras palavras, a mídia tem o poder de selecionar e hierarquizar temas, definindo prioridades. É nesse contexto que se pode afirmar que a imprensa tem muito poder e uma responsabilidade social muito grande na configuração da agenda de debates de uma sociedade’.

Então, o papel da mídia na sociedade é informar, é definir os temas a serem discutidos, é expor ideias e formar opiniões. O papel da mídia é formar cidadãos conscientes e críticos. Mais do que tudo, o papel da mídia é ser leal com o seu público. Sendo assim, a parcela de colaboração da mídia na construção e formação política e cultural da sociedade é significativa. Afinal, a mídia atinge a massa, ou seja, a maioria.

Preservar o pouco que resta

Apesar de todo esse belo discurso do papel da mídia, penso que ela não o tem desempenhado de forma verdadeira, eficaz e sincera. Ela tem desvirtuado sua ideologia e feito um papelão. Sim, é um papelão o que a mídia tem feito, pois ela própria desvirtua-se para desvirtuar uma sociedade inteira. Ela tem trabalhado em prol de interesses pessoais, empresariais e políticos, e não a favor do bem para a sociedade. A imprensa televisiva, escrita e falada tem cometido inúmeros casos de manipulação e distorção das informações. Ela mente, desmente mentindo e confunde.

Infelizmente, aos poucos, a mídia e o seu verdadeiro papel estão sendo jogadas no lixo orgânico, aquele que nem mesmo dá para reciclar. Sugiro que a imprensa midiática deva preservar o pouco de responsabilidade social que ainda resta. Apesar de boa parte povo estar mais atenta a essa sujeirada toda da mídia, ainda existem aquelas pessoas inocentes que são iludidas e que, pior, ajudam a mentir junto à imprensa passando a frente as falsas informações.

Fala sério… Que papelão, hein!

******

Jornalista

Todos os comentários

x

Indique a um amigo

Este é um espaço para você indicar conteúdo do site aos seus amigos.

O Campos com * são obrigatórios.

Seus dados

Dados do amigo (1)

Dados do amigo (2)

Mensagem